MSC Seaview: Inaugurado um verdadeiro Deus dos mares (galeria de fotos)

MSC Seaview: Inaugurado um verdadeiro Deus dos mares (galeria de fotos)

0
Créditos Ivan Sarfatti

A MSC Cruzeiros acaba de inaugurar o seu 15º navio, o MSC Seaview, o segundo da classe Seaside. Foi este sábado, dia 9 de junho, que o mais recente barco da frota da companhia de cruzeiros italiana recebeu a bênção do batismo e o corte da fita pela mão da eterna madrinha da MSC, a diva do cinema italiano e norte-americano Sophia Loren.
A cerimónia decorreu em Génova, Itália, e contou com a presença de inúmeras figuras do turismo e da sociedade italiana e internacional, entre as quais a estrela televisiva Michelle Hunziker, os cantores Zucchero e Matteo Bocelli, a apresentadora de televisão Lorella Cuccarini e o coro infantil Piccolo Coro Dell’Antoniano, fazendo todos parte do espetáculo de inauguração.
Este foi o terceiro navio da companhia a ser inaugurado em apenas um ano, seguindo-se agora, segundo o previsto, um a cada ano até 2026, num total de mais 12, incluindo os da nova classe World que irão chegar a partir de 2022.
O MSC Seaview é o segundo da classe Seaside, tendo o primeiro sido inaugurado em dezembro passado, e está inserido dentro de um investimento global de 10,5 mil milhões de euros que a empresa tenciona fazer nos próximos oito anos.
Segundo Pier Francesco Vago, presidente executivo da MSC Cruzeiros, este novo navio, que pode transportar até 5331 cruzeiristas, foi inspirado “nos condomínios de praia de Miami”, embora enalteça que tenha sido “desenhado para o Mediterrâneo, para que possa ligar, de uma forma muito especial, os hóspedes e o mar”, tornando-se assim num “símbolo da tropicalidade europeia” e confirmando que tem o “ADN da MSC”.
Embora os interiores do navio, tal como todos os outros da MSC, conte com uma vasta oferta de entretenimento, entre os quais novos espetáculos ao estilo da Broadway, pistas de bowling, cinema XD interativo e o Odeon Theatre preparado para receber 934 passageiros de uma só vez, certo é que tanto este navio como o seu irmão gémeo, o MSC Seaside, foram projetados para levarem os cruzeiristas a aproveitarem as áreas exteriores, tendo para isso diversas piscinas em diferentes aéreas do navio, um parque aquático a pensar em todos os membros da família, incluindo quatro escorregas em espiral e uma queda de água que promete momentos de muito divertimento, assim como uma área de rappel.
Com um total de 1312 camarotes com varanda, outros 80 com vista mar, 144 interiores, 88 suites standard (20 com jacuzzi), 72 suites deluxe, e ainda 51 camarotes preparados para pessoas com mobilidade reduzida, o MSC Seaview conta ainda com 10 espaços de restauração, dois quais seis são de especialidade e dois buffet, e duas dezenas de bares e lounges, assim como o MSC Yacht Club, a pensar em que gosta de um serviço mais exclusivo.
Como não poderia deixar de ser, o Aura Spa também está presente no MSC Seaview, sendo mesmo o maior de todos os navios da companhia de cruzeiros, dispondo de 19 salas de tratamento, jacuzzi e ginásio.

O MSC Seaview iniciou a sua viagem inaugural em Génova no dia 10 de Junho, disponibilizando seis portos de embarque no Mediterrâneo Ocidental: Génova, Marselha e Barcelona, bem como muitos outros procurados destinos no Mediterrâneo incluindo Nápoles, Messina, na Sicilia e Valetta em Malta. E porque é um navio que segue o sol, e porque no Inverno o sol não brilha tanto no Mediterrâneo, o MSC Seaview monta casa em Santos, no Brasil, na temporada de Inverno 2018/2019.
Tendo iniciado a sua viagem inaugural a 10 de junho, durante este verão o MSC Seaview irá efetuar cruzeiros à partida de Génova, Marselha e Barcelona e com escalas em Nápoles, Messina e Valetta. Já no outono o navio irá cruzar o Atlântico em direção ao Brasil, com cruzeiros à partida de Santos, no Estado de São Paulo.
De uma forma geral, o presidente executivo da MSC Cruzeiros, afirmou, em conferência de imprensa, que neste verão irão ter oito navios no Mediterrâneo, em 12 portos de embarque e mais de 200 itinerários, ao passo que no Norte da Europa serão efetuarmos 36 itinerários por quatro navios.

MSC em Portugal

Para Eduardo Cabrita, diretor geral da MSC Cruzeiros para Portugal, o facto de o MSC Seaview ficar posicionado durante o verão no Mediterrâneo é uma “mais-valia” para o mercado português e frisou que é sempre “uma situação privilegio [para Portugal] cada vez que a MSC Cruzeiros lança um novo navio e o coloca no Mediterrâneo Ocidental, dada a proximidade de Portugal e Barcelona, bastando um pequeno voo, tendo em conta que o Mediterrâneo é a região escolhida por uma grande fatia de passageiros portugueses”.
Segundo o responsável, apenas 20% dos clientes portugueses decidem fazer cruzeiros à partida ou chegada a Portugal, nomeadamente a Lisboa ou ao Funchal, sendo que os restantes optam pelo Mediterrâneo e pelo Norte da Europa, apesar das Caraíbas estar a “crescer cada vez mais”, sobretudo com uma enorme procura para os cruzeiros de Cuba, à partida de Miami.
A MSC Portugal transportou em 2017 cerca de 22.700 passageiros Eduardo Cabrita acredita que este ano o crescimento será de “dois dígitos”.

*A VIAJAR viajou a Génova a convite da MSC Cruzeiros

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply