Domingo, Julho 21, 2019
Autores Posts by Silvia Guimaraes

Silvia Guimaraes

2415 POSTS 0 COMENTÁRIOS

0

A BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa já tem as linhas definidas para a próxima edição e vai trazer ao evento, pela primeira vez, o BTL Festivals, área direcionada à organização de festivais e seus conteúdos.

Por outro lado, Dália Palma, a nova diretora de feiras da FIL, – que vem substituir no cargo Fátima Vila Maior, que passa a ocupar o lugar de diretora de Negócios e Conteúdos da Lisboa Feiras, Congressos e Eventos – adiantou que a edição de 2020 da BTL irá continuar a apostar em áreas muito variadas como a cultura, neste caso com a BTL Cultural, que teve este ano a sua primeira edição, numa parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, e igualmente um reforço na BTL Labs, desenvolvida em parceria com a Amadeus. Outro dos intuitos de Dália Palma será trazer mais hosted buyers, ou seja, compradores internacionais convidados pela BTL, e ainda oriundos de outros destinos que ainda não fizeram parte de outras edições do certame.

As novidades para a próxima edição da BTL foram avançada num evento que decorreu, esta quinta-feira, na FIL, para a entrega de prémios dos melhores stands da edição de 2019. O júri foi constituído pelo responsáveis das quatro principais publicações do trade, media partners da BTL, no qual a VIAJAR MAGAZINE, esteve incluída.

o prémio de Melhor Stand Profissional foi entregue, pelo segundo ano consecutivo, à DHM, ao passo que o de Melhor Stand Público foi entregue à Associação de Promoção Turística da Madeira. Foram ainda entregues cinco menções honrosas ao Turismo da Índia, aos Municípios de Penamacor e de Viseu, e à Rota EN2. O Prémio Inovação, atribuído pela primeira vez, foi dado à Amadeus, apesar de não ter estado presente com stand, pela iniciativa que teve no espaço da BTL Labs com o Amadeus Talk, dirigido a novas startups portuguesas.

0
MSC Grandiosa

A MSC Cruzeiros vai realizar o seu roadshow entre os dias 9 de Setembro e 29 de Outubro de 2019, em 16 cidades, durante 17 sessões de Norte a Sul do país e Ilhas, incluindo duas novas cidades – Angra do Heroísmo, nos Açores, e Guimarães – e muitas novidades. Para além das novas formações, este ano o roadshow MSC Cruzeiros passará também por Ponta Delgada, Aveiro, Coimbra, Leiria, Setúbal, Braga, Vila Real, Viseu, Faro, Portimão e Évora sendo que quatro sessões serão realizadas a bordo de navios da MSC Cruzeiros atracados em Lisboa, Porto (Leixões) e no Funchal, possibilitando aos agentes de viagens desfrutarem de um almoço a bordo, para além da formação.

Durante todas as sessões serão reforçadas as apostas da MSC Cruzeiros para o Inverno 2019/20 e apresentados os novos navios, destinos e itinerários de Verão 2020 e Inverno 2020/21, salientando as estratégias de política comercial com as tarifas Bella, Fantastica, Aurea e MSC Yacht Club.

Estarão igualmente em destaque os novos navios da MSC Cruzeiros, nomeadamente o MSC Grandiosa, que será entregue em Novembro deste ano, bem como o MSC Virtuosa, que estará a navegar a partir do Inverno 2020/2021 pelo Mediterrâneo Ocidental, disponibilizando aos viajantes uma tecnologia inteligente com as novas atualizações da ZOE, e com novos espetáculos do Cirque du Soleil at Sea.

Com cinco novos navios de próxima geração a navegar no Verão de 2020, a MSC Cruzeiros vais disponibilizar espetaculares 64 itinerários, com 103 vibrantes portos de escala em 38 inesquecíveis países, por todo o mundo. Estarão disponíveis 11 navios ao dispor dos viajantes a navegar pelo Mediterrâneo, incluindo o tão aguardado MSC Grandiosa e ainda 4 navios a fazer itinerários de 7 a 21 noites no Norte da Europa.

Outras das novidades para 2019-2020 são os novos destinos únicos, tais como a exclusiva Ocean Cay MSC Marine Reserve, a ilha privada da MSC Cruzeiros nas Bahamas, que estará disponível a partir de Novembro de 2019, os novos itinerários nos EUA e Canadá com partidas de Nova Iorque, a Gronelândia, ou os cruzeiros na China e Japão.

