Grupo Royal Caribbean torna publica experiência face à nova variante Omicron

O conhecimento sobre o COVID-19 e como lidar com a nova realidade tem estado em constante mudança nestes últimos dois anos. A nova variante Omicron alterou significativamente o contexto deste virús para todos e o Grupo Royal Caribbean não foi a exceção.

Conforme amplamente relatado, a variante Omicron é significativamente mais infeciosa do que as anteriores e já se tornou a forma dominante do COVID-19 nos E.U.A. e em outros países. Felizmente, a Omicron também parece causar sintomas significativamente menos graves do que as restantes variantes anteriores, especialmente para pessoas que são vacinadas. O cruzeiro continua a ser um dos poucos lugares onde se pode passar as férias sabendo que quase todas as pessoas que contacta estão totalmente vacinadas.

A recente experiência nos navios do Grupo Royal Caribbean é consistente com estas observações. Os números indicam um aumento de pessoas com teste positivo sem um aumento correspondente de pessoas que adoecem. Desde que os cruzeiros reiniciaram nos E.U.A em Junho de 2021, o Grupo Royal Caribbean transportou 1,1 milhão de passageiros com 1.745 testes positivos – uma taxa de positivos de 0,02%. Além disso, a grande maioria destes casos não apresentavam sintomas ou apresentavam apenas sintomas leves e  apenas 41 pessoas que testaram positivo necessitaram de hospitalização. Nenhum dos casos de Omicron foi grave ou precisou de assistência hospitalar. Estes números são o resultado do facto que quase todos a bordo estarem vacinados (exigida a vacinação completa acima dos 12 anos) e apresentarem um teste negativo antes do embarque.

“A Omicron está a ter um grande impacto de curto prazo em todos, mas muitos observadores veem isso como um grande passo para que o COVID-19 passe de uma situação pandémica para endémica “, disse Richard Fain, presidente e CEO do grupo. “Não gostamos de ver nem mesmo um caso, mas a nossa realidade é uma fração das estatísticas comparáveis ​​de praticamente qualquer outro local ou setor. Poucas empresas estão sujeitas a um escrutínio tão intenso, regulamentação e requisitos de tantas autoridades. É com orgulho que somos foco deste escrutínio devido ao nosso compromisso com a segurança. Pretendemos manter o nosso objetivo de proporcionar as férias mais seguras em terra ou no mar e ajustaremos constantemente os nossos procedimentos para o conseguir, mesmo face à incrível transmissibilidade da Omicron”, afirmou.

Já o diretor médico do Grupo Royal Caribbean, Calvin Johnson, enfatiza que “a empresa está atenta às informações em constante evolução sobre a variante Omicron. A nossa contagem de casos disparou, mas o nível de gravidade é significativamente mais reduzido. Vamos permanecer ágeis e em constante contacto com as autoridades de saúde. Por exemplo, mesmo antes da Omicron, demos a todos aos nossos tripulantes injeções de reforço à medida que se tornavam elegíveis.”

Com um nível de reservas global mais animador para o Verão 2022, a Royal Caribbean continua a estimular o mercado com preços mais atrativos e as suas campanhas mensais. Este mês apresenta uma oferta de 30% Desconto em todos os passageiros e Descontos Flash até 550€ por camarote, em períodos específicos até ao final do mês (de 5 a 9 – de 12 a 17 – de 20 a 24 – De 27 a 31 de Janeiro).

Paralelamente à oferta mensal, a companhia mantém em vigor o programa Cruzeiro com Confiança que abrange todas as reservas até 31 Janeiro 2022, em partidas até 31 Maio 2022, com o Cancelamento 48h antes da data de partida e a garantia do Melhor Preço Garantido também até 48h antes da partida. Ou seja, um cliente que reserve agora, beneficiará de uma baixa de preço na partida que reservou ou poderá cancelar mais à frente sem qualquer custo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here