Portugal em destaque na 5.ª Expo Internacional de Turismo de Macau

Portugal em destaque na 5.ª Expo Internacional de Turismo de Macau

0

Portugal esteve em destaque na 5.ª Expo Internacional de Turismo de Macau (“MITE”) ao marcar presença com uma delegação composta pela diretora do Turismo de Portugal na China, Inês Almeida Garrett, pelo presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, representantes das Regiões de Turismo do Alentejo, Açores e Madeira, alguns operadores turísticos e jornalistas, para além do coordenador do Turismo de Macau em Portugal.

Durante a edição de 2017 da Expo Internacional de Turismo de Macau realizou-se o Seminário e Bolsa de Contactos de Turismo China – Portugal, tendo sido um dos destaques da Expo de Turismo, um seminário que pretendeu fortalecer e realçar o intercâmbio e cooperação dos operadores turísticos da China e Portugal e dos países de língua portuguesa, realçando o papel de Macau como plataforma sino-lusófona.

O Seminário e Bolsa de Contactos de Turismo China – Portugal, durante o qual foram feitas apresentações de promoção turística por parte da Direção dos Serviços de Turismo (DST), do Conselho para o Desenvolvimento Turístico de Fujian e do Turismo de Portugal, foi organizado pela DST e teve a participação de cerca de 120 operadores turísticos oriundos de Portugal, Japão, Coreia do Sul, Tailândia, Malásia, Indonésia, Índia, bem como do Interior da China, Hong Kong e da região de Taiwan.

Um seminário aproveitado pela diretora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, para referir e reforçar a posição de Macau como “uma importante plataforma de intercâmbio e cooperação entre a China e os países de língua portuguesa”, acrescentando ainda que “os voos diretos entre a China e Portugal serão lançados em breve, esperando continuar a ver no futuro mais novas rotas aéreas a aparecer, a serem criados diferentes produtos turísticos de viagens multidestinos, partilhando as fontes de visitantes.”

A 5.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau, que se realizou de 7 a 9 de julho, teve o apoio da CNTA, a organização da DST e a coordenação da Associação das Agências de Viagens impulsionar de Macau, tendo marcado presença um total de 303 empresas e entidades de turismo oriundas de 45 países e regiões, dos quais 19 são países abrangidos pela iniciativa de “Uma Faixa, Uma Rota”, e 20 são autoridades do turismo de províncias e cidades do interior da China.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply