Quinta da Regaleira vai lançar app com diferentes roteiros

Quinta da Regaleira vai lançar app com diferentes roteiros

0

A Quinta da Regaleira prepara-se para lançar uma aplicação gratuita que permite aos utilizadores conhecerem os diferentes roteiros turísticos e culturais de uma forma interativa e original: a “Quinta da Regaleira 4.0”.

Aqui os visitantes serão transportados para uma outra dimensão, na qual habitantes imaginários os guiarão numa experiência digital única e pioneira em Portugal. Personagens como Carvalho Monteiro (fundador), Luigi Manini (arquiteto), Luís Vaz de Camões (poeta) e El Rei D. Sebastião, entre muitos outros, serão os anfitriões que desvendam os encantos e segredos de uma das mais emblemáticas obras-primas da Arte Neo-Manuelina do século XIX.

Na bilheteira o visitante pode utilizar o wi-fi disponível para descarregar a aplicação para o equipamento pessoal (smartphone ou tablet) e os auriculares serão oferecidos. Através de indicações e experiências em realidade aumentada, com efeitos visuais e sonoros, o utilizador pode escolher várias rotas, nomeadamente, a arquitetónica, a mitológica, a iniciática, as grutas místicas e o paraíso.

Segundo Luís Patrício, vogal do conselho diretivo da Fundação Cultursintra e um dos promotores do projeto, “A Quinta da Regaleira 4.0 é uma iniciativa digital que não deixará ninguém indiferente” e acrescenta “quem visitar o espaço terá acesso gratuito a uma aplicação, onde personagens a 3 dimensões interagem com o visitante, como se fizessem parte do seu dia-a-dia.”

Concebido pelas empresas Laranja Mecânica Publicidade, Made In Lisboa (MIL) assim como pela ByAr, este projeto de realidade aumentada, único em Portugal, reúne mais de 70 experiências com 40 animações, 30 filmes e 100 áudios em português, inglês e espanhol.

A Quinta da Regaleira constitui um dos mais surpreendentes e enigmáticos monumentos da Paisagem Cultural de Sintra. Situada no elegante percurso que liga o Palácio Nacional de Sintra e o Palácio de Seteais, foi adquirida em 1893 pelo filantropo António Carvalho Monteiro (1848-1920) para residência de Verão da sua família.

Entre 1898 e 1913, o arquiteto e cenógrafo italiano Luigi Manini, transformou os seus domínios numa ambiciosa obra de Arte Total, obedecendo a um complexo programa paisagístico, arquitetónico e artístico. Hoje, é considerada a obra-prima da Arte Neo-Manuelina do último período do Romantismo, em Sintra.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply