62 projetos piloto nascem do MatchMaking Event do programa Check-In Tourism Innovation

0
40

O MatchMaking Check-In, organizado pelo Entrepreneurship Hub e o Westmont Institute of Tourism & Hospitality da Nova SBE, com o apoio do Turismo de Portugal, juntou, entre 24 e 26 de março, 21 startups nacionais e internacionais com 16 PME’s com o objetivo de potenciar sinergias para o desenvolvimento de experiências de turismo mais atuais, mais sustentáveis e mais seguras. Deste encontro resultaram 62 projetos piloto que serão desenvolvidos durante os próximos meses, até serem apresentados no Demo Day a 17 de junho, no campus da Nova SBE.

“Nos próximos meses iremos colaborar com algumas das start-ups do programa onde iremos desenvolver projetos diversos, desde pilotos para automatizar os nossos processos operacionais melhorando a nossa capacidade de resposta às necessidades dos clientes, passando pela estruturação e monitorização dos consumos dos clientes, promovendo através de tarifas diferenciadas o conceito de turista sustentável, terminando numa gestão mais inteligente dos resíduos produzidos na nossa operação – para nomear alguns dos projetos”, refere Carlos Rodrigues, CEO da Campigir.

Para Pedro Torres, cofundador e CEO da Yoonik uma das start-ups participantes, “o evento foi muito relevante para o ecossistema de inovação da indústria das viagens em Portugal”. A Yoonik é uma start-up portuguesa de autentificação facial para todo o tipo de dispositivos, que garante a privacidade e a proteção dos dados. A digitalização e o contactless são um dos três pilares do programa, a par com saúde e higiene, e sustentabilidade. A solução desta start-up é particularmente relevante para o setor do turismo, uma vez que apresenta uma ferramenta essencial para aumentar a confiança dos viajantes nos respetivos destinos.

No último dia do evento, todas as start-up fizeram um pitch de sete minutos onde apresentaram a sua proposta de colaboração. O prémio de melhor pitch foi votado por todas as PMEs e atribuído à Luggit, uma plataforma tecnológica que, através duma aplicação móvel (disponível em iOS e Android) permite a quem viaja requisitar em tempo real, uma pessoa para lhe recolher a bagagem, guardá-la e entregá-la no sítio e hora definidos por si. O seu cofundador e CEO, Ricardo Figueiredo, vai usufruir de um curso executivo de 10 semanas – XBA – Exponential Business Administration, promovido pela by StartSe University e a Nova SBE.

Com esta iniciativa, a Nova SBE reforça o seu contributo ativo na dinamização de um ecossistema de inovação onde a academia, as startups, as empresas e os cidadãos têm um papel a desempenhar na construção do turismo do futuro – sustentável e seguro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here