Viajar Tours aposta na diferenciação e aumenta operações

0
267

O operador turístico Viajar Tours transportou, em 2019, mais de 13 mil passageiros nas suas operações charter e regular, num aumento de mais 23,8% que no ano anterior, em que registaram 10.500 passageiros, tendo a taxa de ocupação andado em torno dos noventa pontos percentuais e o número de lugares contratados crescido 30%.

“Foi um bom ano para nós”, assegurou Nuno Anjos, diretor comercial do Viajar Tours, num encontro com a imprensa, realizado esta quinta-feira, em Lisboa. “Conseguimos que os agentes de viagens olhassem mais para o que é o nosso produto”, garantiu.

Programação 2020

Para este ano a fasquia do operador aumenta com uma oferta superior em operações charter para o próximo verão a rondar os 18%, num total de 13 operações para nove destinos, assim como sete outras em voos regulares, com lugares garantidos.

Quanto a lugares, a oferta será superior em 28%, sobretudo devido a um prolongamento das operações, com a maioria a ter inicio em junho e terminar em setembro, o que não era habitual nos anos anteriores, em que a grande parte apenas começava em julho.

Para o próximo verão irão lançar Cagliari, na Sardenha, à partida do Porto, em voos TAP, de 14 de junho a 6 de setembro, assim como retomar a operação para Menorca, igualmente à saída do Porto e em voos TAP, de 20 de julho a 31 de agosto. Enfidha, na Tunísia, é outra das apostas, em voos Privilege Style, de 6 de junho a 7 de setembro.

Para além dos novos lançamentos, o operador irá ainda aumentar as rotações em algumas outras operações. É o caso de Monastir, na Tunísia, à partida do Porto, em voos Nouvelair, que passa de oito para 13 rotações, com início a 8 de junho e término a 13 de setembro, tal como da Sicília, à partida de Lisboa, com a Bulgarian Air Charter, de 15 de julho a 26 de agosto.

Saïdia, em Marrocos, o destino top do Viajar Tours, por ser o “mais forte em termos de vendas”, segundo o responsável pela contratação e programação, do operador, Eduardo Almeida, volta a estar entre as grandes apostas para este ano, pelo 11º ano consecutivo, tanto à partida de Lisboa como do Porto.

Álvaro Vilhena, diretor-geral do Viajar Tours, afirma que para já “as reservas antecipadas estão ao mesmo ritmo do ano passado” e mantém-se otimista em relação às operações operadas pela TAP. “A TAP partilhou connosco algumas dificuldades a esse nível [obtenção de slots], mas não se dá por vencida e obviamente está a tentar desenvolver todos os esforços no sentido de reverter o que em primeira instância lhes terá sido comunicado”, frisou, deixando em aberto a operação para Olbia, na Sardenha, devido a essa falta de garantia por parte da TAP.

Quantos às operações regulares, o Viajar Tours conta com uma oferta 10% superior para este ano para a Gâmbia, Telavive (Israel), Porto Santo, Las Palmas, Tenerife, São Tomé e Maceió (Brasil).

Formação em 17 cidades

“Dar ferramentas aos agentes de viagens para conseguir enquadrar o nosso produto no cliente”, dado que ” nem todos os nossos destinos são para todo o tipo de cliente”, tem sido o objetivo principal do tour operador, segundo Eduardo Almeida, das ações de formação que levaram recentemente a 17 cidades de norte a sul do país, nas quais participaram mais de 900 agentes de viagens.

Para Álvaro Vilhena esta é “uma necessidade cada vez maior” para que os agentes de viagens possam compreender da melhor forma a programação do Viajar Tours e que poderá ser complementada com o Manual do Agente, onde estão todas as informações e dicas sobre os destinos programados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here