Domingo, Março 24, 2019
Tags Post com a tag "TAP"

TAP

0

A TAP, à semelhança do que já fez em Portugal, decidiu agora estender o seu programa de Stopover a alguns dos destinos para os quais tem rotas no Brasil.

O memorando de entendimento, entre a TAP e os Estados brasileiros do Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Ceará e Distrito Federal de Brasília, foi assinado durante a BTL pelo presidente da companhia aérea portuguesa, Antonoaldo Neves, e por representantes de cada um daqueles Estados.

Este programa, à semelhança de Portugal, tem por objetivo incentivar os passageiros que viagem da Europa a fazerem uma paragem antes de chegarem ao seu destino final.

“O que pretendemos é que um passageiro que viagem para São Salvador, na Bahia, possa por exemplo ficar antes uns dias no Rio de Janeiro para aproveitarem melhor a viagem”, referiu o responsável, adiantando ainda que “o programa Stopover teve um sucesso tão grande em Portugal”, e que no Brasil “vai também contribuir para o turismo em Portugal através da junção do Stopover Brasil com o da Europa”.

O passageiros que viagem com a TAP poderão passar a ficar entre uma e cinco noites no Rio de Janeiro, São Salvador, Recife, Fortaleza ou Brasília, seguindo depois para o seu destino final no Brasil sem que para isso tenham que pagar alguma penalização.

0

A TAP vai começar a voar entre Lisboa e Conacri a partir de dia 3 de julho, com uma oferta de três voos por semana entre as duas capitais.

Os voos, que partem de Lisboa às quartas, sextas e domingos às 19h25, com chegada a Conacri às 23h10 e no sentido inverso partem da capital da Guiné Conacri às segundas, quintas e domingos, às 00h05, com chegada à capital portuguesa às 05h30 (horas locais) já foram colocados à venda pela transportadora.

Com o início desta nova rota para o continente africano, a TAP passará a voar para um total de 17 cidades africanas em 11 países: além de Conacri (Guiné Conacri), também Luanda (Angola), Maputo (Moçambique), S. Tomé (S. Tomé e Príncipe), Bissau (Guiné Bissau), Praia, Sal, São Vicente e Boa Vista (Cabo Verde), Marraquexe, Casablanca, Tânger e Fez (Marrocos), Dakar (Senegal), Abidjan (Costa do Marfim), Accra (Gana) e Lomé (Togo).

A TAP mantém assim a rota de forte expansão e crescimento em todos os mercados onde atua. Em 2018, as rotas africanas operadas pela TAP tiveram um aumento considerável do número de passageiros, tendo sido transportados mais 116 mil do que em 2017, para um total de 1,1 milhões de passageiros, o que representa um crescimento de 11,2 por cento face ao ano anterior.

0

As rotas espanholas representam 12,1% de todo o tráfego transportado pela TAP. O mercado espanhol, de enorme importância para a Transportadora Aérea Portuguesa,  representa, hoje, 7,8% do total do tráfego transportado pela Companhia. Destacam-se as ligações que o hub de Lisboa possibilita à restante rede TAP, nomeadamente para a América do Norte, Brasil, Venezuela e África, não esquecendo os Açores e a Madeira.

A TAP opera um total de 201 frequências semanais entre Portugal e Espanha, com partidas de Lisboa para Alicante, Barcelona, Bilbao, Gran Canária, Madrid, Málaga, Sevilha, Valência e, a partir de junho, para Tenerife e com partida do Porto para Barcelona e Madrid.

Para este ano, a TAP já anunciou novos reforços na operação entre Portugal e Espanha, nomeadamente o novo voo diário que vai ligar Lisboa e Tenerife a partir de 15 de junho, com partidas de Tenerife Sul às 12h45 e chegadas a Lisboa às 15h00 e, no sentido contrário, partidas de Lisboa às 09h30, com os voos a aterrarem em Tenerife Sul às 12h00.

A TAP, que está presente na feita da Fitur, a decorrer em Madrid, até ao próximo domingo, 27 de janeiro.

0

A TAP começou esta segunda-feira a operação de voos comerciais do segundo e terceiro Airbus A330-900neo da sua frota, que têm as matrículas CS-TUC e CS-TUD, com ambos a realizarem o voo com partida de Lisboa e destino ao aeroporto de Guarulhos, em  S. Paulo.

Os Airbus A330-900neo CS-TUC e CS-TUD juntam-se assim ao avião do mesmo modelo com a matrícula CS-TUB, que a TAP estreou a nível mundial em voos comerciais o mês passado.

A TAP Air Portugal é a única companhia aérea do mundo que já beneficia dos muitos atributos desta aeronave, de maior alcance, e da sua nova versão da cabina Airspace, que representa um novo conceito ajustado à ambição da Companhia de oferecer o melhor produto da indústria aos seus Clientes. Até ao final de 2019, a TAP receberá um total de 19 aviões Airbus A330-900neo.

A Companhia é também pioneira ao oferecer neste avião mensagens de texto ilimitadas grátis, viawifi, em voos transatlânticos, sem qualquer custo e para todos os passageiros.

Além de um sistema de entretenimento a bordo e conectividade de última geração, com wifidisponível, o Airbus A330-900neo tem 298 assentos dispostos numa confortável configuração de cabina com três classes: 34 assentos em executiva, 96 em classe económica plus e 168 em classe económica. A nova cabina Airspace by Airbus, entre outras novidades, oferece mais espaço a cada Cliente, compartimentos de bagagem maiores e um inovador sistema de iluminação de cabina. O novo avião veio para reforçar e expandir a operação do longo curso da TAP. 

O Airbus A330-900neo é uma aeronave de vanguarda. O novo avião incorpora a última geração de motores Rolls-Royce Trent 7000, altamente eficientes e uma nova asa de maior envergadura com otimização 3D e com novos sharklets para proporcionar o melhor desempenho aerodinâmico. Em conjunto, estes avanços trazem uma redução significativa no consumo de combustível na ordem dos 10-12% em comparação com aeronaves concorrentes de tamanho similar que pertencem à geração anterior.

A TAP recebe 37 novas aeronaves até ao final deste ano e 71 até 2025,  ficando assim com uma das frotas mais modernas do mundo.

Esta renovação e crescimento da frota tem permitido à Companhia anunciar novos destinos e mais frequências. Na América do Norte, São Francisco, Washington e Chicago são os novos destinos já à venda, juntando-se a Nova Iorque – JFK, Nova Iorque- Newark, Boston e Miami, à partida de Lisboa, e Nova Iorque- Newark à partida do Porto, além de Toronto, no Canadá.

Nápoles, Tenerife, Telavive, Dublin e Basileia são outros novos destinos que a TAP já anunciou para 2019.

0

A TAP recebeu hoje em Lisboa mais dois Airbus A330-900neo que se irão juntar à aeronave deste modelo que a Companhia portuguesa já está a utilizar, em estreia mundial, nos voos para o Brasil.

A TAP tornou-se em dezembro a primeira companhia aérea do mundo a oferecer aos seus clientes as características económicas imbatíveis, de maior alcance e eficiência, e a nova cabina Airspace. É um novo conceito ajustado à ambição da Companhia de oferecer o melhor produto da indústria aos seus Clientes, proporcionado pelo Airbus A330-900neo.

A Companhia é também pioneira ao oferecer neste avião mensagens de texto ilimitadas grátis, via wi-fi, em voos transatlânticos, sem qualquer custo e para todos os passageiros.

Além das três aeronaves já entregues, até ao final de 2019, a TAP receberá mais 16 aviões Airbus A330-900neo.

Além de um sistema de entretenimento a bordo e conectividade de última geração, com wifi disponível, o Airbus A330-900neo tem 298 assentos dispostos numa confortável configuração de cabina com três classes: 34 assentos em executiva, 96 em classe económica plus e 168 em classe económica. A nova cabina Airspace by Airbus, entre outras novidades, oferece mais espaço a cada Cliente, compartimentos de bagagem maiores e um inovador sistema de iluminação de cabina. O novo avião veio para reforçar e expandir a operação do longo curso da TAP.

O Airbus A330-900neo é uma aeronave de vanguarda. O novo avião incorpora a última geração de motores Rolls-Royce Trent 7000, altamente eficientes e uma nova asa de maior envergadura com otimização 3D e com novos sharklets para proporcionar o melhor desempenho aerodinâmico. Em conjunto, estes avanços trazem uma redução significativa no consumo de combustível na ordem dos 10-12% em comparação com aeronaves concorrentes de tamanho similar que pertencem à geração anterior.

