Governo lança website para o promoção do enoturismo e anuncia grande evento ligado ao setor

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, anunciou hoje o lançamento de um novo website de promoção do enoturismo em Portugal, o portuguesewinetourism.com, assim como a primeira edição da Wine & Travel Week, que virá decorrer, em fevereiro de 2022, no Porto.

O novo website, que foi colocado online ao início da manhã, tem a função de promover o enoturismo em Portugal e “dar a conhecer aos visitantes internacionais não apenas aquilo que são os nossos vinhos, mas também os nossos destinos turísticos ligados ao vinho”.

Já em relação ao evento que irá decorrer no Porto, no início do próximo ano, Pedro Siza Vieira ambiciona que este venha a ser, não apenas um, mas “o evento de referência para o enoturismo mundial”.

O governante acredita que apostar no enoturismo só fará crescer o turismo em geral dado que quem se dedica ao “enoturismo são turistas que normalmente estão bastante tempo nos sítios, que têm um poder de compra mais elevado e, por isso, é o género de turismo que nos tem permitido fazer crescer na qualidade do turismo que temos”.

Pedro Siza Vieira, que falou aos jornalistas à margem da Conferência Mundial do Enoturismo , que decorre em Reguengos de Monsaraz, para 200 participantes presenciais e 600 online de cerca de 70 países, defende que o enoturismo “vai dar um grande contributo não apenas para a retoma do turismo [nos pós-pandemia], mas para a elevação do perfil dos turistas que nos visitam”. Segundo o ministro, “os turistas nacionais já descobriram a riqueza dos nossos destinos internos, designadamente das nossas regiões de vinho” e diz-se convencido que “os turistas internacionais irão à procura de experiências diferenciadas nos próximos tempos, ou seja, irão à procura do que cada país tem de mais específico e diferenciado. Não há nada mais específico do que as regiões vitivinícolas, o terroir, o sabor e paisagem que cada região tem”.

Segundo o ministro que tutela o turismo, o trabalho mais profundo que o seu governo tem vindo a realizar no setor do enoturismo começou em 2019, tendo apoiado já mais de 60 projetos neste campo, onde destacou “novas unidades de alojamento, salas de prova, formação de pessoal, desenho de rotas turísticas” que permitiram atrair bastante turistas.

A melhoria da qualidade das vinhas, das adegas e dos enólogos teve igualmente impacto no reconhecimento do vinho português a nível internacional e, por sua vez, no enoturismo e turismo em geral e Pedro Siza Vieira acredita que “a correlação entre o aumento das exportações de vinho para certos mercados e o aumento do número de turistas desses mercados”, tem sido fundamental para o crescimento do setor, sobretudo no que respeita a turistas oriundos dos EUA e Brasil.

Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, que falou igualmente à imprensa, à margem da conferência, assegurou que “o website que foi lançado hoje quer ser mais do que uma simples montra do que se pode fazer de enoturismo em Portugal. Não estamos a falar apenas das características das regiões, apesar de também lá estarem, mas sim de um trabalho conjunto entre os setores público e privado, as rotas do enoturismo, os programas e as experiências que se podem fazer em cada região e até as recomendações secretas dos enólogos em cada região. Pretende chamar a atenção e até estimular quem nunca pensou em enoturismo e muito menos em enoturismo em Portugal”.

*A VIAJAR MAGAZINE encontra-se na 5ª Conferência Global da OMT sobre Enoturismo, em Reguengos de Monsaraz, a convite do Turismo de Portugal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here