Relativamente aos itinerários, outro grande destaque vai para a série de cruzeiros com saída e chegada a Lisboa e ao Funchal em Setembro e Novembro de 2020, a bordo do MSC Splendida e do MSC Poesia respetivamente, que possibilitará aos portugueses viajarem à porta de casa, sem necessidade de voos.

Outra das grandes apostas será o novo MSC World Cruise 2021, desta vez a bordo do MSC Poesia, que dará uma vez mais a volta ao mundo em 119 dias a partir de Janeiro de 2021.

Por fim, será ainda abordado o programa de incentivos MSC Cruzeiros Parceiros e a evolução do MSC BOOK, o exclusivo e inovador sistema de reservas online criado pela MSC Cruzeiros para os agentes de viagens. Serão ainda apresentadas as diferentes promoções Tarifa Azul, Prontos para Zarpar e Holiday Breaks, as condições especiais para Grupos, os pacotes especiais de Cruzeiro + Voos + Transfers e os pacotes Pré-Pagos de serviços a bordo disponíveis na MSC Cruzeiros.

“Todos os anos temos vindo a tentar melhorar cada vez mais a experiência do nosso roadshow, oferecendo a oportunidade aos agentes de viagens de fazerem a sua formação in loco nos nossos navios, sempre que possível. Temos sentido, ano após ano, que existe cada vez mais interesse no nosso produto por parte dos nossos parceiros, e este ano decidimos adicionar duas novas cidades – Angra do Heroísmo, nos Açores, e Guimarães. O nosso desafio é, para além de manter as cidades onde sempre fizemos o roadshow, acrescentar novas formações de modo a chegarmos cada vez mais perto dos agentes de viagens de todo o país, proporcionando-lhes contacto com a extensa oferta da MSC Cruzeiros”, afirma Eduardo Cabrita, diretor geral da MSC Cruzeiros em Portugal.

Cidades e datas do Roadshow MSC Cruzeiros 2019:

Angra do Heroísmo (Ilha Terceira) – 09 Setembro (2ª f): 17h30 as 20h30 no Hotel Azoris Angra Garden; Ponta Delgada (Ilha S. Miguel) – 10 Setembro (3ª f): 14h30 às 18h00 no Hotel Azoris Royal Garden; Porto – 16 Setembro (2ª f): 12h30 às 17h30 a bordo do MSC Orchestra no Terminal de Cruzeiros Leixões (inclui almoço das 13h00 às 14h30 ); Aveiro – 17 Setembro (3ª f): 14h30 às 18h00 no Hotel Melia Ria Aveiro; Coimbra – 18 Setembro (4ª f): 14h30 às 18h00 no Hotel Tivoli Coimbra; Leiria – 19 Setembro (5ª f): 14h30 às 18h00 no Hotel Tryp Leiria; Lisboa – Sessão #1: 25 Setembro (4ª f): 09h30 às 13h00 a bordo do MSC Poesia no Terminal de Cruzeiros Lisboa (inclui almoço das 13h00 as 14h30); Setúbal – 26 Setembro (4ª f): 14h30 às 18h00 no Hotel Melia Setúbal; Guimarães – 01 Outubro (3ª f): 14h30 às 18h00 no Santa Luzia Art Hotel; Braga – 02 Outubro (4ª f): 14h30 às 18h00 no Hotel Melia Braga; Vila Real – 03 Outubro (5ªf) : 09h30 às 12h30 no Hotel Mira Corgo; Viseu – 03 Outubro (5ªf) : 14h30 às 18h00 no Hotel Montebelo & SPA; Faro – 08 Outubro (3ª f): 14h30 às 18h00 no Hotel Eva; Portimão – 09 Outubro (4ª f): 14h30 às 18h00 no Hotel Tivoli Marina Portimão; Évora – 17 Outubro (5ªf) : 14h30 às 18h00 no Hotel Mar D’Ar Muralhas; Lisboa – Sessão #2: 25 Outubro (4ª f): 09h30 às 13h00 a bordo do MSC Preziosa no Terminal de Cruzeiros Lisboa (inclui almoço das 13h00 às 14h30); Funchal – 29 Outubro (3ª f): 09h30 às 13h00 a bordo do MSC Poesia no Terminal Cruzeiros Funchal (inclui almoço das 13h00 às 14h30)