A TAP recebe 37 novas aeronaves até ao final deste ano e 71 até 2025,  ficando assim com uma das frotas mais modernas do mundo.

Esta renovação e crescimento da frota tem permitido à Companhia anunciar novos destinos e mais frequências. Na América do Norte, São Francisco, Washington e Chicago são os novos destinos já à venda, juntando-se a Nova Iorque – JFK, Nova Iorque- Newark, Boston e Miami, à partida de Lisboa, e Nova Iorque- Newark à partida do Porto, além de Toronto, no Canadá.

Nápoles, Tenerife, Telavive, Dublin e Basileia são outros novos destinos que a TAP já anunciou para 2019.

0

A TAP tenciona aumentar o número de voos semanais entre Portugal e Angola, em mais dois ou três, ao que tudo indica antes do próximo verão. A notícia foi avançada pelo presidente executivo da companhia, Antonoaldo Neves, esta quinta-feira, dia 13 de dezembro, no anual almoço de Natal com a comunicação social.

“Vamos aumentar as frequências para Angola, entre duas e três frequências, não está ainda definido. Estamos a receber os aviões e o anúncio do reforço de frequências vem junto com a confirmação de aeronaves. A data indicativa é antes do Verão, para que no Verão já tenha mais frequências”, afirmou Antonoaldo Neves, embora frisando que é meramente “indicativo”.

No que respeita à transferência de divisas retidas no país pelo governo angolano, Antonoaldo Neves garantiu que já conseguiram recuperar “quase 70% dos recursos” e garantiu que isso “deu um conforto muito grande de que operamos num país onde a repatriação é um processo normal”.

Para o empresário, esta é hoje “uma operação totalmente normal, quando no passado não havia autorização na frequência que há este ano para repatriar os recursos que são necessários para pagar todos os investimentos que temos aqui”.

No entanto, a aposta da TAP em África não recai apenas em Angola. Antonoaldo Neves assegurou que é intenção da companhia voltar a voar para a África do Sul, embora não ainda em 2019.

“A TAP tem intenção de voltar à África do Sul, mas não vai ser no ano que vem, não está no nosso plano de destino. Mas falei aqui hoje de 40 destinos que mapeámos e a África do Sul é um deles”, referiu.

No que respeita ao médio curso, o gestor adiantou que poderão surgir novidades no próximo ano para o continente africano.

Quanto a voos de longo curso, São Francisco, Chicago, Washington e Telavive serão os únicos a serem lançados em 2019 pela TAP, garantiu o responsável.

0

A TAP vai passar a voar entre Lisboa e São Francisco, nos EUA, a partir de 10 de Junho, avançou, esta quinta-feira, 13 de dezembro, David Neeleman, acionista da TAP, no anual jantar de Natal da companhia com a comunicação social, apesar do primeiro-ministro António Costa já ter feito referencia a esta nova operação para o próximo verão, na sua recente visita aos EUA.

David Neeleman disse que a ligação entre Lisboa e a cidade californiana, situada na costa Oeste do país, será realizada cinco vezes por semana, às segundas, terças, quintas, sábados e domingos, no novo A330-900neo, saindo da capital portuguesa às 10h00 e chegada a São Francisco às 14h40, hora local. O regresso será às 16h10, hora local,  com chegada a Lisboa às 11h25 do dia seguinte.

A esta rota para São Francisco vêm juntar-se outras duas para Chicago e Washington, anunciadas no final de novembro por Neeleman nos EUA, com inicio a 1 e 16 de junho, respetivamente, e para as quais o empresário de aviação afirmou já terem sido vendidas “cinco mil passagens” no conjunto das duas rotas.

A operação para São Francisco será pioneira de um novo serviço a bordo nos voos de longo curso da TAP. Em comunicado chegado ontem às redações, a companhia assegura que será a primeira da Europa a disponibilizar o envio gratuito de mensagens escritas ilimitadas, exclusivamente através de wifi, a bordo dos voos intercontinentais.

“A TAP vai ser a primeira companhia do mundo a voar o avião mais eficiente e mais confortável do mundo e inova também ao proporcionar que todos os passageiros estejam sempre ligados. A TAP vai ser pioneira a oferecer mensagens de texto ilimitadas via wifi em voos transatlânticos”, afirma Antonoaldo Neves no comunicado.

No mercado da América do Norte, a TAP passou de três rotas, em 2015, para nove rotas atualmente, aumentando as frequências semanais de 16 para 56.

Às novas rotas acrescenta-se também o reforço das frequências do Porto para Newark, para seis frequências semanais em vez das duas até agora oferecidas.

No Atlântico Norte, a TAP passa assim a operar para: São Francisco, Washington, Chicago, Nova Iorque – JFK, Nova Iorque- Newark, Boston e Miami, à partida de Lisboa, e Nova Iorque- Newark à partida do Porto, além de Toronto, no Canadá.

0

A TAP antecipa encerrar o ano com mais de 16 milhões de passageiros transportados e prevê que em 2019 o crescimento ronde os 10% a 15%, anunciou esta quinta-feira, 13 de dezembro, Antonaldo Neves, presidente executivo da transportadora, no anual almoço de Natal com a comunicação social.

Apesar de afirmar que só irá de resultados com as “constas depois de fechadas e aprovadas pelos acionistas”, o que acontecerá depois de Abril do próximo ano, Antonaldo Neves assegurou que a TAP continua a “crescer e a previsão é chegar aos 16 milhões de clientes este ano, um número histórico para a TAP e o desafio para o ano que vem continua, esperamos crescer mais 10% ou 15%, que é um crescimento muito grande”, embora garabta que a companhia vai aumentar a sua capacidade de oferta em mais 13%.


0

A TAP Air Portugal quer duplicar a sua operação na América do Norte nos próximos anos e volta a expandir a sua rede de destinos nos Estados Unidos, com o anúncio do lançamento de duas novas rotas, para Washington e Chicago, com início em junho de 2019.

Com este anúncio, a TAP, uma das 10 companhias aéreas do mundo com maior crescimento em 2018, mantém a tendência de forte aumento da sua atividade e de superação continuada dos recordes nos seus indicadores operacionais.

A partir de 1 de junho, a TAP oferece cinco frequências semanais entre Lisboa e Chicago O’Hare. Os voos partem de Lisboa às 13:05 e chegam a Chicago às 16:05 do dia seguinte. No sentido inverso, as partidas do aeroporto O’Hare verificam-se às 18:05 e a chegada ao aeroporto Humberto Delgado é às  7:50 do dia seguinte.

A ligação com voos diretos entre Lisboa e Washington – Dulles começa no dia 16 de junho, com cinco frequências semanais entre as capitais portuguesa e dos Estados Unidos da América. Nesta rota, os voos saem de Lisboa às 16:30 e aterram em Dulles às 19:40 do dia seguinte. No regresso, a partida de Washington é às 22:40 e os voos chegam a Lisboa às 10:50 do dia seguinte.

A TAP é a primeira Companhia do mundo a voar o novo Airbus A330-900neo, um avião moderno e sofisticado, e vai receber 19 unidades da nova coqueluche da Airbus até final de 2019. Este crescimento significativo da frota permite que a TAP lance novos destinos e aumente a sua rede e oferta.

O Airbus A330neo está equipado com a nova cabina Airspace by Airbus, com a classe económica a oferecer duas categorias, Economy e EconomyXtra. A configuração e design dos interiores de cabina oferece aos passageiros um ambiente inovador, mais confortável, com maior reclinação dos assentos e novos revestimentos.

A nova classe Executive da TAP nos Airbus A330neo tem uma configuração que inclui 34 novas poltronas full-flat, com mais de 1,80m quando totalmente reclinadas.

A TAP equipou as novas poltronas de Executive com ligações USB e tomadas elétricas individuais, ligação para headphones, luzes individuais de leitura e mais espaço, incluindo pequenos armários de arrumação.

“Servimos 10 das principais cidades brasileiras com voos diretos desde Portugal e acreditamos que é possível atingir o mesmo número, ou até superá-lo, nos Estados Unidos. Temos planos para voar para várias outras cidades norte-americanas. Os EUA são já o nosso terceiro maior mercado e ainda tem muito potencial de crescimento. A nossa rede de destinos na Europa e África também continua a crescer. Oferecemos neste momento 55 destinos na Europa e 17 em África e a maioria dos nossos passageiros voa com a TAP para destinos para além de Portugal”, afirma Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

A TAP lançou o programa Portugal Stopover em 2016 para atrair os passageiros com voos de ligação em Portugal para outros destinos, permitindo que estes usufruam de até cinco noites em Lisboa ou Porto antes de viajarem para o destino final e sem custos tarifários adicionais.

