TAP é a marca de linhas aéreas com melhor reputação no estudo...

TAP é a marca de linhas aéreas com melhor reputação no estudo RepScore 2017

0

A OnStrategy, em parceria com a Corporate Excellence Foundation, acaba de apresentar os resultados da reputação do seu estudo, o Global RepScore Pulse 2017, que avalia mais de 300 marcas em Portugal. No setor dedicado às companhias aéreas, a TAP aparece em primeiro lugar com 72,55 pts., à frente das low cost Ryanair e easyJet, com 68,20 pts. e 64,68 pts, respetivamente.

O Global RepScore Pulse é um estudo anual da OnStrategy em parceria com o Corporate Excellence Foundation que avalia o posicionamento e os níveis emocional e racional de reputação das organizações e das marcas junto de vários stakeholders (publico em geral, empresários e diretores de empresas, jornalistas, líderes de opinião, professores universitários e analistas de mercado).

Desde 2008 em Portugal, o Global RepScore Pulse é desenvolvido anualmente em duas vagas (entre Outubro e Fevereiro, e entre Maio e Julho) e avalia o posicionamento e a reputação das marcas selecionadas espontaneamente; as marcas que passam o filtro da notoriedade espontânea são posteriormente auditadas qualitativa e quantitativamente em dimensões emocionais (posicionamento, admiração, confiança, preferência e recomendação) e em dimensões racionais (produtos e serviços, inovação e diferenciação, ambiente de trabalho e bem estar, cidadania e responsabilidade social, performance de negócio e financeira, governo e ética, liderança e visão).

Em Portugal estão mapeadas mais de 300 organizações e marcas selecionadas por um painel de mais de 40.000 cidadãos que avalia as mesmas de acordo com a tabela de excelência.

O sector da aviação é provavelmente aquele em que as dimensões emocionais e racionais de posicionamento e reputação mais se misturam e, neste âmbito, os stakeholders defendem o que é Português, até porque a oferta é de qualidade, segura e competitiva. A TAP é claramente uma referência até pelos momentos difíceis a que tem sido exposta e só a força e a reputação da marca fazem com que a mesma continue a crescer os seus indicadores de saúde de marca”, afirma Pedro Tavares, Partner e CEO da OnStrategy.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply