Bluesock Hostels “aterra” em Lisboa e Madrid

Bluesock Hostels “aterra” em Lisboa e Madrid

0

A marca jovem do Grupo Carrís começa no primeiro semestre de 2018 a sua expansão nas capitais de Portugal e Espanha

Um ano após a sua abertura no Porto, o Bluesock Hostel mantem forte o compromisso de expansão internacional. A marca jovem do Grupo Carrís abrirá durante o primeiro semestre de 2018 os seus estabelecimentos em Lisboa e Madrid. A cadeia de hostels premium responde a uma nova filosofia procurando a mais alta qualidade de alojamento unida à oferta da possibilidade de compartilhar experiências com outros hóspedes.

A linha para os millennials do Grupo Carrís vai começar a expandir em várias cidades da Europa o modelo de hostels premium inaugurado com o Bluesock Hostels Porto. A experiência na cidade percorrida pelo rio Douro servirá de base para a implementação durante o primeiro semestre do próximo ano dos estabelecimentos em Lisboa e Madrid, com um total de mais de 550 novas camas, sendo uma primeira etapa na estratégia de internacionalização da marca. Em ambos os casos, os imóveis escolhidos estão estrategicamente localizadas no coração da cidade. Especificamente, na capital portuguesa o Bluesock abrirá num moderno edifício na Avenida da Liberdade enquanto que em Madrid estará localizado no nº 6 da Gran Via.Na realidade, e ao contrário do que acontece no Porto e que acontecerá em Madrid, onde foram escolhidos edifícios históricos que são exemplos da arquitetura clássica destas cidades, o hostel em Lisboa estará localizado num edifício moderno. Este hostel que oferecerá 300 camas estará localizado no coração da capital portuguesa, na emblemática Avenida da Liberdade, uma avenida inspirada nos Campos Elísios de Paris. É a principal artéria da cidade ligando a parte moderna ao centro histórico da cidade, permitindo chegar de uma maneira fácil, conveniente e rápida aos pontos turisticamente estratégicos, como o elevador de Santa Justa, que conduz o visitante ao Bairro Alto, ou o elevador da Glória que leva o visitante desde a Praça dos Restauradores a um dos mais visitados e procurados miradouros, o de São Pedro de Alcântara.

Já na capital espanhola o local escolhido para o Bluesock Hostels Madrid, que terá uma capacidade de mais de 250 quartos, responde à filosofia da cadeia. Estará localizado no coração da cidade, a poucos metros da emblemática Plaza de la Cibeles, lugar famoso por ser onde a selecção espanhola de futebol e o Real Madrid celebram os seus títulos, e a poucos minutos a pé de zonas como a de Huertas, Chueca ou Malasaña, e da rua Fuencarral, uma rua comercial movimentada e alvo principal de um público jovem.

A localização do Bluesock de Madrid, pela sua localização no coração da cidade, significa que o hóspede pode chegar a qualquer um destes lugares a pé, sem necessitar de utilizar qualquer transporte público ou privado, assim com a zonas turísticas como à Puerta del Sol, Plaza Mayor e o Palácio Real, ou ainda a museus de fama internacional como o Prado e o Thyssen-Bornemisza.

Como acontece no Porto, os futuros Bluesock Hostels de Lisboa e de Madrid irão oferecer aos viajantes muito mais do que uma localização privilegiada. Estes estabelecimentos caracterizam-se pelo cuidado e design moderno, bem como pela existência de amplos espaços comuns para compartilhar experiências com outros hóspedes e outras pessoas que ali vão para desfrutar de algum tempo de lazer.  Uma forma de estar e de receber já conhecida por quem já visitou o Bluesock Hostels Porto, que tem 227 e está situado no coração da Ribeira, a poucos metros do Rio Douro e da Ponte Luis I, oferecendo ainda o bar Socks On The Rocks, máquinas de venda automática e um centro de negócios, espaços para relaxamento, já que tem chill-out, e uma zona de leitura. O Bluesock Hostels Porto oferece ainda uma série de serviços adicionais, incluindo o transporte em mini-bus para o aeroporto durante 24 horas, lavandaria externa e bebida de boas-vindas disponível para cada hóspede, podendo os viajantes escolher entre diferentes tipos de alojamento que vão da partilha de quartos para 4, 6, 8, 12 ou 16 pessoas e dois quartos duplos, ambos com camas individuais ou duplas, ou uma suite privativa, serviços que serão oferecidos pelos futuros Bluesock Hostels de Lisboa e de Madrid.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply