Domingo, Fevereiro 23, 2020
Tags Post com a tag "TAP"

TAP

0

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, afirma que a TAP se sente “indignada por não poder crescer”. O gestor aponta, assim, o dedo à ANA Aeroportos por esta não fazer os investimentos necessários há mais de dois anos e de ainda não haver sequer um planeamento de realização ou conclusão das obras na pista e das saídas rápidas do Aeroporto Humberto Delgado.

“A TAP tomou uma decisão. A TAP vai parar de crescer, porque a TAP não está mais disposta a investir contando que alguma coisa vai acontecer”, anunciou em conferência de imprensa, esta quita-feira, em Lisboa, acrescentando ainda que a companhia aérea portuguesa “vai deixar de investir. A Portela é o pior aeroporto do mundo e vai piorar no próximo ano e no seguinte”.

Antonoaldo Neves mostrou-se preocupado com o facto de ter tido necessidade esta semana de cancelar 1500 voos para o próximo verão por falta de slots, embora tenha garantido que todos os passageiros dos voos cancelados “vão ser protegidos” e deixou no ar a questão: “Como é que eu posso fazer o meu próximo planeamento estratégico se eu não sei se vou ter os ‘slots’?”.

Raffael Quintas, da comissão executiva da TAP, que também participou da conferência de imprensa, deu a conhecer que, apenas em 2019, a transportadora aérea foi lesada durante 35 dias de operação limitada causada por nevoeiro e mais 129 dias por causa de exercícios militares realizados em torno do aeroporto, originando o pagamento de indemnização aos passageiros por causa dos atrasos.

“Mais de metade do ano estamos limitados por restrições operacionais que existem na Portela”, referiu Antonoaldo Neves, relembrando que este aeroporto “tem de ser equacionado”. E uma vez mais apontando o dedo à ANA Aeroportos disse: “Não faz sentido o aeroporto não ter ILS [sistema de apoio à navegação] no topo das duas pistas para ajudar os pilotos nos dias de nevoeiro. A pista 03 não tem ILS”.

O responsável assegura que “é importante trabalhar na melhoria da Portela, porque isso representa custo para a TAP e para o turismo”, mostrando estarem “disponíveis para ajudar a encontrar soluções”.

0

O aumento de frequências da TAP para Telavive já tem data marcada. A partir de abril a companhia passa a oferecer dois voos diários, em vez de um, em todos os dias da semana na rota Lisboa-Telavive, que abriu no ano passado, e “é um sucesso comprovado”, motivo pelo qual a ompanhia aposta agora no reforço de frequências.

Segundo nota enviada a imprensa, esta manhã, pela companhia, “este é um feito assinalável, uma vez que não é comum na indústria uma nova rota quase duplicar a sua oferta logo no segundo ano de operação”.

A TAP iniciou os voos entre Lisboa e Telavive em abril de 2019, com sete frequências semanais, aumentando agora, no período da Páscoa, para 14 frequências semanais. A partir de abril, esta rota conta com voos bidiários todos os dias. O primeiro voo parte da capital portuguesa pelas 10h15, tendo chegada a Telavive às 17h25, hora local. E o segundo voo do dia parte às 14h20, tendo chegada a Telavive, em hora local, às 21h30.

No sentido inverso, de Telavive para Lisboa, o primeiro voo parte às 05h05, em hora local, e chega a Portugal pelas 09h25. O último voo do dia parte de Telavive às 18h25 e tem hora de chegada prevista a Lisboa às 22h20.

Já em maio, a companhia oferece duas frequências no mesmo dia, às segundas, quartas, sextas e domingos.

