AHP e ALEP juntam-se a plataforma de alojamento para profissionais de saúde

0
176

ROOMS AGAINST COVID-19 tem mais de 1000 quartos disponíveis e 130 já foram atribuídos. Projeto conta com o apoio do Turismo de Portugal, da AHP, da ALEP e do Click2Portugal

A plataforma “ROOMS AGAINST COVID-19” já está disponível e tem mais de 1000 ofertas de alojamento para profissionais de saúde que não queiram arriscar contagiar os seus familiares ou que se encontrem deslocados do local de residência. Neste momento, 130 pessoas já usufruíram deste serviço e já entraram 400 pedidos de alojamento. Os responsáveis de alojamentos locais (AL) que se queiram juntar ao movimento deverão preencher o formulário para AL, devendo os hotéis contactar a AHP ou preencher o formulário para hotéis, e os profissionais de saúde deverão fazer a sua reserva em www.roomsagainstcovid.com.  

Criada em parceria com a empresa GuestCentric e HiJiffy, a plataforma de reservas de apartamentos e quartos procura evitar a propagação do vírus, isolando médicos, enfermeiros, auxiliares de ação médica, técnicos e administrativos, que, devido à sua profissão, estão em constante perigo de exposição.

A ideia surgiu no âmbito de um grupo de trabalho com cerca de 100 pessoas, que identificou esta necessidade e recolheu uma lista de hotéis e unidades de alojamento local para, gratuitamente, disponibilizarem quartos para os profissionais de saúde. De forma a conseguir disponibilizar o maior número de quartos possível e dar uma resposta mais eficiente aos mais de 400 pedidos já recebidos, as principais cadeias hoteleiras e alojamentos locais, de norte a sul do país, estão a ser contactados, fazendo parte já da base de dados cerca de 1000 quartos de 150 hotéis e empresas de alojamento local.

O ROOMS AGAINST COVID-19 conta com o apoio do Turismo de Portugal, entidade que disponibilizou um fundo de 250 mil euros para apoiar, através das Associações do Setor, os proprietários de alojamentos e hotéis com os custos de eletricidade, água, gás e limpeza. Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, explica que “O Turismo de Portugal lançou o movimento Turismo#PorTodos com foco naquelas que são as necessidades das empresas e dos colaboradores do setor, dos turistas, mas também dos cidadãos e residentes. Esta ação traduz a solidariedade que a população manifesta àqueles que todos os dias trabalham na linha da frente desta batalha, sendo por isso muito importante pormos todos os recursos possíveis ao dispor da mesma. O nosso desejo é, por isso, que muitos mais, públicos e privados, se juntem, neste momento, a esta causa”.

A AHP – Associação da Hotelaria de Portugal e o Click2Portugal juntaram-se à iniciativa para estabelecer a ponte com hotéis que ainda não estejam disponíveis na plataforma ROOMS AGAINST COVID-19. A AHP está simultaneamente a fazer o levantamento da disponibilidade de quartos de hotéis junto dos seus associados para poderem também ser depois disponibilizados, pelo que apela aos seus associados para responder ao inquérito que começa hoje a correr.

Também a Associação de Alojamentos do Alojamento Local em Portugal (ALEP) juntou-se à iniciativa, ficando agora encarregue da gestão dos AL na plataforma ROOMS AGAINST COVID-19, assim como os grupos do facebook ‘Alojamentos Locais – Esclarecimentos’.

“Para dar resposta à crise atual, temos visto um empenho de todos os profissionais de saúde. De forma a assegurar o seu bem-estar e a segurança de todos os que os rodeiam, é necessário dar-lhes alternativas de alojamento e libertá-los de burocracias ou encargos. Queremos, com esta plataforma, aproveitar um dos pontos fortes de Portugal – o turismo -, que impulsionou a criação e oferta de novos alojamentos, e pô-los ao serviço do país”, defende Mário Mouraz, coordenador do projeto.

Para Pedro Colaço, CEO da Guestcentric, “a indústria do alojamento é das que mais está a ser afetada com esta pandemia. No entanto, acreditamos que somos uma indústria resiliente, imaginativa e eminentemente humana e, trabalhando juntos e agindo com rapidez, podemos planear com sucesso a recuperação. Durante este momento de crise, incentivamos que todos os nossos utilizadores se juntem no apoio aos profissionais de saúde”.

Todos os profissionais de saúde que estejam à procura de local para permanecer poderão efetuar a reserva diretamente na plataforma ou contactar os voluntários deste projeto, através da página de Facebook, que ficarão responsáveis por encontrar um alojamento que responda às suas necessidades.

Este lançamento insere-se no movimento tech4COVID19, criado por um grupo de fundadores da comunidade tecnológica portuguesa que está a criar soluções tecnológicas que ajudem a população a ultrapassar os desafios lançados pela pandemia.

O tech4COVID19 tem em curso cerca de quinze projetos de combate ao vírus. Entre outros, contam-se projetos para melhorar o rastreamento de redes de contágio, facilitar videochamadas entre médicos e doentes; criar uma rede de suporte a médicos e enfermeiros deslocados ou a pessoas que simplesmente necessitam de ajuda para ir às compras ou à farmácia; criar um chatbot para esclarecer dúvidas dos apoios concedidos pelo Estado às empresas e às pessoas singulares; acelerar a compra de material hospitalar e lançar uma angariação de fundos para compra desse mesmo material; disseminar informação, recrutamento e coordenação de profissionais de saúde ou ainda criar um sistema que permita à população verificar sintomas sem necessidade de ir ao médico, são apenas alguns dos objetivos dos projetos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here