Aeroporto de Adelaide associa-se à Amadeus

0
535

Com um volume de tráfego anual de 8 milhões de passageiros, as previsões de crescimento antecipam números de mais de 18 milhões de passageiros até 2034 e tem como objetivo tornar-se um centro de negócios de excelência na região Ásia-Pacifico, o Aeroporto de Adelaide está determinado em expandir as suas operações aeroportuárias e realizar os seus planos de expansão.

Para tornar realidade esta estratégia, o aeroporto irá substituir a sua tecnologia de informação operacional atual por sistemas automatizados e ampliáveis da Amadeus. Estes sistemas sofisticados de gestão de dados aeroportuários e aeronáuticos – que estão alojados em cloud – são os primeiros do seu tipo na Austrália, e o acordo irá converter o Aeroporto de Adelaide num líder em gestão de dados operativos.

A tecnologia cloud Amadeus permite otimizar a gestão do estacionamento de aeronaves, as portas de embarque, o check-in, os pontos de informações do cliente e outros serviços de terminal, críticos para o funcionamento do Aeroporto de Adelaide.

O acordo de implementação do primeiro sistema de gestão aeroportuária alojado na cloud da Australasia supõe a introdução de três soluções da Amadeus no Aeroporto de Adelaide: uma base de dados operativa para aeroportos, uma solução de gestão de recursos aeroportuários fixos e um sistema de ecrãs informativos sobre voos.

Entre as vantagens fundamentais destes módulos destacam-se: Dados precisos e pontuais sobre voos e passageiros. Os dados, em forma de milhares de segmentos de informação sobre voos, passageiros, bagagem e equipamentos, constituem o núcleo de qualquer aeroporto e determinam a forma que funciona o seu ecossistema. Graças a este acordo com a Amadeus, o Aeroporto de Adelaide terá acesso a dados operacionais pontuais e de alta qualidade alojados na cloud que permitirá planificar mais adequadamente as necessidades diárias, gerir proactivamente as operações cotidianas e preparar para as exigências operativas do futuro; Otimização de recursos automatizados. Ao implementar o primeiro sistema de gestão de recursos de terminal totalmente automatizado da Australasia, o aeroporto de Adelaide poderá gerir os seus principais recursos (sinalização de serviço de aeronaves, indicadores de faturação, portas embarque, etc) sem necessidade de intervenção dos seus operadores e assim estar à disposição de prestar mais ajuda às linhas aéreas para que alcancem os seus objetivos de desempenho dentro dos prazos fixos; Modelagem de cenários avançados. O novo sistema de gestão de aeroportos conta com ferramentas de previsão avançadas em que o aeroporto poderá rapidamente avaliar diferentes cenários situacionais sobre os seus terminais e identificar a solução mais eficaz para os passageiros e para os clientes das companhias aéreas; Ecrãs de informação de voos e bagagem líderes na indústria. Ao integrar perfeitamente a planificação de recursos com as informações exatas sobre os voos, o Aeroporto de Adelaide pode fornecer informações de alta precisão sobre voos, portas de embarque e fitas de bagagem em todo o terminal para manter os passageiros informados enquanto estes se encontram dentro das suas instalações; Antecipar as necessidades futuras. Para garantir melhorias na experiência do passageiro, é essencial que as partes interessadas do sector aeroportuário (companhias aéreas, operadores e prestadores de serviços de assistência em terra) concentrem os seus esforços na colaboração e comunicação. Ao integrar os padrões globais para a tomada de decisão colaborativa para os aeroportos (A-CDM), o novo sistema de gestão do aeroporto da Amadeus coloca o Aeroporto de Adelaide na vanguarda desta tecnologia na Australasia.

“Num momento em que temos de começar a construir o nosso novo hotel no aeroporto, os planos para expandir o terminal estão muito avançados e estamos a implementar novos sistemas e máquinas de faturação de passageiros e bagagem, precisamos de um parceiro tecnológico capaz de acompanhar o nosso crescimento.
O pacote de soluções Amadeus de gestão aeroportuária garante a disponibilidade de funções de otimização que exigimos, não só para gerir as operações diárias no nosso terminal atual, mas também para continuar a melhorá-las e desenvolvê-las de acordo com as nossas necessidades e planos de crescimento”, disse David Blackwell, Executive General Manager of Customer Service do Aeroporto de Adelaide.

Ao perguntar pela parceria, John Jarrell, Head of Airport IT da Amadeus, comentou: “A Amadeus avalia o ecossistema de cada aeroporto como um todo para determinar que tipo de soluções colaborativas e integradas pode trazer para todos os seus clientes, desde os fornecedores de serviços de assistência em terra até às autoridades aeroportuárias e as próprias companhias aéreas. Embora estas partes tenham necessidades muito específicas, também partilham objetivos comuns no que diz respeito a prazos e melhorias na experiência do passageiro”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here