Desde o início dos voos para Telavive e até ao final de 2019, foram transportados nesta rota cerca de 80 mil passageiros. Na mesma nota pode-se ler que “muita da procura verifica-se no mercado de Israel e nas Américas. Grande parte dos bilhetes têm sido comprados também nos mercados dos Estados Unidos da América e Brasil, com passageiros que pretendem fazer turismo religioso a pontos de interesse da religião e história judaicas a aproveitarem também o programa Portugal Stopover da TAP, que permite aos passageiros em ligação ficarem em Portugal até cinco dias sem custos adicionais, para conhecerem e visitarem alguns dos pontos de interesse judeu em Portugal”.

Os voos desta rota são operados pelo moderno A321 Long Range, permitindo assim melhor conectividade de Israel com os Estados Unidos e Brasil.

Como indicador da elevada adesão à nova ligação da TAP, pode referir-se que desde o início da operação de voos diretos entre Lisboa e Telavive, o número de refeições kosher servidas mensalmente a bordo dos aviões da companhia triplicou.

0

A afirmação é de Diogo Lacerda Machado, presidente da comissão de estratégia da TAP.

O profissional, que participava no painel “Game Changing: A Transformação da Indústria da Aviação”, inserido no 31º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, que termina hoje em Viana do Castelo, em substituição do CEO da TAP, Antonoaldo Neves, disse esta afirmação no seguimento de ter adiantado que “a TAP passou de uma oferta de 279 mil assentos em Faro, em 2018, para 400 mil assentos este ano  ou seja, um crescimento de 43%.

Segundo Diogo Lacerda Machado, “esta é uma oferta que cresceu significativamente”, mas assegura: “tenho dúvidas de que vá crescer mais”.

Desta forma, “a TAP está a aumentar a oferta em Faro, entre outras razões, porque não conseguimos esticar mais em Lisboa. É muito difícil aumentar a oferta em Faro, no limite, só aumentando o tamanho do avião”, considerou.

Diogo Lacerda Machado deixou ainda a garantia de que “a TAP não vai mais servir destinos sem procurar dinheiro e sem procurar que sejam rentáveis”.

Assegurando que “o dono do futuro da TAP é o Estado português”, Diogo Lacerda Machado, embora tenha dito que a Transportadora aérea portuguesa “já se financia sozinha, sem o apoio do Estado” e vai passar a “ganhar dinheiro sustentadamente”.

José Lopes, country manager para Portugal da easyjet, que também fez parte do painel, começou por demonstrar por números como a companhia low-cost está bem e recomenda-se, e certificou que estão na Madeira para “continuar a crescer”.

“Deixem-nos crescer e não nos queiram expulsar, como alguns políticos querem fazer”, apelou.

Franciso Pita, administrador da ANA-Aeroportos de Portugal, marcou igualmente presença e

Já Franciso Pita, administrador da ANA – Aeroportos de Portugal, que fez uma análise mais profunda do movimento dos aeroportos nacionais, afiançou que “entre as prioridades da ANA está a construção do novo aeroporto do Montijo e a ampliação da Portela, e o aumento da capacidade de pista do aeroporto do Porto”.

O administrador disse que “estamos num bom ponto de partida a trabalhar sobre esta base de diversificação de mercados”, retificando que “foi o crescimento do turismo que alavancou o tráfego dos aeroportos portugueses”. Para Francisco Pita “foi um crescimento sustentado e diversificado, embora o top 10 não tenha sofrido grandes alterações, vemos mudanças fora desse top, sobretudo em mercados como os Estados Unidos, Canadá, China e Coreia do Sul. No final deste ano, os Estados Unidos, que estão a crescer mais 20%, vão entrar no top 10”.

*A VIAJAR MAGAZINE em Viana do Castelo a convite da AHP

0

A TAP transportou no mês de agosto mais de 1,7 milhões de passageiros, mais 174 mil do que no mesmo mês do ano passado, ou seja um crescimento de 11,3 por cento, alcançando assim o recorde do melhor agosto de sempre em número de clientes transportados.

Entre janeiro e agosto, a Companhia já transportou mais de 11 milhões e 300 mil passageiros, um aumento de 6,7 por cento face a igual período do ano passado.

A recuperação do mercado brasileiro influenciou o aumento consecutivo no número de passageiros transportados nas rotas do Brasil, que continua a mostrar sinais de recuperação. Depois de um primeiro trimestre com pouca procura (menos 6,9 por cento de passageiros transportados face a igual período do ano anterior), agosto consolida a tendência do aumento da procura deste mercado, já observada no segundo trimestre e em julho. Nesse mês, a TAP transportou mais 10,9 por cento do que no mesmo mês do ano passado e, em agosto, a diferença foi de mais 11,2 por cento, o que representa um acréscimo de 17 mil passageiros em relação a 2018, para um total de 170 mil Clientes transportados.

O maior aumento, em valor absoluto, foi na Europa com mais 79 mil passageiros transportados, crescendo 8,5 por cento face a período homólogo. Seguindo-se a América do Norte com mais 39 mil passageiros, um crescimento de 51,7 por cento, tendo este mercado a maior percentagem de crescimento em relação a igual período do ano passado. Só entre janeiro e agosto, a TAP transportou para Portugal mais 35 mil passageiros provenientes da América do Norte que ficaram pelo menos uma noite no País.   

Nos voos para e de África, a TAP transportou um total de 134 mil passageiros, mais 17,3 por cento em relação ao ano passado.

O mês de agosto foi o mês em que a Companhia transportou mais passageiros nas rotas dos Açores e da Madeira. A Companhia alcançou os 165 mil passageiros no conjunto das rotas de e para as Regiões Autónomas, registando um aumento de 10 por cento.

As novas rotas inauguradas pela TAP este ano contribuíram com mais 99 mil passageiros transportados na rede da Companhia ao longo de Agosto. Na Europa, as novas rotas contribuíram com mais 56 mil passageiros, no Atlântico Norte, com mais 29 mil e, no Médio Oriente (Telavive), com mais 9 mil.

Depois de se ter registado no primeiro trimestre um ligeiro decréscimo no número de passageiros transportados (-0,3% face ao período homólogo), no segundo trimestre, o número de passageiros transportados cresceu 8,9 por cento face ao período homólogo. Em julho, o aumento foi de 11 por cento. O mês de agosto manteve um nível de crescimento da mesma grandeza. No acumulado do ano, o aumento de passageiros em relação a igual período do ano passado é já superior a 700 mil.

Confirma-se assim a tendência de recuperação do resultado de crescimento de passageiros observada no segundo trimestre.

0

Conhecer Berlim, Estocolmo, Helsínquia, Moscovo, Oslo e Rio de Janeiro é agora mais fácil com a nova campanha da TAP, El Avión de Papel. Só este fim de semana, dias 20 e 21 de julho, a Companhia oferece 10% de desconto nas viagens para os seis destinos mais procurados desta temporada.

Os descontos estão disponíveis para viagens, entre os dias 15 de setembro e 15 de dezembro deste ano, com destino Berlim, Estocolmo, Helsínquia, Moscovo, Oslo e Rio de Janeiro e compradas exclusivamente através do site  www.flytap.com. A promoção é válida quando introduzido o promocode referente à campanha que será divulgado nas redes sociais e do site da companhia.

TAP desafia Clientes a desvendar promocode no Instagram e no Facebook

A companhia desafia os seus seguidores a traçarem os seus planos de fuga para as cidades mais procuradas desta temporada antes do início oficial da campanha. Desde sábado, dia 13 de julho, que a TAP está a lançar pistas sobre o promocode nas stories do seu perfil de Instagram oficial. A missão dos seguidores é unir as letras escondidas nas stories de forma a construírem ocódigo promocional. Todos os posts feitos desde então estão reunidos num highlight com o título “El Avion de Papel”. A última pista será desvendada esta sexta-feira, dia 19 de julho.

No Facebook o desafio será diferente. Os seguidores têm que responder às questões colocadas nas publicações da página oficial da TAP e quem acertar será redirecionado para uma nova publicação que dará as sílabas que constituem o promocode.

Os seguidores da TAP, das duas redes sociais, que desvendarem, já esta sexta-feira, o promocode serão os primeiros a embarcar na aventura, podendo utilizar de imediato o código de desconto na compra de viagens para os destinos abrangidos pela campanha.

Todas as informações sobre as vantagens da campanha Avião de Papel encontram-se disponibilizadas no website da TAP Air Portugal e podem ser consultadas em https://www.flytap.com/pt-pt/promo/aviao-de-papel  . 

0

A TAP inaugurou esta quarta-feira a sua nova rota que liga Lisboa a Conacri com três voos por semana.

Os voos da TAP partem de Lisboa às quartas, sextas e domingos às 19h15, com chegada a Conacri às 22h55 e, no sentido inverso, partem da capital da Guiné Conacri às 23h45 dos mesmos dias da semana, com chegada à capital portuguesa às 05h10 (horas locais) do dia seguinte.

Os voos entre Lisboa e Conacri estão disponíveis desde 299 euros (ida), com todas as taxas incluídas. Para os Clientes TAP Miles & Go, as viagens para Conacri estão disponíveis a partir de  23.500 milhas, one-way Conacri é um dos grandes centros urbanos da África Ocidental, onde o ideal é deixar-se levar pelo espírito algo caótico da cidade. Não muito longe, é fácil encontrar verdadeiros paraísos. As Îles de Los – do português “Ilhas dos Ídolos” – são a opção mais fácil de fugir do caos urbano. Num estado quase selvagem, as ilhas oferecem paisagens que incluem florestas verdejantes e praias incríveis. Pode encontrar mais informações sobre este destino em https://www.flytap.com/pt-pt/destinos/guine/conacri.

Com o início desta nova rota para o continente africano, a TAP passa a integrar na sua rede de destinos um total de 17 cidades africanas em 11 países: além de Conacri (Guiné Conacri), também Luanda (Angola), Maputo (Moçambique), S. Tomé (S. Tomé e Príncipe), Bissau (Guiné Bissau), Praia, Sal, São Vicente e Boa Vista (Cabo Verde), Marraquexe, Casablanca, Tânger e Fez (Marrocos), Dakar (Senegal), Abidjan (Costa do Marfim), Accra (Gana) e Lomé (Togo).

A TAP mantém assim a rota de forte expansão e crescimento em todos os mercados onde atua. Em 2018, as rotas africanas operadas pela TAP tiveram um aumento considerável do número de passageiros, tendo sido transportados mais 116 mil do que em 2017, para um total de 1,1 milhões de passageiros, o que representa um crescimento de 11,2 por cento face ao ano anterior.

0

A TAP liga diretamente o Porto a Bruxelas a partir de hoje. Com duas frequências diárias, os voos para a capital da Bélgica saem do Porto às 07:00 e às 17:35, com chegada a Bruxelas às 10:30 e 21:05, respetivamente.

As viagens Porto-Bruxelas estão disponíveis a partir de 41 euros, preço de ida com taxas incluídas. Para clientes TAP Miles&Go, o voo Porto-Bruxelas pode ser adquirido a partir de 7500 milhas.  

Esta é uma semana especial para a companhia na cidade do Porto. Para além da inauguração da rota Porto-Bruxelas, a TAP celebra esta terça-feira os 30 anos da sua base na Invicta.  

A 1 de Setembro, a TAP vai ainda inaugurar mais duas novas rotas à partida do Porto, Lyon e Munique. Com este reforço das rotas a partir do Aeroporto do Porto, a TAP vai passar a operar 19 rotas diretas do Porto para a Europa, para os Estados Unidos e também para o Brasil. Um total de 288 frequências semanais, o que representa um aumento de cerca de 25% face às 234 frequências operadas a partir do Porto em 2015, antes da privatização.

