Primeiro navio da Costa Cruzeiros movido a gás natural liquefeito já começou...

Primeiro navio da Costa Cruzeiros movido a gás natural liquefeito já começou construção

0

Chama-se Costa Smeralda e é o primeiro de dois navios da Costa Cruzeiros a ser concebido para ser movido por gás natural liquefeito (GNL), o combustível fóssil mais limpo do mundo. A cerimónia de corte de aço realizou-se nos estaleiros Meyer, em Turku, na Finlândia e o navio deverá estar pronto em outubro de 2019.

O nome do novo navio rende homenagem à Costa Esmeralda (ou Costa Smeralda), região costeira no norte da Sardenha, no Mediterrâneo, amplamente conhecida como um dos mais belos destinos turísticos do mundo e uma referência ambiental.

O Costa Smeralda inscreve-se num plano estratégico da Carnival Corporation & Plc – o maior grupo de cruzeiros do mundo, agregando 10 marcas, entre as quais a Costa Cruises – para a construção de mais sete navios movidos a GNL, a arrancar no outono de 2018, e que virão valorizar uma frota global hoje constituída por 103 navios.  Esse arranque coincidirá com a apresentação do navio AIDAnova, unidade da companhia AIDA cruises, com sede na Alemanha, servindo fundamentalmente o mercado alemão.

O Costa Smeralda, ao serviço em outubro de 2019, ultrapassará as 180 mil toneladas brutas, oferecendo mais de 2.600 camarotes a um total de cerca de 6.600 passageiros a bordo. Um segundo navio, irmão do Costa Smeralda, será entrega pelos estaleiros Meyer Turku em 2021.

Os dois novos navios da Costa Cruzeiros vão ser movidos a GNL, tanto em porto como em mar aberto, sendo este o combustível fóssil mais limpo do mundo. O GNL, armazenado em tanques especiais a bordo dos navios, será usado para gerar 100% da energia necessária para navegação e serviços a bordo, graças aos motores híbridos de combustível duplo. A utilização de GNL é uma grande inovação em termos de impacto ambiental, pois reduzirá significativamente as emissões de gases de escape, em particular o enxofre (SO2), nitrogénio (NO2), dióxido de carbono (CO2) e partículas.

“Estes navios vêm fortalecer a posição cimeira do grupo Costa, o líder de mercado em todos os países da europa continental”, disse Michael Thamm, CEO do grupo Costa e Carnival Asia. “O contrato de vários mil milhões de dólares com a Meyer, que também inclui dois novos navios movidos a GNL, a construir para a nossa marca alemã, AIDA Cruises, reflete a estratégia de constante inovação que desenvolvemos para a nossa oferta de férias, proporcionando aos nossos clientes uma experiência de cruzeiro incomparável”.

“Os dois novos navios Costa são uma verdadeira inovação global, estabelecendo novos padrões para todo o setor”, acrescentou Neil Palomba, presidente da Costa Cruzeiros. “Eles estarão entre os primeiros navios de cruzeiro movidos a GNL, estimulando o desenvolvimento desta energia verde, especialmente na área do Mediterrâneo; e eles serão, ainda, na indústria de cruzeiros os primeiros navios do mundo movidos a GNL ao serviço de passageiros de vários países, designadamente Itália, França, Espanha, Alemanha e Suíça. A oferta representada pelos novos navios inclui serviços únicos, sendo que o seu interior terá um design de última geração, na melhor interpretação do nosso conceito italiano, característica distintiva da marca Costa Cruzeiros em todo o mundo, compartilhando com os clientes uma experiência italiana verdadeiramente impressiva”.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply