Sexta-feira, Agosto 17, 2018
Tags Post com a tag "Destinos"

Destinos

0

O operador Destinos celebra este ano o seu 10º aniversário, iniciando as comemorações com o lançamento de uma campanha exclusiva com reduções até 30% em mais de 100 hotéis em todos os seus destinos.

Os hotéis que integram esta campanha localizam-se maioritariamente em Portugal, onde se destaca o Algarve com 40 unidades, mas também noutros destinos do continente e ilhas, Sul de Espanha e ilhas Espanholas, entre outros.

No segmento de 5-estrelas, destacam-se as ofertas exclusivas, para todo o Verão, em quartos Deluxe Vista Resort e Vista Piscina do Algarve SANA Epic , bem como para todos os quartos e villas no Vidamar Algarve e em todos os tipos de quartos do Anantara Vilamoura.
No segmento de Tudo Incluído, na categoria 3-estrelas, o Clube Vilarosa, o Clube Praia Da Rocha e os Apartamentos da Balaia, são unidades onde o operador tem allotments exclusivos com descontos para todo o período estival.

Destacam-se também ofertas para o produto “Quintas da Madeira”, designadamente a Quinta das Vistas, Quinta do Monte, Quinta do Estreito e Quinta Perestrello, com descontos de 25% no alojamento entre amanhã e 31 de outubro.

A campanha inicia-se amanhã e é válida até dia 21 de Maio, sendo a primeira de várias iniciativas que este Operador irá levar a cabo durante o ano.Operad

0
Benjamín Liberoff, vice-ministro do Turismo do Uruguai

Promover o país junto do mercado dos operadores turísticos e agentes de viagens e retirar o que de melhor tem a Estratégia Turismo 2027 traçada pelo Governo português são os principais objetivos de Benjamín Liberoff, vice-ministro do Turismo do Uruguai, que esta segunda-feira, 22 de janeiro, falou sobre este pequeno país da América do Sul, apelidado da “Suíça da América”, na Pousada de Lisboa.

Dos quatro milhões de turistas que o país recebeu em 2017, apenas 5.000 são portugueses. Um número que segundo o mesmo responsável gostava de ver aumentado com as ações de promoção previstas e que incluem press e fam trips para jornalistas e agentes de viagens a pensar já em 2019.

“Se houver agências e operadores portugueses com interesse no mercado uruguaio também podemos melhorar o intercâmbio entre ambos os lados”, disse ainda o vice-ministro do Turismo, que delineou em traços gerais as capacidades económicas do seu país, com 3,3 milhões de habitantes e que ocupa os lugares cimeiros em vários rankings, tornando-o no país mais estável da América do Sul.

No que diz respeito às preferências dos portugueses que os visitam, Benjamín Liberoff refere que a componente cultural e histórica é a principal razão, uma vez que a fundação da Colónia do Sacramento lhes é familiar.

“Penso que a primeira vez que chegam ao Uruguai o fazem como complemento de outra viagem, por exemplo quem vai até Portalegre, no Brasil, acaba por visitar o nosso país e claro está a capital, Montevidéu. Mas há também que venha pela gastronomia e o vinho, ou não fossemos conhecidos por ter a melhor carne e depois temos alguns produtos que são iguais aos que encontram no Algarve, como por exemplo Punta del Este, que tem a praia sul-americana de maior prestígio”, sublinha.

Questionado sobre possíveis investidores portugueses no Uruguai, o governante aponta o Grupo Pestana, que detém uma sede de Jockey Club e que em breve poderá ser transformada em pousada ou hotel. Para já o projeto está “em apreciação e as negociações estão avançadas para iniciarem as obras”, revela ainda.

Quanto à Estratégia de Turismo 2027 traçada para Portugal e que ensinamentos pode o Uruguai retirar daqui o vice-ministro explica, que tal como o mercado português, o seu país tem sazonalidade e muitas vezes oferta concentrada em alguns polos turísticos e que deve ser expandida a todo o território.

“Outra área passa pelo Turismo Fluvial desenvolvido que vocês têm e que nós ainda não possuímos. Mas também na inovação, no turismo de acessibilidades e no turismo social”, conclui.

Quanto às ligações aéreas para o Uruguai, Benjamín Liberoff pensa que os voos diretos a partir de Madrid na Ibéria, ou as ligações através de São Paulo (Brasil) pela TAP ou a TAM são suficientes.

0

A República Dominicana acaba de lançar a primeira plataforma digital do país, “Your Concierge”, um assistente de viagem digital para utilizadores que procuram orientação efetiva sobre ofertas corporativas, de entretenimento e hotelaria.

A aplicação divulga e promove informações sobre os principais destinos e produtos turísticos do país, oferecendo uma gama alargada de serviços online, que incluem, entre outros, reservas de restaurantes e excursões personalizadas, aluguer de iates, de aeronaves executivas e de helicópteros, serviços de transporte de luxo, circuitos de golfe e entradas em discotecas e concertos. A aplicação propõe também eventos corporativos, programas de casamentos, experiências gastronómicas temáticas, celebrações de aniversários e muito mais.

Disponível em vários idiomas a app permite que se faça o download diretamente para smartphones Android e IOS. Estes benefícios foram concebidos para criar uma estreita relação de confiança com os utilizadores, num formato moderno e estilizado que reflete também as tendências de mercado. Destaca-se ainda a possibilidade de reservar e pagar diretamente os serviços pretendidos ou entrar em contacto com os representantes, para obter uma assistência mais personalizada.

Além disso, a aplicação oferece um conjunto de experiências pioneiras, com imagens de 360º, para atender o crescente interesse dos segmentos de viagens corporativas e de mercado de férias.

O Concierge digital é um projeto do grupo Express Check In, lançado no início de 2016, que oferece serviços no setor de aviação civil e do turismo, e que tem o apoio do Ministério do Turismo da República Dominicana. O download da App “Your Concierge” pode ser feito através da App Store e Google Play.

0

Portugal é o destino que está na moda em todo o mundo e que a Abreu online promove além-fronteiras com uma oferta exclusiva e imperdível.

De Norte a Sul e Ilhas, Portugal transformou-se no destino mais desejado do Mundo, na última edição dos World Travel Awards, realizada recentemente no Vietname.

“Para promover aqueles que serão os locais mais pesquisados e visitados no próximo ano, a Abreu online está a lançar uma proposta que inclui todas as regiões nacionais e que será divulgada junto dos nossos principais agentes da Europa, Brasil e LATAM”, refere um comunicado da empresa.

“Lisboa, Porto, Alentejo, Centro, Norte, Funchal e Ponta Delgada são as sugestões apresentadas para estadas em unidades de quatro e cinco estrelas, garantindo a qualidade a que já habituámos os clientes da Abreu online. Sendo um dos destinos estrela da Abreu online, o Algarve também está incluído nesta proposta e apresenta-se com outra mais-valia: o reconhecido Pine Cliffs, hoje a ostentar o galardão de Melhor Resort de Luxo do Mundo, atribuído no mesmo evento”, refere ainda o mesmo comunicado.

Esta é a primeira vez que Portugal se consagra como Melhor Destino Turístico do Mundo e é pelo terceiro ano consecutivo o Melhor Destino de Golfe no Mundo. A cidade de Lisboa também se estreia como Melhor Destino de City Break e a Madeira renova com o Melhor Destino Insular, atribuído pela terceira vez consecutiva.

0

“O número de portugueses que viajam para a Tailândia deverá aumentar 6% este ano”, revelou esta terça-feira, 12 de dezembro, a responsável pelo Turismo da Tailândia em Portugal, Rosário Louro, durante o Workshop Emirates e Turismo da Tailândia, que reuniu agentes de viagens do setor luxo.

A mesma responsável, que apresentou alguns destinos dentro daquele país que são ainda desconhecidos da maioria dos turistas, e que contam com alguns hotéis topo de gama, referiu aos jornalistas, que em “2015 e 2016 crescemos 20%, enviando 45 mil portugueses para a Tailândia, é normal que em 2017 estes valores não sejam tão altos, mas também porque a concorrência das Caraíbas este ano foi muito grande”.

Ainda assim, Rosário Louro sublinha que quer na Bolsa de Turismo de Lisboa, na Feira das Viagens e no Mundo Abreu, “o destino Tailândia foi um dos mais vendidos e atenção que não é propriamente muito barato”.