0

Thierry Henrot, de nacionalidade francesa, é o novo diretor-geral do Sheraton Lisboa Hotel & Spa. Com uma extensa carreira internacional de 18 anos no grupo Starwood Hotels & Resorts, agora Marriott International, regressa a Portugal, onde inicia este novo desafio.
Thierry Henrot é um entusiasta da marca Sheraton, tendo iniciado a sua carreira com o grupo em 2001, como Food & Beverage Manager do Sheraton Porto Alegre no Brazil, durante 5 anos, passando depois pelo Sheraton Barra no Rio de Janeiro, para assumir a direção da operação nessa mesma área. Em 2007 vem para Portugal, mais concretamente para o Sheraton Porto, onde exerce o cargo de Diretor de Food & Beverage.
A sua vinda para Lisboa acontece em 2009 com a promoção para Assistente Executivo do Diretor-Geral no Sheraton Lisboa, estabelecendo uma relação especial com o hotel e a cidade que o motivará a voltar. Em 2011 é-lhe oferecida a oportunidade de voltar ao seu país de origem com o grande desafio de liderar, como Hotel Manager, as operações de um hotel de 1.025 quartos no centro de Paris, o Le Méridien Étoile. O sucesso no desempenho das suas funções, leva-o a ser convidado a assumir a posição de Diretor-Geral do Sheraton Skyline Hotel, London Heathrow em 2015.

0

O grupo português Vila Galé acaba de abrir o Vila Galé Collection Elvas – Historic Hotel, Conference & Spa, que resulta da reabilitação do antigo convento de São Paulo, em Elvas. Este é o primeiro hotel a abrir em Portugal no âmbito do programa Revive.

Merecendo um investimento de nove milhões de euros, esta unidade dispõe de 79 quartos, dois restaurantes, bar, piscina exterior, spa Satsanga com salas de massagens, jacuzzi, banho turco, sauna e piscina interior e ainda duas salas de reuniões, um salão de eventos e claustro. Gerou 43 postos de trabalho diretos.

O Vila Galé Collection Elvas – Historic Hotel, Conference & Spa abre após a recuperação e reconversão do antigo convento de São Paulo. Exemplo da arquitetura setecentista, este imóvel da Ordem de São Paulo começou a ser construído em 1679 e ficou concluído em 1721. Com a extinção das ordens religiosas em Portugal, foi, ao longo dos anos, tribunal militar, quartel e casa de reclusão. Desde 2004 que estava desocupado e em avançada degradação.

Localizado em pleno centro histórico da cidade alentejana, entre muralhas junto ao baluarte poente, este hotel de quatro estrelas tem como tema as fortificações militares portuguesas espalhadas pelo mundo. Trata-se de uma alusão à história e à configuração de Elvas, considerada a maior fortificação abaluartada terrestre do mundo. A decoração dos quartos e zonas comuns conta com imagens e objetos inspirados nesta temática.

Paralelamente, foram feitas parcerias com entidades locais para expor algum do seu espólio com o objetivo de promover a região. Por exemplo, o Museu de Arte Contemporânea – Colecção António Cachola cedeu esculturas e quadros, incluindo obras dos artistas portugueses Vhils, Pedro Calapez, Pedro Proença e Sofia Areal. Está também exposto um telégrafo do Museu Militar, bem como estátuas e crucifixos do Museu dos Cristos de Sousel.

Enquanto cidade-quartel fronteiriça, o centro histórico de Elvas e as suas muralhas foram classificados como Património Mundial pela UNESCO em 2012.

“Há já alguns anos que nos dedicamos a reabilitar imóveis históricos que estavam degradados, dando-lhes uma nova utilização e uma nova vida. Com isso, queremos contribuir para manter a nossa história e valorizar o nosso património, porque o futuro do turismo e do país dependem disso, do que nos diferencia. Depois do Vila Galé Collection Palácio dos Arcos ou, mais recentemente, do Vila Galé Collection Braga, chegámos agora a Elvas, onde recuperámos o antigo Convento de São Paulo. É o primeiro projeto a abrir no âmbito do Revive, um programa ao qual aderimos desde o primeiro momento, precisamente devido à sua vertente de reabilitação de património”, explica o presidente do conselho de administração do grupo Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida.

“Com este novo hotel, pretendemos também ajudar a revitalizar Elvas, uma cidade que tem enorme potencial devido à sua história. Por outro lado, este é mais um passo na nossa ambição de puxar pelo interior do país, criando novos polos de atração e destinos turísticos”, reforça.

O Vila Galé Collection Elvas – Historic Hotel, Conference & Spa é o 34º hotel da Vila Galé, que tem agora 25 unidades em Portugal e nove no Brasil.

No âmbito do programa Revive, o grupo está também a desenvolver o Vila Galé Collection Alter Real, na Coudelaria de Alter do Chão, cuja abertura está prevista para 2020.

0

Portugal foi eleito o Melhor Destino Turístico Europeu pelo terceiro ano consecutivo pelos World Travel Awards, numa cerimónia que decorreu, este sábado, na Madeira.

Esta distinção foi atribuída pela primeira vez ao nosso país em 2017, renovada em 2018 e novamente atribuída em 2019, o que consolida o reconhecimento internacional de Portugal como destino turístico e mostra como estamos no top das preferências dos turistas internacionais. Além de Portugal, estavam nomeados para este prémio Áustria, Inglaterra, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Noruega, Espanha, Suécia, Suíça e Turquia.

No total, Portugal recebeu 39 prémios (mais três do que em 2018). Além do prémio de Melhor Destino Europeu, Lisboa recebeu o prémio de Melhor Destino de City Break e Melhor Porto de Cruzeiros, a Madeira foi eleita o Melhor Destino Insular, os Passadiços do Paiva ganharam o prémio de Melhor Projeto de Desenvolvimento Turístico e o Dark Sky Alqueva recebeu o Prémio Europeu de Turismo Responsável.

O Turismo de Portugal recebeu o prémio de Melhor Organismo Oficial de Turismo.

Para o Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, “é uma enorme satisfação receber o ‘óscar’ de Melhor Destino Europeu pelo terceiro ano consecutivo. Nos últimos anos, Portugal tem-se assumido como um destino imperdível e irresistível, e o facto de conquistarmos esta distinção de forma consecutiva mostra que a nossa estratégia está certa, dá frutos e é consistente.

É um orgulho especial ver que, depois de em março termos sido eleitos o Destino Mais Sustentável da Europa, continuemos a ganhar prémios de sustentabilidade, como acontece nos Passadiços do Paiva e no Dark Sky Alqueva. Estamos cada vez mais perto de sermos o destino mais sustentável do mundo”.

De recordar que Portugal foi eleito, em 2018, o Melhor Destino do Mundo pelo segundo ano consecutivo.

0
A TAP prossegue em ritmo seguro o seu ambicioso plano de expansão global, com foco particular no mercado norte-americano, tendo iniciado hoje os voos para Chicago O’Hare, o primeiro dos três destinos para onde a companhia começa a voar este mês de junho.
A Chicago, vão somar-se os voos entre Lisboa e San Francisco, inaugurados no próximo dia 10, e da capital portuguesa para a capital norte-americana, Washington, com início no dia 16.
A TAP quadruplica assim o número de destinos que serve na América do Norte, comparando com 2015, ano em que apenas voava para Newark e Miami. A Companhia oferece este ano um total de 8 destinos. Aos já referidos Newark e Miami, juntaram-se Boston, Toronto, Nova Iorque/JFK e agora Chicago, San Francisco e Washington.
Adicionalmente, a TAP reforçou também fortemente o número de voos semanais diretos entre o Porto e Newark, que aumentaram de dois para cinco, com a estreia mundial, também hoje, do novo Airbus A321neo Long Range a operar uma rota transatlântica, justamente entre o Porto e Newark.
“A inauguração destas novas rotas para os Estados Unidos tornam cada vez mais evidente a concretização e solidificação dos ambiciosos planos de modernização, crescimento, diversificação e expansão que temos para a TAP. Uma TAP muito mais forte é uma realidade que já é incontornável”, considerou Antonolado Neves, CEO da Companhia.
Este sólido crescimento da TAP é alicerçado num forte aumento e modernização da frota da Companhia, a única no mundo a voar atualmente toda a família de aviões da mais moderna geração da Airbus, os Neo.
A TAP tem uma encomenda de 71 novos aviões: 21 A330neo, 19 A320neo, 17 A321neo e 14 A321neo Long Range. A frota da TAP já cresceu 21 por cento desde 2015, mais do que qualquer outra companhia aérea europeia, de acordo com dados da Flight Global.
Segundo a Routes, a TAP é a companhia europeia que mais rapidamente cresce nos Estados Unidos nos últimos quatro anos, com um aumento médio por ano de 39 por cento de passageiros transportados, que comparam com um aumento médio de 19 por cento das principais concorrentes europeias. 
No acumulado de 2015 a 2018, a TAP aumentou 176,5 por cento o número total de passageiros transportados entre Portugal e a América do Norte.
Os voos para Chicago O’Hare partem de Lisboa às 13:05 e chegam a Chicago às 16:05. No sentido inverso, as partidas do aeroporto O’Hare verificam-se às 18:05 e a chegada ao aeroporto Humberto Delgado é às  7:50 do dia seguinte.

