Portugal foi o mercado europeu que mais cresceu nas Filipinas em 2019

As Filipinas receberam 8200 turistas portugueses em 2019, traduzindo-se num aumento de 46% face ao ano anterior. Os números foram hoje avançados por Gerard Panga, do gabinete de turismo das Filipinas em Londres, que representa também o mercado português, durante uma apresentação do destino, em Lisboa.

Segundo o responsável, este número “não é muito elevado mas é muito importante”, porque a maioria dos portugueses que chegam às Filipinas vão em viagens de “incentivo”, sobretudo ligadas a companhias farmacêuticas e seguradoras, “que levam de uma só vez mais de duas ou três mil pessoas”.

Portugal foi “o destino europeu que mais cresceu em 2019 nas Filipinas, com um incremento de 46%” e Gerard Panga assegura ter “grandes expetativas” com as estratégia de marketing que têm planificada para este destino.

Natureza, férias de praia, aventura, mergulho e as suas mais de 7600 ilhas são o que os portugueses mais procuram nas Filipinas.

As Filipinas trabalha o mercado português com a TUI, mas o profissional afirma que “estão à procura de mais operadores para trabalhar em conjunto”.

Por agora, a ideia é anunciar aos agentes de viagens que o destino Filipinas “está novamente aberto” ao turismo e que os casos Covid-19 naquele país do sudeste asiático foram de “menos de mil” e, por isso, ser um destino “muito seguro” para os viajantes portugueses. Outro dos benefícios de viajar para as Filipinas é que a partir de 1 de abril apenas será exigido teste antigénio, realizado nas 24 horas anteriores à entrada no país.

Este ano as Filipinas não marcarão presença na BTL, mas Gerard Panga espera que o destino “já venha a conseguir estar presente no próximo ano”.

Para chegar às Filipinas não existem voos diretos, mas a Cathay Pacific conta com diversos voos, via Hong Kong, à saída de Madrid, Londres, Paris ou Milão, com possibilidade de dois stopovers gratuitos durante a mesma viagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here