O Portugal Stopover compreende uma rede de mais de 150 parceiros que oferece vantagens exclusivas aos clientes Stopover, como descontos em hotéis ou compras, ou a oferta de garrafas de vinho nos restaurantes parceiros.

 

0

A TAP Air Portugal recebeu hoje o primeiro Airbus A330-900neo do mundo, tornando-se a primeira companhia aérea a beneficiar das suas  características económicas imbatíveis, de maior alcance, e da nova versão da cabina Airspace, que representa um novo conceito ajustado à ambição da Companhia de oferecer o melhor produto da indústria aos seus Clientes. Até ao final de 2019, a TAP receberá mais 19 aviões Airbus A330-900neo.

O primeiro Airbus A330-900neo tem 298 assentos dispostos numa confortável configuração de cabina com três classes: 34 assentos em executiva, 96 em classe económica plus e 168 em classe económica. A nova cabina Airspace by Airbus, entre outras novidades, oferece mais espaço a cada Cliente, compartimentos de bagagem maiores, um inovador sistema de iluminação de cabina, um sistema de entretenimento a bordo e conectividade de última geração, com wi-fi disponível. O novo avião veio para reforçar e expandir a operação do longo curso da TAP.

A cerimónia de entrega teve lugar esta tarde, em Toulouse, sede da Airbus.

“Estou muito satisfeito com a chegada do primeiro Airbus A330-900neo à nossa frota que está em franca expansão. A sua economia e eficiência imbatíveis vão impulsionar o nosso negócio. Os novos Airbus A330-900neo consomem cerca de 20% a menos de combustível do que a nossa atual frota. No final do próximo ano,  37% da nossa frota do médio curso será constituída por estes aviões de nova geração e, na frota do longo curso, mais de 70% das block hours serão voadas por estes novos aviões”, referiu Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. “O A330-900neo traz um aumento em termos de  flexibilidade operacional devido às suas características comuns com as restantes aeronaves Airbus da frota da TAP. Esta aeronave será a primeira equipada com a nova cabina Airspace, um novo conceito que faz jus à nossa ambição de oferecer o melhor produto da indústria aos nossos Clientes”.

“Entregar o primeiro A330-900neo a um cliente de longa data como a TAP Air Portugal, é um marco muito importante para a Airbus”, afirmou Guillaume Faury, presidente da Airbus Commercial Aircraft. “Através de inovações contínuas, o A330-900neo, a nossa mais recente aeronave wide body, oferecerá o máximo de valor e eficiência aos nossos Clientes e um conforto superior aos seus passageiros. Esta ocasião é mais um passo em frente para alcançar o nosso objetivo de uma indústria de aviação sustentável”, acrescentou.

O novo Airbus A330-900neo é uma aeronave de última geração desenvolvida com base no sucesso do Airbus A330 e impulsionada pela tecnologia A350XWB. O novo avião incorpora a última geração de motores Rolls-Royce Trent 7000, altamente eficientes e uma nova asa de maior envergadura com otimização 3D e com novos sharklets para proporcionar o melhor desempenho aerodinâmico. Em conjunto, estes avanços trazem uma redução significativa no consumo de combustível na ordem dos 10-12% em comparação com aeronaves concorrentes de tamanho similar que pertencem à geração anterior. Também as novas nacelles de compósito de última geração (suportes dos motores, fixados na asa), pilar estrutural de titânio e uma tecnologia de entrada de ar com painéis acústicos sem juntas, proporcionam melhorias ao nível da aerodinâmica e do ruído.

A relação entre a Airbus e Portugal é já longa, datando do ano de 1987, altura em que a TAP  encomendou três aeronaves Airbus do modelo A310. Atualmente, a TAP opera uma frota de 72 aviões de fabrico exclusivo Airbus – 18 A330, quatro A340 e 50 da família A320. Só este ano, a TAP já recebeu seis aviões novos das Airbus: um A319ceo, um A320ceo, um A320-251neo, dois A321-251neo – o último dos quais na passada semana – e recebe agora o primeiro Airbus A330neo, para a sua frota de longo curso.