As novas rotas que a TAP inaugurará este ano a partir do Porto, representam um aumento de 34% de ligações diretas do Porto à Europa, comparativamente com o ano passado. Ainda assim, recorde-se que, em 2018, a Companhia já tinha aumentado o número de ligações à Europa, com o arranque da operação para Barcelona, Londres (Aeroporto de London City), Milão e Ponta Delgada.

Este investimento da TAP no Porto é também possível graças ao reforço de aeronaves. A TAP receberá 37 novos aviões até ao final deste ano e 71 até 2025. A nova frota permite à Companhia voar para novos destinos e reforçar frequências. Na América do Norte, São Francisco, Washington e Chicago são os novos destinos já em operação. Nápoles, Tenerife, Telavive, Dublin e Basileia são as rotas na sua rede de médio curso que a TAP já inaugurou em 2019.

0
A TAP prossegue em ritmo seguro o seu ambicioso plano de expansão global, com foco particular no mercado norte-americano, tendo iniciado hoje os voos para Chicago O’Hare, o primeiro dos três destinos para onde a companhia começa a voar este mês de junho.
A Chicago, vão somar-se os voos entre Lisboa e San Francisco, inaugurados no próximo dia 10, e da capital portuguesa para a capital norte-americana, Washington, com início no dia 16.
A TAP quadruplica assim o número de destinos que serve na América do Norte, comparando com 2015, ano em que apenas voava para Newark e Miami. A Companhia oferece este ano um total de 8 destinos. Aos já referidos Newark e Miami, juntaram-se Boston, Toronto, Nova Iorque/JFK e agora Chicago, San Francisco e Washington.
Adicionalmente, a TAP reforçou também fortemente o número de voos semanais diretos entre o Porto e Newark, que aumentaram de dois para cinco, com a estreia mundial, também hoje, do novo Airbus A321neo Long Range a operar uma rota transatlântica, justamente entre o Porto e Newark.
“A inauguração destas novas rotas para os Estados Unidos tornam cada vez mais evidente a concretização e solidificação dos ambiciosos planos de modernização, crescimento, diversificação e expansão que temos para a TAP. Uma TAP muito mais forte é uma realidade que já é incontornável”, considerou Antonolado Neves, CEO da Companhia.
Este sólido crescimento da TAP é alicerçado num forte aumento e modernização da frota da Companhia, a única no mundo a voar atualmente toda a família de aviões da mais moderna geração da Airbus, os Neo.
A TAP tem uma encomenda de 71 novos aviões: 21 A330neo, 19 A320neo, 17 A321neo e 14 A321neo Long Range. A frota da TAP já cresceu 21 por cento desde 2015, mais do que qualquer outra companhia aérea europeia, de acordo com dados da Flight Global.
Segundo a Routes, a TAP é a companhia europeia que mais rapidamente cresce nos Estados Unidos nos últimos quatro anos, com um aumento médio por ano de 39 por cento de passageiros transportados, que comparam com um aumento médio de 19 por cento das principais concorrentes europeias. 
No acumulado de 2015 a 2018, a TAP aumentou 176,5 por cento o número total de passageiros transportados entre Portugal e a América do Norte.
Os voos para Chicago O’Hare partem de Lisboa às 13:05 e chegam a Chicago às 16:05. No sentido inverso, as partidas do aeroporto O’Hare verificam-se às 18:05 e a chegada ao aeroporto Humberto Delgado é às  7:50 do dia seguinte.

0

De janeiro até ao dia de hoje, a TAP transportou no total das suas linhas 4,9 milhões de passageiros, o que traduz um crescimento de 100 mil passageiros face a igual período do ano passado.

