Segunda-feira, Agosto 19, 2019
Tags Post com a tag "ARAC"

ARAC

0

Tive lugar dia 4 de Setembro, na sede da ARAC, as eleições para os Órgãos Sociais da ARAC – Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis Sem Condutor.
Paulo Moura, em representação do Europcar Mobility Group, detentor das marcas Europcar, InterRent e Goldcar a operar em Portugal liderou a única lista candidata às eleições para os órgãos sociais da ARAC-Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor para o triénio 2018/2019/2020, a qual contou com uma votação bastante expressiva.
Integram também o Conselho Director, Thedor Fiederich Henniges em representação do Volkswagen Bank GMBH – Sucursal em Portugal, que tem a presidência da secção de Aluguer de Longo Prazo, Francisco Farrás Fernandez em representação da AVIS, que tem agora a presidência da secção de rent-a-car, Jorge Simões, em representação da RETA – Locação e Gestão de Frotas, SA, que ficou com a presidência da secção do AVM – Aluguer de Veículos de Mercadorias e Veículos de Características Especiais, Luís Passos, em representação da JAPRAC, que representa a Região Norte, Carlos Sousa, em representação da IBEROCAR, a quem cabe a representação da Região Centro, António Silva, em representação da HERTZ, o qual representa a Região da Grande Lisboa, Honório Teixeira, em representação da VISACAR, a quem cabe a representação da Região Sul e Luís Rego, em representação da ILHA VERDE, representando as Regiões Autónomas dos Açores e Madeira.
João de Sousa Braz em representação da CAEL – Consórcio de Automóveis Excelsior, Lda, preside ao Conselho Fiscal, o qual tem como vogais Miguel Queiroga Soares Correia, em representação da EPI, Lda e Agostinho Diogo em representação da RENTAUTO.
Marta Fadigas, em representação da RCI Bank and Services Portugal é agora a presidente da Mesa da Assembleia Geral, tendo como Vice- Presidente e Secretário respetivamente José Cerdeira e Rui Santos em representação das empresas REALCAR e A.MOITA.

O mandato dos Órgãos Sociais da ARAC, eleito para o triénio 2018-2020, tem início num período em que se assiste a um ciclo de crescimento da atividade de aluguer de veículos sem condutor e em que se lançam novos sistemas de mobilidade com o objetivo de melhor a qualidade da vida das pessoas e das cidades.

0

O mercado português de veículos ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros encerrou o mês de dezembro com um volume de vendas de 21.554 unidades, registando um crescimento de 27,8% face mês homólogo do ano anterior, segundo elementos fornecidos pela ACAP – Associação Automóvel de Portugal. No canal de rent-a-car as aquisições de ligeiros de passageiros atingiram as 3.744 unidades.

No que respeita a veículos novos o conjunto das empresas associadas da ARAC que se dedicam à atividade de aluguer de curta duração (veículos ligeiros de passageiros, comerciais ligeiros, pesados de mercadorias, todoo-terreno e motociclos) adquiriram no mês de dezembro um total de 4.273 veículos face a 4.219 viaturas adquiridas em período homólogo do ano anterior.

O rent-a-car continua a afirmar-se de forma clara como o maior comprador de veículos automóveis em Portugal, registando no ano findo a aquisição de 42.620 veículos ligeiros de passageiros e 3.863 veículos ligeiros de mercadorias.

Na composição das aquisições referidas, prevalecem (à semelhança do mercado nacional de um modo geral) os segmentos B e C, os quais representaram respetivamente 43% e 30% das aquisições efetuadas pelas empresas de rent-a-car.

Sendo um setor que se assume como um setor representativo de sistemas de mobilidade e onde se pretende que progressivamente se disponibilizem vários meios de mobilidade para além dos veículos automóveis convencionais, irá assistir brevemente à introdução nas frotas das empresas de veículos elétricos, aumento do número de veículos adaptados à condução por pessoas com dificuldades físicas, veículos de caraterísticas especiais para além das caravanas e autocaravanas já operadas por algumas empresas especializadas neste tipo de veículos (veículos adaptados ao transporte de pessoas com deficiência física e limousines), bicicletas a pedal, bicicletas elétricas e também os denominados “segway”.

A aquisição de veículos novos pelas empresas de rent-a-car representou em 2016 21% do total de veículos ligeiros de passageiros novos vendidos e 11%% do total de comerciais ligeiros novos.

