Novo filme promocional das Aldeias Históricas de Portugal nomeado para Melhor Filme de Turismo do Mundo

Depois de ter arrebatado o Ouro no Festival Internacional de Cinema de Turismo de África e conquistado a Prata no Festival Internacional de Cinema de Turismo, em Capadócia, na Turquia (ambos na categoria de Produtos Turísticos), o novo filme promocional das Aldeias Históricas de Portugal, “De Corpo e Alma”, está nomeado para Melhor Filme de Turismo do Mundo, na maior competição de filmes de turismo à escala mundial, os “World’s Best Tourism Film Awards – CIFFT Circuit”.

O filme, produzido pela Lobby Films and Advertising, é um dos finalistas na categoria “CIFFT “People’s Choice” Award 2021”, e enfrenta uma forte concorrência: há mais de 30 filmes a concurso, de destinos turísticos de todo o mundo!

Para vencer, o filme das Aldeias Históricas de Portugal precisa de ser o mais votado no site dos prémios CIFFT, em https://www.cifft.com/film/heart-and-soul, até 25 de outubro. O público pode votar todos os dias no seu filme preferido, uma vez por dia.

Esta nomeação demonstra, mais uma vez, a atratividade das 12 Aldeias Históricas de Portugal, não só para o turismo, como também para o universo das indústrias culturais e criativas. Aliás, este é um eixo estruturante na política de ativação e dinamização da Rede no domínio socioeconómico e que se pretende ver em crescimento na próxima década (Estratégia Aldeias Históricas de Portugal 2030), com vista à diversificação do tecido empresarial do território. Um objetivo que parte das competências já existentes e outras que estão a ser criadas por via do sistema científico instalado na região, com abordagem especializada nesta área.

Já premiado em festivais e com esta nomeação, o filme “De Corpo e Alma” reforça, assim, a sua importância enquanto ferramenta de comunicação das Aldeias Históricas de Portugal, tendo como objetivo uma maior notoriedade internacional do território.

Esta é uma iniciativa apoiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here