Um verdadeiro Éden a Oriente

0
715

O país dos marajás é um destino de sonho, daqueles que aspiramos um dia conhecer. Se alguém lhe disse que vistar a índia é embarcar numa viagem única, cheia de experiências exóticas, não o enganou. Descubra um país maravilhoso e uma cultura fascinante.

Nova Deli, a capital da Índia, e porta de entrada para a maioria dos turistas, é uma verdadeira moldura que ilustra a sua complexidade, contradições, beleza e dinamismo, numa cidade onde o presente está casado com o passado. Inúmeras dinastias governaram esta alucinante metrópole riquíssima em património histórico. Inúmeros elementos culturais foram absorvidos no quotidiano dos seus habitantes o que enriqueceu ainda mais o seu carácter. Explorar a cidade é uma experiência exclusiva e encantadora.

Qila Rai Pithora, conhecido como o primeiro Forte Vermelho de Deli e uma das suas sete antigas cidades históricas, foi construído por Prithviraja Chauhan III. Hoje as ruínas estão inseridas num parque de conservação em Mehrauli. O sítio conta com uma estátua de mais de 18 metros de Prithviraj Chauhan, uma biblioteca, empreendimentos turísticos e um museu cujo espólio provém do período medieval.

A cidade oferece-nos alguns dos melhores museus do país, e zonas comerciais vibrantes como o imperdível Connaught Plance e o Delhi Haat para descobrir o melhor do artesanato e a deliciosa gastronomia indiana. Deve também visitar o Red Fort (Forte Vermelho) e o Qutub Minar e admirar a fascinante arquitetura Mughal, uma estonteante mistura entre o Islâmico e o Persa.

A Jama Masjid é apenas a maior mesquita da Índia, começou a ser construída em 1650 e demorou mais de 6 anos a ser terminada, com a ajuda de mais de 5,000 homens. O templo é um excelente exemplo do estilo Mughal.

Se procura um local espiritual visite o templo de Lótus, famosíssimo pela sua esplendorosa arquitetura em forma da flor homónima. Este local é portador de uma beleza celestial, um sítio a não perder! Deambule por Rajpath a grandiosa avenida cerimonial do país, e passe pelo Rashtrapati Bhawan, o sítio perfeito para apreciar monumentos construídos durante a ocupação britânica.

Taj Mahal, a maravilha indiana

Agra, famosa por ser a casa de uma das 7 Maravilhas do Novo Mundo, o Taj Mahal, é um portal convidativo à descoberta.

O Taj, talvez o expoente máximo da arquitetura Mughal, corta-nos a respiração, devido à sua beleza exótica e ancestral. Este esplêndido mausoléu é pura poesia em mármore branco. Um marco imponente que ultrapassa a imaginação, um quadro impressionante que nos acompanha para o resto da vida. É uma dádiva de amor do imperador Shah Jehan a Mumtaz Mahal, a sua mulher preferida, que faleceu durante o parto. Mais de 20 mil pessoas trabalharam arduamente na construção desta obra intemporal que demorou 22 anos a ser finalizada. Para apreciar o Taj na sua magnificência tem de admirá-lo ao luar.

Mas Agra tem mais para oferecer. Um instantâneo resplandecente de uma era longínqua. Porém, muito do passado impressionante da cidade vive hoje, no interior das suas memórias, na singularidade dos seus monumentos, na excentricidade do seu artesanato, na sua arte e na sua gastronomia excecional, frutos de um legado opulento.

A parte antiga de Agra retém ainda hoje a sua história resplandecente. Cativa cada visitante e imprimi-lhe experiências inolvidáveis. Hoje, o luxo e a modernidade coexistem com a tradição. Hotéis luxuosos, centros comerciais, praças e avenidas, têm tudo para agradar aos amantes do desporto, lazer, cultura e arte.

Leia o artigo completo na Edição de março (nº 347) da revista VIAJAR – Disponível online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here