0

A AHP – Associação da Hotelaria de Portugal, no âmbito da estratégia de reforço da sua presença a nível nacional, designou, entre os membros do seu Conselho Geral, os seus representantes regionais para o triénio 2018-2021.

Raul Martins, presidente da AHP, afirma “a AHP tem vindo a crescer anualmente e em todo o país, só em 2018 crescemos 11% em número de associados. Pelo que o papel desempenhado pelos representantes regionais é fundamental, quer na divulgação e promoção da Associação, quer no trabalho de proximidade que temos vindo a desenvolver com as unidades hoteleiras que integram a AHP e que beneficiam diretamente dos nossos serviços e vantagens. Desenvolvem também um trabalho muito importante junto da AHP, são eles que nos dão a conhecer a realidade e os desafios específicos de cada região,  para além de nos representarem junto das autarquias locais, entidades regionais, escolas e demais stakeholders.”

No Norte, a AHP é representada por Manuel Proença, chairman do Grupo HOTI Hotéis. Na Região Centro, Luís Veiga, administrador executivo da Natura IMB HOTELS e do IMB Group mantém-se como representante da AHP para este mandato. Em Lisboa, este cargo é ocupado por Alexandre de Almeida, administrador do Grupo Alexandre de Almeida; no Alentejo por Lino Pereira Coelho, administrador da Évorahotel Investimentos Imobiliários e Turísticos, S.A.; e no Algarve a representação está a cargo de João Soares, administrador e diretor geral da Soares & Neto, Lda. – Dom José Beach Hotel, que já desempenhava esta função anteriormente. Na Região Autónoma da Madeira, a AHP é representada por Bruno Freitas, Savoy – Investimentos Turísticos, S.A., e no Arquipélago dos Açores, Fernando Neves, administrador da empresa Empreendimentos Turísticos do Colégio, mantém-se como responsável pela representação da Associação naquela região.

0

Dálio Calado, diretor de F&B, e João Alves, Chef Executivo, são as novas contratações do premiado resort no Algarve.

A oferta de uma experiência gastronómica divinal é uma das grandes apostas do Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort, no Algarve. Em linha com esta estratégia, o resort acaba de renovar a equipa de Food & Beverage com o objetivo de superar as expectativas de quem o visita.

Dálio Calado é o novo diretor de Food & Beverage. Com elevado conhecimento na gestão de operações de hotéis, resorts e restaurantes de luxo, Dálio será responsável pela implementação de novas ideias nos 11 restaurantes e bares do resort, bem como na área de eventos do Pine Cliffs Resort, com o intuito de criar experiências enriquecedoras em cada um dos diferentes conceitos da propriedade.

Antes de integrar a equipa do Pine Cliffs Resort, em fevereiro de 2019, Dálio tinha sob a sua gestão a maior operação de restauração do grupo Marriott nas Américas, com 14 outlets do JW Marriott Marco Island Beach Resort, Golf & Spa, na Flórida, onde foi distinguido com o prémio “America’s Restaurateur of the Year” pelo SABRE – Service Award for Bar & Restaurant Excellence.    

A equipa de F&B conta ainda com uma segunda nova contratação. João Alves assume a função de Chef Executivo doPine Cliffs Resort onde pretende continuar a desenvolver o seu estilo pessoal, conjugando a gastronomia tradicional com a cozinha internacional. João Alves será responsável pelos 11 restaurantes e bares do resort, entre os quais o recém-inaugurado Maré at Pine Cliffs, o restaurante e bar de praia do Pine Cliffs Resort, que apresenta uma carta fresca e renovada para este verão.

Com uma vasta experiência no mundo da gastronomia, João Alves passou pelo Caesar Park Penha Longa Golf & Resort, em Sintra, e pelo Corinthia Alfa Hotel. Em 2005 ingressou na equipa do restaurante Eleven, altura em que o espaço conquistou a primeira estrela Michelin. Em 2010 transitou para o Ritz Carlton Penha Longa & Golf Resort Hotel, tendo sido considerado “Europe Chef of the Year” em 2015. Entre 2016 e até ao momento, João Alves exerceu o cargo de Chef Executivo na empresa Food Story Catering & Events.

“A área de Food & Beverage é de extrema importância para o Resort. Esta é, sem dúvida, umas das nossas grandes apostas e estamos muito satisfeitos por podermos reunir na mesma equipa dois profissionais com excelentes perfis, uma vasta experiência e uma visão diferenciadora e criativa para os nossos outlets”, afirma Thomas Schoen, Diretor Geral do Pine Cliffs Resort.

0

Portugal foi hoje reeleito para um segundo mandato no Conselho Executivo da Organização Mundial do Turismo (OMT), renovando assim a presença no órgão de direção da OMT, obtendo 29 votos e ficando à frente de Turquia (26), Itália (25) e França (21).

A eleição foi assegurada durante a 64.ª Reunião da Comissão para a Europa da OMT, realizada em Zagreb, Croácia. Foi o ato eleitoral mais participado de sempre, com 41 votantes.

A reeleição de Portugal para o Conselho Executivo da OMT, que foi objeto de uma longa e intensa campanha diplomática e conseguida num pleito muito disputado, reconhece a afirmação internacional e o reconhecimento da estratégia que Portugal está a desenvolver no turismo.

Portugal foi eleito o Melhor Destino do Mundo pelo segundo ano consecutivo e é, hoje, considerado um ‘case study’ em termos de inovação e sustentabilidade. Portugal tem sido utilizado pela OMT como exemplo de país em que o turismo tem sido um instrumento essencial para o crescimento económico, criação de emprego e captação de investimento.

Já este ano, a OMT escolheu Portugal para iniciar a rede internacional de academias de formação no turismo e para realizar o primeiro Mayors Forum da OMT, que debateu os desafios da sustentabilidade do turismo nas cidades. 

Portugal foi o primeiro país parceiro no concurso mundial de startups no Turismo da OMT, estando três das startups vencedoras a desenvolver os seus projetos em Portugal.

O Conselho Executivo é o órgão máximo da OMT e é responsável por definir as prioridades de intervenção e o plano de atividades desta Organização. Portugal integra a OMT desde 1976, tendo sido eleito pela primeira vez para este órgão em 1985 e, posteriormente, em 2005. Esta é a primeira reeleição consecutiva de Portugal nesta importante estrutura.

Este segundo mandato tem uma duração de quatro anos.

0

O número de turistas portugueses que visitou a Tailândia, entre janeiro e abril, cresceu 7,69%, percentagem esta que contraria um crescimento negativo de 1,68% na Europa. Em termos absolutos, Portugal registou um aumento de 16.940 para 18.243 turistas nos primeiros quatro meses do ano, segundo dados oficiais do Ministério do Turismo da Tailândia .

Abril foi o mês com maior número de viajantes (5.737) traduzindo-se numa taxa de crescimento de 48,74% que se justifica pelo período de férias da Páscoa, bem como pela concentração de diversas feiras de turismo, que contribuíram para alavancar as vendas, nos meses antecedentes, como foi o caso da Exponoivos, da BTL, do Mundo Abreu e da Feira das Viagens que contaram com a presença ativa da Autoridade de Turismo da Tailândia na promoção do destino.

Em termos globais, no primeiro quadrimestre de 2019, o Turismo da Tailândia registou um crescimento modesto, de apenas 2,11%, tendo a Europa, o Médio Oriente e a Oceânia registado mesmo crescimentos negativos. As melhores performances tem-se registado na Ásia, principalmente nos países do Sul (+22,83%), e nalguns países da Europa como a Lituânia (21,25%), Ucrânia (19,25%), Polónia (15,11%), Uzbequistão (11,03%), Bulgária (8,01%) e Portugal (7,69%).

Em 2019 são esperados na Tailândia 40 milhões de turistas dos quais 7 milhões serão europeus. Portugal espera contribuir com 55.000 viajantes mantendo uma performance de crescimento percentual acima da média.