Guilty by Olivier celebra 10 anos com carta renovada

Para celebrar o seu décimo aniversário com dose acrescida de energia, o Guilty by Olivier acaba de reforçar a sua carta com ainda mais sabores e novas tentações “verdes” com o twist by Olivier. Para comer a dois, o “aniversariante” propõe o Big Panado, um pojadouro de novilho acompanhado por tagliatelle verde. Na manga, o restaurateur guardou um joker: uma nova entrada no menu executivo de almoço.

O Guilty by Olivier está de parabéns, mas quem recebe presentes são os clientes. Nascido há 10 anos, o restaurante mais provocador do extenso portefólio de Olivier da Costa apresenta agora uma carta mais eclética, com a inspiração vegetariana numa página e o inovador e suculento Big Panado na outra. Com a sua equipa, o restaurateur presente em quatro países e três continentes acrescentou diversidade e inovação, sem comprometer os sabores tentadores que compõem este conceito presente em Lisboa e no Porto.

Às pizzas, massas e hambúrgueres com lugar conquistado nos almoços e nas noites animadas em Lisboa e no Porto, a carta do Guilty by Olivier abre os braços a gostos mais diversificados, para comer a solo, a dois, ou num grupo de amigos. A Pizza 6 Queijos denuncia a sua forma mais expressiva, mas junta-lhe o segredo da fior de latte e gorgonzola, candidatando-se à lista de coqueluches do Guilty. Tanto assim é, que o Guilty Business, menu que junta uma entrada ou sobremesa, uma bebida e um café ao prato principal, por apenas 15 euros, passa a contemplar a Pizza 6 Queijos como uma das opções.

Já nas massas, é a cannelloni o ponto de partida para um prato com ovo inteiro, ricota, espinafres, molho de tomate, mix de queijos, nata olympia e parmesão. Nos hambúrgueres, os clientes do Guilty encontrarão a reconhecida união da melhor carne ao brioche num surpreendente Burger Raclette. Agrião, presunto parma e, claro, queijo raclette, são apenas parte de uma composição finalizada com mayo alho e batatas.

Inspirado no espírito de partilha, ou para satisfazer apetites especialmente vorazes, nasce o inovador Big Panado, um pojadouro de novilho com ovo, paprika, molho de tomate, mix de queijos, pecorino, nata olympia, flor de sal e tagliatelle verde. O verde é mesmo a grande estrela deste arranque para a segunda década de vida do Guilty by Olivier. As novidades mais sonantes na carta vão do Carpaccio de Beterraba e da Beringela à Parmegiana para abertura das hostilidades, ao Burger Raclette e ao prato de Cannelloni vegetariano para comer e chorar por mais. Em dias de detox (com flexibilidade), a Salada Tropical com kiwi, camarão, ovo, abacaxi, morango e molho cocktail será imbatível.

Nos famosos carpaccios com twist by Olivier, o restaurateur surpreende com um Carpaccio Beterraba, juntando as variantes vermelha e amarela, juntamente com queijo feta, alcaparras, sumos de citrinos, flor de sal e salsa, com uma nota adicional de elegância, nougat. Outro dos pratos mais celebrados neste décimo aniversário será a Beringela à Parmegiana, na qual o cunho do Guilty é dado com fior de latte, queijo parmesão, manjericão, cebolas roxa e branca, alho e burrata.

“Ver chegar o Guilty ao seu décimo aniversário sem perda de energia é um momento alto desta equipa. Este conceito tem um espaço especial entre os sete do portefólio de Olivier da Costa e é cada vez mais um elemento distintivo na restauração de Lisboa e do Porto”, considera Joel Pires, diretor comercial e de marketing do Grupo Olivier. “Completar uma década de vida com tanta energia só é possível com o contributo de todos os que nos ajudaram a solidificar o conceito Guilty by Olivier, mas para arrancar a caminho dos 20 anos contamos já com a nova geração de clientes que nos procuram para festas e jantares de aniversário, e já fazem do Guilty um ponto de encontro de amigos de quinta-feira a sábado. É também para eles que Olivier da Costa desenvolveu com os chefs do grupo esta carta mais eclética“, explica Joel Pires.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here