Parques aquáticos registam crescimento surpreendente no Brasil

Parques aquáticos registam crescimento surpreendente no Brasil

0

O setor de parques temáticos e aquáticos está em alta no Brasil. É o que mostram os resultados das empresas que, em certos casos, registaram crescimentos na ordem dos 18%, só nos primeiros meses de 2016. Dados cedidos pela Agência de Notícias do Turismo revelam o otimismo dos empresários do setor em fechar o ano na direção contrária a muitos outros setores económicos.

Alain Baldacci, presidente do Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), reforça que apesar do momento económico recessivo, o setor manteve os volumes de visita de anos anteriores e, em alguns casos, registou até aumentos expressivos. “Com a chegada do verão é esperado um aumento da procura dos parques aquáticos. O Wet n`Wild, por exemplo, registou 5% de crescimento no número de visitantes de janeiro a julho de 2016, na comparação com o período homólogo de 2015”, afirmou.

Um fator positivo para os próximos meses, de acordo com Baldacci, é o fortalecimento da imagem do país no exterior devido ao sucesso dos Jogos Olímpicos Rio 2016. “Isso certamente terá reflexo na procura dos parques, especialmente de turistas de países vizinhos, como a Argentina”, complementou. Já o ministro do Turismo, Alberto Alves, comenta que “o Brasil tem muito potencial no segmento de parques temáticos e aquáticos e o aumento dos visitantes comprova isso. Temos de apoiar o setor para impulsionar ainda mais este crescimento e estimular o aumento do turismo doméstico com este tipo de atrações”.

O Beto Carrero World, em Penha, é um dos exemplos. Este é já o segundo ano consecutivo com crescimento acima da média da economia nacional. De 2014 para 2015 o parque observou um aumento de 10% no número de visitantes, alcançando os 2,1 milhões. Eleito este ano o melhor parque da América do Sul segundo o TripAdvisor, o parque espera manter o crescimento de 10% em 2016. Nos próximos anos, planeja ainda fazer investimentos no valor de 16,5 milhões de Euros, em duas novas áreas temáticas.

O Alpen Park, em Canela regista aumento ainda maior de público: 18% de janeiro a agosto, em comparação com o período homólogo em 2015. A expectativa dos administradores do parque é de manter este percentual para o resultado consolidado até o final de 2016. Para isso, investiu já este ano cerca de 82,5 mil Euros na modernização dos seus atrativos.

Já o Snowland, em Gramado, apresentou um crescimento de 5% nos primeiros sete meses do ano, relativamente ao mesmo período em 2015. No mesmo período, o parque investiu cerca de 600 mil Euros em infraestrutura. A expectativa é de um volume total de visitantes de 370 mil pessoas em 2016.

O Brasil é considerado uma referência internacional no setor de parques temáticos, com representantes nacionais entre os melhores do mundo. Segundo o site especializado TripAdvisor, o Beto Carrero é o melhor parque da América do Sul, seguido pelo Beach Park, no Ceará, e pelo Hot Park, em Goiás, na segunda e terceira posição, respetivamente. Nas 10 primeiras posições, nove são ocupadas por estabelecimentos brasileiros. O Beto Carrero situa-se ainda entre os 10 melhores parques do mundo.

Para aproveitar este potencial, um grupo de representantes da Embratur reuniram-se no final de agosto com empresários do setor, no sentido de criarem um vínculo de trabalho conjunto para a promoção dos parques brasileiros.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply