Madeira satisfeita com resultados de 2015 garante que quer continuar no topo

0
560

O secretário regional da Economia, Turismo e Cultura da Região Autónoma da Madeira, Eduardo Jesus, afirmou, durante a BTL, que a Madeira conheceu em 2015 “o melhor ano turístico de sempre e superou todas as expectativas”. A maior ilha do arquipélago da Madeira viu o número de dormidas e hóspedes aumentar, mas para o governante o maior feito foi o facto de ter “crescido em valor”.

Seis milhões de dormidas e 1,5 milhões de entradas foi o registado na Madeira durante o ano passado, tendo originado um crescimento em torno dos seis pontos percentuais. Assim, em 2015, “foi mais gente para a Madeira e houve mais consumo na região, o que é muito benéfico para a economia local”, referiu o secretário regional.

“Tivemos um aumento dos proveitos na ordem dos 12% e na hotelaria ficou na casa dos 10%, o que nos fez crescer bastante o RevPar, que era um dos aspetos em que estávamos empenhados, porque sem um rendimento por quarto disponível atrativo não há investimento que se possa captar para a Madeira, nem tão pouco se pode fazer a requalificação do que temos”, evidenciou ainda o responsável.

No que respeita ao mercado interno continental, Eduardo Jesus diz que este é o quarto mais importante da Madeira em dormidas e o terceiro em hóspedes “Entrámos a perder em meados do ano passado, invertemos esta tendência desde setembro, tendo terminado o ano de 2015 com crescimentos todos os meses, num dos quais mais 22%, quer de hóspedes, quer de dormidas, fruto de ações que desencadeamos rapidamente”, referiu.

Em provisionamento para este ano, Eduardo Jesus garante que o objetivo passa por continuar com o mesmo perfil de crescimento, mas alerta que “apesar deste ter sido o melhor ano turístico para a Madeira, não significa que atingimos um objetivo e estamos satisfeitos, pois somos saudavelmente insatisfeitos (…) Temos uma ambição diferente e é o momento certo para investirmos na requalificação da nossa oferta”.

O profissional afirma que “este é o momento certo para fazermos uma série de ações que têm de ser desencadeadas para requalificar o destino, não só nos hotéis e na oferta turística complementar, como também queremos investir na formação das pessoas”. Além disso, reforça que pretendem “estreitar relações com a OMT com projetos piloto”, assim como desenvolver legislação própria que já está preparada para profissionais de informação turística e requalificação dos empreendimentos durante o primeiro semestre do ano”.

Em fase de conclusão, relembrou algumas das ações que estão a ser levadas a cabo pela região a nível de promoção, evidenciando a ação do Chiado, que permitiu que a Madeira seja o destino de referência em 2016, tal como a campanha “Descubra a Madeira”, que tem como cara três figuras públicas nacionais. A decorrer está ainda uma campanha ligada a Porto Santo e a transformação do Mercado de Campo de Ourique, durante todo o mês de março, para promoção de produtos regionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here