0

É já no próximo dia 20 que se realiza a Convenção Nacional da ARAC 2017, que terá lugar no Hotel da Penha Longa, em Sintra, e que irá contar com a presença da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e do secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes.

Subordinada ao tema “Rent-a-car – Atividade Económica Global”, marcarão presença na Convenção duas centenas de participantes entre empresas associadas da ARAC, representantes de entidades públicas e privadas ligadas às áreas do Turismo, automóvel e financeira.

Contribuir para a modernidade e a qualidade do rent-a-car, fatores essenciais num mercado cada dia mais competitivo, são os principais objetivos que ARAC propõe atingir com a realização desta Convenção, sendo os temas dos quatro painéis de grande atualidade.

O primeiro painel denominado “O rent-a-car na era do digital” terá a participação de Ricardo Tomé do Grupo Media Capital, seguidamente falar-se-á dos “Connected cars e os novos meios de mobilidade” que terá como oradora Sheila Struyck do Europcar International Lab-lord. No terceiro painel será abordado um tema de grande atualidade e de importância vital para a economia nacional, “o futuro do Turismo”, que estará a cargo de Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal. Por fim como ultimo painel, “Transparência e Novas Diretrizes no Rent-a-Car”, tendo em conta principais orientações da União Europeia para o setor em matéria de transparência e relação com o consumidor, será a vez de ouvir Richard Knubben da LEASEUROPE (associação europeia onde se encontram filiadas as principais associações de rent-a-car).
Para moderar os vários painéis estará o jornalista e moderador Camilo Lourenço.

0

A ARAC – Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor, irá realizar no próximo dia 20 de janeiro de 2017 a sua I Convenção Nacional Anual, tendo como palco o Hotel da Penha Longa em Sintra, onde a entidade presidida por Paulo Moura, promoverá vários debates especializados analisando temas da maior importância para o futuro da atividade representada pela ARAC.

Como representante de mais de 90% do setor de rent-a-car e rent-a-cargo em Portugal, a ARAC inclui temas na sua Convenção como O rent-a-car na Era do Digital, Connected Cars e os novos meios de mobilidade, O futuro do Turismo e a Transparência e novas Diretrizes no rent-a-car.

Entre os oradores estarão presentes Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, Ricardo Tomé, do Grupo Media Capital, Sheila Struyck, da Europcar International, e Lab-lord e Richard Knubben, da Leaseurope.
O rent-a-car é uma atividade económica que tem registado um crescimento exponencial um pouco por todo o mundo, fruto de uma sociedade em que pessoas e empresas recorrem cada vez mais a contratos de prestação de serviços de locação para satisfazer as suas exigências de mobilidade. A Convenção proporcionará uma reflexão sobre o presente e o futuro do setor do rent-a-car, focando-se essencialmente nas novas tecnologias, no Turismo e na transparência na relação com o cliente.

A Convenção Nacional da ARAC é uma oportunidade única para interagir com especialistas em matérias de grande importância para o setor do rent-a-car em particular, mas também para todas as atividades conexas, em especial as relacionadas com o Turismo e com o setor automóvel.

Na sua Convenção a ARAC reunirá no mesmo espaço empresários do setor, responsáveis políticos, parceiros da atividade turística, do setor automóvel, da banca e entidades públicas e privadas ligadas ao Turismo.

0

Já se encontra online o novo site da ARAC, www.arac.pt, com um visual renovado, mais apelativo e mais simples de consultar. Com um interface mais intuitivo, o novo site marca uma nova etapa na relação entre a associação e as empresas associadas e membros aliados.

Em www.arac.pt, é possível consultar toda a informação acerca da associação, nomeadamente os contatos, os serviços prestados aos associados e membros aliados e membros dos órgãos sociais.

Além da melhoria ao nível da imagem e da operacionalidade, o novo site da ARAC apresenta novas funcionalidades, das quais se destacam: o novo motor de pesquisa de associados “Quer alugar carro?”, que permite aos potenciais clientes consultarem de forma simples os contactos das empresas associadas da ARAC, possibilitando a pesquisa por distrito, concelho e setor de atividade. Esta plataforma constitui um meio privilegiado de divulgação das empresas associadas, permitindo ao cliente alugar viaturas de forma rápida e intuitiva; a nova área de notícias, atualizada diariamente, onde os associados e o público em geral poderão consultar toda a atualidade informativa, com especial destaque para a economia, turismo e setor automóvel; e a área newsletter, que será disponibilizada às empresas associadas e membros aliados no segundo semestre deste ano.

A imagem do site foi alterada em harmonia com a renovação da imagem da Associação, na qual assumem especial destaque o novo logótipo, de design moderno e de fácil identificação, e a nova imagem das circulares informativas.

A ARAC pretende assim construir uma imagem uniforme, forte e dinâmica, que represente as empresas associadas e o setor da locação automóvel.

0

O mercado português de veículos ligeiros de passageiros encerrou o mês de janeiro com um volume de vendas de 13.938 unidades, registando um crescimento de 17,7% face mês homólogo do ano anterior, segundo elementos fornecidos pela ACAP – Associação Automóvel de Portugal.

No canal de rent-a-car as aquisições atingiram as 1.334 unidades revelando um crescimento de 63% face ao mesmo mês de 2015. O crescimento da aquisição de veículos de passageiros por parte das empresas de rent-a-car deve-se à maior rotação de veículos em frota (de forma a oferecer um produto de cada vez maior qualidade), fazendo com que a idade média dos veículos de rent-a-car em Portugal tenha vindo a ser cada vez menor, mas também e sobretudo devido ao aumento do turismo nacional, situação que tem contribuído de forma decisiva para o desenvolvimento direto de todos os setores diretamente ligados ao turismo, como sejam a aviação, hotelaria, o rent-a-car, os agentes de viagens, a restauração, as empresas de eventos e animação turística, etc. e indiretamente todas as outras atividades económicas.

No que ao que aos veículos de mercadorias diz respeito, o crescimento das aquisições por parte das empresas de rent-a-cargo representadas pela ARAC foi mais modesto, cifrando-se em 151 veículos, o que apesar de tudo não deixa de representar um crescimento de 6% face ao ano anterior. Refira-se que o setor do rent-a-cargo foi dos mais afetados pela crise que Portugal e a Europa ainda atravessam.

0

A ARAC – Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor, reuniu na passada quarta-feira com a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

A reunião, realizada no Ministério da Economia, teve como objetivos a apresentação à nova responsável pelo Turismo português da associação nacional do sector, (a qual como é sabido tem uma representação do das empresas que exercem a atividade de quase 100%), bem como a abordagem das principais preocupações do sector que marcam a atualidade, como sejam o “Cross Boarder Vehicles” – Melhor racionalização de frotas, a otimização de frotas e combate à poluição, a formação profissional, o foco na qualidade de serviço e proteção do consumidor, os novos conceitos de mobilidade, a partilha de viaturas e o papel mais interventivo do setor de rent-a-car na área do turismo e na promoção turística.

Segundo um comunicado divulgado pela ARAC, a SET “ mostrou uma grande disponibilidade e diálogo para ajudar a resolver os problemas apresentados”.

A ARAC fez-se representar pelo seu presidente Paulo Moura e pelo secretário-geral Joaquim Robalo de Almeida.

0

A ARAC – Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor realizou, no dia 15 de dezembro, um workshop sob o tema “Segurança no rent-a-car”, no qual compareceram representantes de mais de meia centena de empresas do sector de rent-a-car.

Atenta a este fenómeno que tem vindo a aumentar nos últimos anos, a ARAC contou com a presença de oradores em representação das entidades policiais, nomeadamente da Guarda Nacional Republicana, Polícia de Segurança Pública e Polícia Judiciária, além da direção da APS – Associação Portuguesa de Seguradoras, da empresa Vodafone (especializada em sistemas de localização automóvel) e da Keesing – Tecnhologies (comercializa e presta serviços ao nível do combate à criminalidade documental e informática).

As empresas de rent-a-car continuarão a implementar vários métodos de prevenção ao “roubo” de automóveis de forma a diminuir os elevados prejuízos que têm sofrido, destacando-se a implementação de uma base de dados de clientes incumpridores já autorizada pela Comissão Nacional de Proteção de Dados e a instalação de dispositivos antirroubo em todas as viaturas. Os funcionários das empresas de rent-a-car irão também receber formação com vista a evitar situações documentais fraudulentas contando para esse efeito a ARAC com a colaboração das entidades policiais e da Associação Portuguesa de Seguradoras.