Eduardo Jesus enaltece papel das agências de viagens no crescimento do mercado nacional na Madeira

0
49

Eduardo Jesus, secretário regional de Turismo e Cultura da Madeira, afirmou, esta tarde, que as agências de viagens têm ajudado o mercado nacional a crescer no arquipélago. O governante, que falava na apresentação online formal da Madeira enquanto Destino Preferido da APAVT para 2021, após também o ter sido em 2016 e 2020, assegurou que este “título”, conferido pela maior associação representante dos agentes de viagens em Portugal, ajudou também a que isso acontecesse.

“Em 2016, quando fomos Destino Preferido da APAVT tínhamos uma particularidade… estávamos a crescer em todos os mercados, com excepção do mercado nacional, onde estávamos a perder, e, ao fim de um ano, fomos capazes de crescer 18% no mercado nacional, o que revela que este tipo de parcerias tem uma utilidade prática e que não se trata apenas um conjunto de boas intenções”, referiu o secretário regional.

Já em 2020, ano em que também foram Destino Preferido da APAVT, Eduardo Jesus efetizou “no mês de agosto registou-se mais portugueses a desembarcarem na madeira do que em qualquer outro ano sem a pandemia, o que é extraordinariamente notável”. Como exemplo deu também a operação charter “extraordinariamente incrível para a ilha do Porto Santo durante todo o Verão”.

Este tem sido “um período de exigência permanente, onde a capacidade de resistência é colocada à prova todos os dias, mas onde o inconformismo tem-nos alimentado permanentemente”, afirmou, admitindo ainda que, apesar “do esforço que tem existido tanto do Governo da República como do Governo Regional para minimizar todo o prejuízo que está a ser causado às empresas, não há nenhum apoio que possa substituir o nosso trabalho.

A Madeira está crente num futuro positivo para o turismo do arquipélago e, por isso, Eduardo Jesus disse que a Associação de Promoção tem ao seu dispor um “orçamento de 15,3 milhões de euros”, ou seja, “mais dois milhões de euros do que teve em 2020”.

Para terminar, o responsável enalteceu o investimento feito pelo Governo Regional no que respeita “à afirmação de um posicionamento muito forte ao nível da segurança do destino”, primeiro com a “adoção de um manual de boas práticas, que contou com a colaboração de todo o setor”, e depois com “toda a política adotada no que diz respeito ao controlo pandémico”, entre as quais “o corredor verde para facilitar o acesso das pessoas que já estão vacinadas ou que já tiveram contato com a COVID-19”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here