easyJet lança campanha para inspirar jovens a apostarem numa carreira na aviação

### Strictly Embargoed Until 00:01 on 10/05/2022 ### *** FREE FOR EDITORIAL USE *** Rei Diec aged 7, during filming of a parody of the movie Top Gun at Luton airport as part of easyJet’s nextGen recruitment campaign to tackle gender stereotypes and inspire girls to become airline pilots. Issue date: Tuesday May 10, 2022. The airline’s parody promo sees children recreate scenes from the 80s film, as research from the airline reveals 80% of Brits believe Hollywood still perpetuates gender stereotypes, impacting career choices from a young age. The airline has pledged to recruit at least 1000 female cadets over the next five years to train for the profession. Photo credit should read Joe Pepler/PinPep

A easyJet lançou uma campanha em toda a Europa para combater os estereótipos profissionais e inspirar mais jovens a considerar uma carreira na aviação, incluindo encorajar mais raparigas a tornarem-se pilotos.

Num novo filme de recrutamento lançado hoje, a companhia aérea recriou cenas do clássico blockbuster dos anos 80, Top Gun, em que os papéis de piloto principal foram interpretados por um elenco masculino.

O novo filme intitulado ‘Calling all Mavericks’ vê os papéis invertidos, com Maverick e Goose interpretados por Rei Diec, de sete anos, e Oliva Joohee Ridington, de nove anos, apoiados por um elenco de tripulação de cabine, engenheiros e equipa de operações terrestres.

Filmado no Aeroporto de Londres Luton, com um elenco de filhos da equipa da easyJet com idades entre sete e 12 anos, o filme recria alguns dos momentos mais emblemáticos de Top Gun, incluindo a cena de moto de Tom Cruise, a sala de aula e a infame cena ‘É hora de zumbir na torre!’.

O lançamento da campanha acontece após uma nova pesquisa da easyJet, que revelou que os britânicos acreditam que os estereótipos de género ainda são promovidos pelos filmes de Hollywood e limitam as aspirações profissionais das crianças.

Concretamente, um estudo a 3.000 pais britânicos e aos seus filhos revela que quase quatro em cada cinco (79%) dos entrevistados acreditam que Hollywood ainda perpetua os estereótipos de género quando se trata de cargos de homens e mulheres.

Ao reinterpretar cenas do clássico filme Top Gun, de 1986, a companhia aérea espera corrigir noções de empregos na indústria encaminhadas pelo cinema e pela TV e incentivar mais jovens a considerar uma carreira na aviação – particularmente em funções como pilotos, engenharia e operações.

85% dos pais britânicos ainda acreditam que há equívocos de que um piloto é um trabalho para homens e quase metade (48%) das 1.500 mulheres entrevistadas disseram que nunca consideraram um trabalho como piloto de avião, pois pensavam que era um trabalho para um homem quando eram mais jovens. Os mesmos equívocos também foram revelados como aplicáveis ​​a outras funções na indústria, incluindo engenheiros (83%) e operações (75%).

Quase 90% das mulheres entrevistadas disseram que as preconceções de profissões para homens e mulheres começaram na escola, e 88% também disseram que ver homens desempenhando papéis de protagonistas em trabalhos técnicos, como pilotos em filmes e TV, reforça esses estereótipos.

Das crianças inquiridas, quase dois terços (60%) disseram pensar que um piloto era um trabalho para um rapaz, enquanto quase metade 43% ainda nunca viram uma piloto mulher.

Com apenas cerca de 6% dos pilotos em todo o mundo sendo mulheres, a easyJet tem tentado conscientemente resolver esse desequilíbrio de género em todo o setor há vários anos e dobrou o número de pilotos do sexo feminino em suas fileiras desde 2015.

A companhia aérea deve voar perto dos níveis pré-pandémicos este verão, com muitas pilotos recém-qualificadas que ingressaram na companhia aérea nos últimos meses.

O desequilíbrio de género na comunidade de pilotos continua a ser o maior fator que influencia o número de diferenças salariais de género da companhia aérea, o que, portanto, representa um desequilíbrio de género e não uma remuneração desigual. A easyJet continua focada em resolver isso a longo prazo, incentivando mais mulheres a ingressar na companhia aérea nos próximos anos e inspirando mais meninas a juntarem-se à próxima geração de pilotos da easyJet no futuro.

A companhia aérea reabriu recentemente o seu programa de treino de pilotos – pela primeira vez desde a pandemia – para trazer 1.000 novos pilotos a bordo nos próximos cinco anos.

Nas filmagens, que aconteceram no aeroporto de Londres Luton, Rei (Maverick), de sete anos, vai de mota a caminho da escola de voo da easyJet. Uma vez lá, Maverick e Goose encontram Elizabeth O’Brien, de sete anos, que recria o papel de Charlie de Kelly McGillis na sala de aula. Os pilotos, então, dirigem-se a um avião easyJet Airbus para realizar o seu primeiro “voo”.

A campanha de recrutamento foi lançada antes de Top Gun 2 chegar aos cinemas em maio, que apresenta um piloto feminino pela primeira vez. No entanto, Hollywood ainda fica aquém quando se trata de mulheres nos papéis principais. As personagens femininas principais em 2021 caíram de 38% em 2020 para 35% no ano passado. No geral, 85% dos filmes em 2021 apresentaram mais personagens masculinos do que femininos. A easyJet inverte o filme original e coloca as meninas como personagens de destaque.

O filme faz parte da campanha “nextGen easyJet” da companhia aérea, que define o seu compromisso em ter um impacto positivo nas comunidades para as quais voa. Isso inclui a criação de uma força de trabalho inclusiva e diversificada em toda a sua rede, continua a impulsionar iniciativas como este último filme, para promover uma maior inclusão no setor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here