O forte crescimento no número de passageiros transportados registado pela TAP nos meses de abril e maio permitiu recuperar a quebra de tráfego registada no primeiro trimestre do ano, atribuível sobretudo ao facto de, em 2018, a semana da Páscoa, um dos períodos de pico de tráfego anual, ter sido ainda no primeiro trimestre do ano e, em 2019, ter caído já em pleno mês de abril, no segundo trimestre.

Mantém-se desta forma o rumo de crescimento da TAP, que será agora reforçado com a abertura no final de Março das novas rotas para Dublin, Telavive e Basileia e, no mês de junho, para Chicago, S. Francisco, Washington, Nápoles e Tenerife, em julho de Lisboa para Conacri e do Porto para Bruxelas e, em outubro, do Porto para Lyon e Munique e de Lisboa para Banjul.

0

O Airbus A321 Long Range é uma das mais recentes aquisições da TAP, que faz da Companhia a primeira do mundo a operar em simultâneo os dois aviões de nova geração da Airbus, que fazem voos transatlânticos: A330neo e A321LR. Apesar de ser um avião da família narrow body, que habitualmente opera rotas de médio curso, este avião tem características inovadoras, permitindo efetuar rotas de maior alcance, oferecendo aos passageiros o conforto premium de um avião do longo curso.

Com 16 assentos full flat em executiva, quatro deles individuais, oferece também mais espaço em económica, equivalente ao disponível no Airbus A330neo, com cadeiras ergonómicas e espaçosas e um sistema de entretenimento e conectividade a bordo que permite o envio gratuito e ilimitado de mensagens escritas.

O primeiro A321LR da TAP, o CS-TXA, já se encontra em operação em rotas europeias, mas desde quarta-feira, 22 de maio, está registado para iniciar também voos nas rotas de Telavive e Nova Iorque.

A capacidade para operar voos transatlânticos é uma mais valia do Airbus A321LR, da qual a TAP pode tirar o máximo partido, fruto da posição geográfica de Portugal, que permite a este avião operar, quer para a costa leste dos Estados Unidos quer para o nordeste do Brasil, a partir do Porto ou Lisboa.

A frota da TAP ganha assim mais flexibilidade, que será útil à Companhia já este verão, com o incremento de passageiros previsto com a abertura de novas rotas e aumento de frequências.

Ao longo dos últimos 12 meses, a TAP tem vindo a fazer vários investimentos com vista a melhorar a sua operação. A Companhia tem vindo a contratar mais pessoas, quer para as suas operações de voo (pilotos e tripulantes de cabina) quer para posições nos aeroportos, designadamente mais 70 turnaround coordinators, responsáveis pela coordenação em terra das atividades associadas à rotação de um avião entre diferentes voos.      

Por outro lado, a TAP tem vindo a assegurar a existência de três aviões de reserva (dois de médio e um de longo curso), para fazer face a irregularidades.  

Os vários investimentos que a companhia tem feito no reforço de pessoal e equipamentos, bem como o seu foco na melhoria da pontualidade, já têm vindo a dar resultados ao longo deste ano. A percentagem de cancelamentos de voos desde o início deste ano diminuiu 75% face ao ano passado, o que coloca a TAP melhor do que a média da indústria.  

No geral, os atrasos provocados por fatores internos melhoraram todos significativamente, nomeadamente atrasos por motivos de handling (-35%) e por tripulação (-54%). A pontualidade de Janeiro a Maio, face ao mesmo período do ano passado, apresentou uma melhoria de sete pontos percentuais, no acumulado, registando vários meses com níveis superiores a 80%, com exceção para períodos de condicionamento por meteorologia ou por capacidade do aeroporto.

“Estamos preparados para o verão. Fizemos a nossa parte. Melhorámos em tudo aquilo que depende da TAP. Estamos animados com as reservas de passagens para este verão e confiantes que as medidas que tomámos nos últimos 12 meses nos permitirão ter um verão muito melhor que o do ano passado”, afirma Antonoaldo Neves, CEO da TAP.