O segmento de luas de mel é, segundo a mesma responsável, “um dos mais importantes para nós, mas o segmento luxo já tem muitas pessoas a fazer viagens caras, depois surgem os mais jovens com idades entre os 20 e 30 anos, cuja viagem de sonho é partir para a Tailândia de mochila às costas e aqui a permanência é de um mês”.

“Banguecoque, Phuket e Chiang Mai continuam a ser os destinos mais procurados, mas Ko Samui está a ter um aumento, porque no verão canalizamos muitas pessoas para lá”, diz Rosário Louro, acrescentando que o tempo médio de estadia dos portugueses na Tailândia ronda os 10 a 12 dias.

Emirates e FlyDubai

Durante o Workshop Emirates e Turismo da Tailândia, Ana Paula Ferreira, Sales Executive Portugal da companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos explicou aos agentes de viagens presentes algumas das contrapartidas de voar quer na Emirates, quer na companhia low cost, sublinhando que esta última, devido à dimensão dos seus aviões, um Boeing 737-800NG permite-lhes voar para destinos na Tailândia ainda pouco conhecidos do chamado turismo de massa.

0

A Andaluzia desenvolveu um conjunto de ações de promoção em Lisboa, nos passados dias 17 e 18 de novembro, com o objetivo de ampliar a sua quota no mercado português. Com foco no segmento cultural, estas ações contaram ainda com um concerto do pianista David Peña Dorantes, na Embaixada de Espanha.

Uma campanha que está sobretudo orientada para mercados emissores europeus e tem como elemento central o videoclip “Orobroy”, no qual o artista interpreta o seu célebre tema em diferentes cenários e recursos emblemáticos da província sevilhana, tais como o anfiteatro do conjunto arqueológico de Itálica, o Cerro del Hierro, os marismas do Guadalquivir ou a Praça de Espanha de Sevilla, entre outros.

A promoção no mercado português pretende enaltecer as cidades e povoações, parques naturais, tradições, museus e em geral todos os bens que esta região integra e que constituem o seu património cultural, natural, gastronómico e etnográfico contruindo a base de uma experiência turística única.

A cultura andaluza atraiu à região mais de 8,3 milhões de visitantes, sendo que uma em cada três pessoas veio motivada por esta oferta (quase 30% do total daqueles que nos visitaram). Este segmento cultural foi o que mais cresceu, tanto em número de visitantes como em percentagem, com uma vantagem em 2016 do 12.1% superior à do total de turistas (+ 8.3%).

Em 2016, a origem dos turistas culturais foi 56.1% do território nacional e 43.9% do estrangeiro. Esta tipologia destaca-se por uma série de qualidades que reforçam o seu carácter estratégico para a comunidade e também pelo facto de contrariarem a sazonalidade e o elevado gasto médio que aumentou 2,5 euros no ano passado até atingir os 75 euros, valor muito superior à média geral, 64.50 euros.

Relativamente ao mercado português, a Andaluzia é o destino espanhol que recebe o maior número de turistas lusos, representa quase 19% do total nas dormidas deste mercado em Espanha. Em concreto, a região contabilizou mais de 245.000 turistas hospedados e 691.000 estadias em estabelecimentos hoteleiros durante o ano de 2016, o que revela um aumento por semestre de 22% e de 19%, respetivamente.

0
Anamarija Jurinjak, head of promotion da Croatia Airlines e Jasenka Mandzuka, head of promotion do departamento de Turismo

O Turismo de Zagreb e a companhia aérea Croatia Airlines, representada pela APG Portugal, apresentaram esta quinta-feira, 19 de outubro, em Lisboa, aquele que é considerado o melhor mercado de Natal da Europa, que se realiza na capital croata entre 2 de dezembro de 2017 e 7 de janeiro de 2018.

Para tal a Croatia Airlines vai continuar a operação Lisboa-Zagreb, entre 30 de outubro deste ano e 8 de janeiro do próximo. Os voos partem às sextas-feiras de Lisboa às 11h00 e chegam a Zagreb às 15h00, no voo de regresso as partidas são feitas da capital da Croácia às 07h00, chegando à capital portuguesa às 10h00.

Um horário que vai permitir aos portugueses passarem o fim de semana em Zagreb, uma cidade que este ano recebeu 8.300 portugueses em 14.450 pernoitas, segundo avançou aos jornalistas a head of promotion do departamento de Turismo, Jasenka Mandzuka, acrescentando: “O crescimento em termos de chegadas de portugueses, quando comparado com 2016, foi de 25%, enquanto nas pernoitas se verificou um crescimento de 9%”.

Já Anamarija Jurinjak, head of promotion da Croatia Airlines, explicou que os voos estão sempre cheios e que a admiração pelos dois povos “é recíproca”, revelando ainda que a partir de meados de abril a operação da Croatia Airlines entre Lisboa-Zagreb poderá aumentar para “três ou quatro frequências”. Questionada sobre a possibilidade de o Porto vir também a fazer parte das operações da companhia, a mesma responsável referiu que essa hipótese não está colocada de lado, mas que só num espaço temporal de “dois anos, não para já”.

Os voos entre os dois países serão feitos, alternadamente, com Airbus 319 e Airbus 320, com capacidade para 144 e 174 lugares, respetivamente. O serviço inclui, entre outras coisas, um snack ligeiro, revista de bordo e um programa para crianças, conforme avançou a APG Portugal, representante da companhia croata no país.

Com 61 hotéis (entre eles 3 de cinco estrelas e 18 de quatro estrelas), com capacidade para um total de 7544 camas, a cidade de Zagreb, comparada por muitos como a “irmã mais nova” de Viena de Áustria, muito devido a alguns arquitetos austríacos que deixaram a sua marca por ali, convida à grande festa do Advento, que durante mais de um mês prepara um sem número de atividades para os turistas. Desde concertos musicais, passando por workshops de fotografia, gastronomia e algumas novidades que o ano passado foram lançadas, como é o caso do Advento do Túnel que abriga exposições subterrâneas e outras atividades, e que este ano se manterá no programa, conforme explicou Jasenka Mandzuka.

0

E se pudesse explorar um destino turístico através de um mupi interativo? A tecnológica portuguesa mobinteg estabeleceu uma parceria com a PARTTEAM, para disponibilizar a solução SMIITY nos seus quiosques e mupis multimédia, dando mais um passo na transformação das cidades em smart cities.

Ao dirigir-se a um destes quiosques e mupis multimédia instalados pela PARTTEAM, o utilizador poderá explorar a cidade em que se encontra, como se estivesse a utilizar a app no smartphone. As funcionalidades não se alteram.

Poderá ver pontos de interesse num mapa interativo, selecionar os percursos pedestres disponíveis, pesquisar eventos por categorias e estar a par das principais notícias da cidade em que se encontra, mas agora em grande escala.

Os quiosques multimédia e os mupis digitais surgem, assim, como uma alternativa às tradicionais formas de divulgação de informação turística, com a vantagem de contribuírem para a redução de custos de produção e distribuição da informação.

As soluções tecnológicas da PARTTEAM contribuem, igualmente, para a dinamização do turismo e para tornar os municípios e cidades mais criativos, sustentáveis e inteligentes. Uma missão que vai ao encontro do principal objetivo da SMIITY: ser um agente facilitador na transformação de cidades em smart interactive cities, proporcionando uma experiência única e imersiva a cidadãos e turistas.

“A PARTTEAM está sempre à procura de novas parcerias com empresas e softwares que possam complementar as suas soluções tecnológicas. O objetivo passa por proporcionar aos clientes, parceiros e distribuidores nacionais e internacionais da empresa, soluções e serviços mais completos que correspondam às expectativas do mercado”, comenta Miguel Soares, CEO e fundador da PARTTEAM.

A SMIITY pode ser descarregada gratuitamente na App Store e no Google Play. Está também disponível uma versão para Apple Watch.

0

A Feira das Viagens em 2018 vai mudar de “casa”. O local escolhido é a Sociedade Nacional de Belas Artes, que recebe entre 13 e 15 de abril, mais uma edição. Novidade também é a estreia em Braga, no Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa.

A passagem do Campo Pequeno para a Sociedade Nacional de Belas Artes (SNBA) prende-se com o facto das datas da Feira terem sido antecipadas para abril e do espaço do Campo Pequeno já estar comprometido para outros eventos.

Segundo Rosário Louro, diretora da Jervis Pereira e uma das promotoras do evento, “as alterações introduzidas em 2018 contribuem para refrescar a imagem da Feira e captar novos públicos-alvo. Em Lisboa a Feira das Viagens vai decorrer num espaço recentemente renovado na SNBA, em simultâneo com uma exposição de pintura, oferecendo ao visitante um ‘três em um’, já que enquanto compra viagens pode também visitar uma exposição e o belíssimo Salão Nobre de um dos mais emblemáticos edifícios do Estado Novo, localizado na Rua Barata Salgueiro, mesmo junto á Avenida da Liberdade. Em Braga a escolha do local seguiu a mesma filosofia que temos vindo a promover noutras cidades: espaço central, junto da zona histórica, com bons acessos e estacionamento, num edifício emblemático, que é um polo de atração turístico e cultural na região.”

Também as datas e o horário de funcionamento da Feira das Viagens foram adaptados a um formato “menos pesado” para os expositores. Haverá coincidência de datas na Feira de Lisboa e Braga (13,14 e 15 de abril) e na Feira do Porto (Palácio da Bolsa) e Coimbra (Pavilhão Centro de Portugal), a 20,21 e 22 de abril. Em todos os locais a Feira funcionará das 10 às 20 horas, em qualquer dos dias.

As inscrições para os expositores já estão abertas em https://feiradasviagens.campopequeno.com/Inscricoes-Feira-de-Viagens, sendo confirmadas por ordem de chegada.

Em 2017 a Feira das viagens contou com a presença de 150 expositores e 17 mil visitantes. Este número deverá sofrer um acréscimo para 170 expositores e pelo menos 23.000 visitantes em 2018, com a entrada de Braga no circuito e o novo fôlego do espaço na Sociedade de Belas Artes em Lisboa.

A Feira das Viagens do próximo ano continua a contar com o patrocínio da Halcon, do Turismo Centro de Portugal e do Turismo da Tailândia e com o apoio institucional da Associação Comercial do Porto, da Câmara Municipal de Coimbra e, pela primeira vez, da Sociedade Nacional de Belas Artes.

0
Ratchaprapha Dam or Chieo Lan Dam, Surat Thani *** Local Caption *** เขื่อนรัชชประภา หรือ เขื่อนเชี่ยวหลาน จังหวัดสุราษฎร์ธานี

A Autoridade de Turismo da Tailândia (TAT) acredita que o número de turistas japoneses na Tailândia, que em 2016 foi de 1,4 milhões, poderá crescer ainda mais, principalmente em termos de receitas, dado que o Japão tem vindo a mostrar sinais de uma significativa recuperação económica com fortes indícios de crescimento a médio prazo.

Na última edição da Expo Turismo Japão, que decorreu na semana passada, a TAT marcou presença com um “arsenal” de eventos e demonstrações culturais, (designadamente massagens, danças, demonstrações de Muay Thai, gastronomia, entre outros), apostando sobretudo na sensibilização dos jovens e dos públicos femininos com poder de compra.

Segundo o Governador da TAT, Yuthasak Supasorn, “estamos à procura de atrair mais visitantes com poder de compra, essencialmente visitantes de primeira vez, estudantes universitários e mulheres. Estamos também focados em promover produtos e destinos diversificados, dirigidos a diferentes públicos-alvo, de forma a atrair turistas repetentes”.

Em 2016 a Tailândia recebeu 32,6 milhões de turistas dos quais 27% da China, 27% dos países que integram a ASEAN e 19% da Europa. Em termos de receita média por viagem os países do médio Oriente e da Europa lideram o ranking e o Japão ocupa ainda a 57ª posição, curiosamente atrás de Portugal que ocupa a 40ª posição. Sendo o Japão um dos países com o PIB per capita mais elevado no Continente Asiático a estratégia da TAT prende-se sobretudo com a captação de turistas exigentes e com poder de compra que procurem produtos e destinos de qualidade.