Turismo da Suíça abre oficialmente delegação em Portugal

O Turismo da Suíça acaba de abrir em Portugal aquela que é a sua 27ª delegação internacional. A oficialização do momento decorreu esta quinta-feira, 28 de abril, em Lisboa, com a presença de Martin Nydegger, CEO do Switzerland Tourism, de Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, e de Leslie Bent, manager para Portugal do Switzerland Tourism.

“Este é um momento incrivelmente importante para nós, porque há muito tempo que queríamos ter uma presença em Portugal”, começou por afirmar Martin Nydegger durante a ocasião.

Apesar de serem países concorrentes em diversas áreas do setor do turismo, os dois países não se vêm assim, segundo afirmou o responsável. “Não nos vemos como concorrentes, apesar de o sermos, vimos esta concorrência de uma forma saudável. Cada país quer atrair visitantes e complementamo-nos em termos de oferta: não temos as bonitas praias de Portugal, mas temos montanhas e neve”, referiu, explicando que as entidades de turismo de ambos os países encontraram, assim, uma forma de cooperarem “como nunca ninguém tentou anteriormente”.

Luís Araújo destacou que, desde há muito, há uma amizade entre ambos . “Se há algo que precisamos mais do nunca é amizade e cooperação”, começou por afirmar o presidente do Turismo de Portugal, deixando presente que espera que “este seja um bom exemplo para o futuro. Não há nada melhor do que abrir as nossas portas a alguém que quer trabalhar connosco. É exatamente o que estamos a fazer, a abrir as nossas portas. Este é o momento de estimular as pessoas a viajar e, mais importante do que pensar quem são os nossos concorrentes, é estimular as viagens”.

Para Luís Araújo “o mais importante é perceber como podemos aprender juntos, como podemos aumentar as acessibilidades e trazer pessoas aos dois países. A Suíça foi o nosso décimo mercado em termos de dormidas no último ano, mas o quinto em receitas. Existe uma grande oportunidade de crescimento”, mencionou.

À margem a apresentação oficial, Martin Nydegger afirmou à VIAJAR MAGAZINE que, em 2019, registaram “135 mil dormidas de portugueses” na Suíça, apesar de nos anos anteriores a esse “o crescimento ter sido sempre constante”.

Foi devido a esse aumento constante de turistas portugueses no país helvético, nos anos que antecederam a pandemia, que fizeram Martin Nydegger e a sua equipa pensarem na “possibilidade de abertura de uma delegação em Portugal”.

Para o responsável, é “importante mostrar uma outra Suíça, para além dos desportos de inverno, proporcionados pela neve o esqui”.

Quando questionado sobre os anos de 2020 e 2021, Martin Nydegger limitou-se a dizer: “Não quero falar disso, são anos para esquecer!”. Já em relação a 2022, o profissional garante que a previsão é de voltarem “ao ritmo de crescimento”, apesar de ainda alguma “consolidação e arranque para o que 2023 poderá vir novamente a ser de crescimento consolidado, tal como vinha a acontecer até 2019”.

O setor do turismo, segundo Martin Nydegger, é o quinto mais importante setor da economia suíça, ultrapassado apenas pelos setores financeiro, farmacêutico, industrial e relojoeiro, apesar de não ultrapassar os 5% do PIB daquele país. O português é o idioma mais falado, após o alemão, francês, italiano e inglês.

Leslie Bent, detentora da dupla nacionalidade suíço-portuguesa e fluente em português, é a responsável do Turismo da Suíça em Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here