Quake é o novo museu de Lisboa que permite vivenciar e experenciar o terramoto de 1755

Acaba de inaugurar em Lisboa, no bairro de Belém, aquele que é o primeiro museus inteiramente dedicado ao terramoto que assolou Lisboa no dia 1 de novembro de 1755.

O Quake Museu é uma experiência que inclui um simulador real da magnitude em que terá ocorrido o terramoto. Uma experiência imersiva que promete fazer tremer a cultura da capital

O século XVIII foi um dos mais marcantes para Lisboa. O ano de 1755 ficou na história do país, marcado pela catástrofe natural que destruiu parte da capital portuguesa. De forma a relembrar a importância desta data e, sobretudo, torná-la num acontecimento pedagógico, recriado através de uma experiência interativa e imersiva, o Quake abre hoje portas, permitindo a todos os que passarem por este espaço, vivenciar o terramoto de 1 de novembro de 1755, em pleno século XXI.

História, entretenimento e rigor científico unem-se para proporcionar uma experiência memorável, durante cerca de uma hora e meia, distribuída por mais de dez salas tecnológicas e totalmente didáticas. Aqui, à parte da experiência de entretenimento que o formato imersivo propõe, o objetivo é também informar e preparar a população para um eventual novo sismo, evitando uma tragédia à larga escala, como a que os Lisboetas viveram no início da segunda metade do século XVIII.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here