Grupo LATAM moderniza frota após acordo para compra de aviões Airbus A320neo

O grupo LATAM submeteu à aprovação do Tribunal nos Estados Unidos um acordo com a Airbus para a compra de 28 novos aviões, a somar aos 42 narrow body já acertados, como parte do plano de modernização e eficiência da sua frota para os próximos anos. Este pedido, que totaliza 70 aviões, mantém a frota do grupo LATAM como a maior da América Latina, com maior alcance e capacidade. A integração de aviões modelo A320neo implica motores mais eficientes, melhorias aerodinâmicas e as mais recentes tecnologias que proporcionam 20% de mais eficiência no consumo de combustível e, portanto, menor emissão de CO2, além de uma redução de 50% nas emissões de óxido de nitrogênio e de 50% em poluição sonora.

Com a assinatura deste acordo, o grupo pretende fortalecer a sua atuação em todas as filiais em todo o continente com uma frota moderna e de máxima eficiência ambiental, um dos pilares da sua estratégia de sustentabilidade. Também procura consolidar o mais amplo leque de destinos dentro e a partir da América Latina e Caraíbas, alinhado com os acordos de conetividade com a Delta, atualmente em análise por diversos órgãos reguladores dos países onde o grupo opera.

“A compra destes aviões altamente eficientes é um sinal do compromisso que assumimos com a transformação para uma LATAM neutra em carbono até 2050. Ao mesmo tempo, estes 70 aviões reforçam a escala de conetividade da região. Continuaremos a trabalhar com responsabilidade para sair do Capítulo 11 com uma frota que acompanhe os novos desafios do grupo ”, afirma Roberto Alvo, CEO do LATAM Airlines Group.

Arturo Barreira, presidente da Airbus para América Latina e Caraíbas, acrescenta que “a decisão do grupo LATAM de continuar a incorporar aviões A320neo demonstra o seu grande compromisso com a sustentabilidade. O A320neo conta com motores de última geração, sharklets, e uma cabine inovadora, sendo o avião de corredor único mais cómodo, de baixo consumo de combustível e com respeito para com o meio ambiente em todo o mundo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here