Azores Airlines quer expandir operações transatlânticas

Azores Airlines quer expandir operações transatlânticas

0

A Azores Airlines, detida na sua totalidade pela SATA, está a renovar a sua frota transatlântica e de médio curso com o A321neo. A partir de 2019 a companhia receberá também o A321LR, com o objetivo assegurar as operações de longo curso. Esta decisão surge no âmbito da estratégia de crescimento da empresa para expandir as novas rotas transatlânticas.
A Azores Airlines tem aparelhos Airbus desde 1999, operando sete aviões A310, A320 e A330 nas suas rotas para a Europa, Canadá e América do Norte. O novo A321neo estará configurado em XXclasses e terá capacidade para transportar XX passageiros.
O A321LR é o modelo mais recente da Familía A320 e consegue percorrer distâncias maiores, até 4.000 nm, estando a sua entrega prevista para 2019. O A321LR é um aparelho flexível que tem um alcance superior a qualquer avião single aisle, ou de corredor único, o que o torna ideal para rotas transatlânticas e permite às companhias voarem para novos mercados de longo curso que anteriormente não estavam ao seu alcance com outros aviões de corredor único.
“A nossa missão é abrir os Açores ao mundo e vice-versa e estamos felizes por investir no Airbus A321neo para continuar este desafio,” afirmou Paulo Menezes, CEO do Grupo SATA. “O conforto, a performance, o longo alcance e a eficiência do A321LR permitem-nos responder às necessidades regionais e de longo-curso. O nosso objetivo é tornar-nos cada vez mais fortes e mais competitivos num mercado cada vez mais exigente, criando uma companhia aérea de excelência que se torne numa referência na aviação comercial internacional e que gradualmente e de forma consistente vá conquistando quota de mercado e visibilidade para a empresa”, referiu ainda.
“Estamos muito entusiasmados com esta encomenda que confirma que o A321LR é o avião de corredor único mais adequado para rotas regionais e transatlânticas,” avançou também John Leahy, COO da Airbus. “Nenhum outro avião single aisle consegue atingir a performance, eficiência e produtividade do A321LR e a sua cabine mais ampla oferece uma experiência ainda mais confortável para os passageiros”, concluiu.
A Família A320neo incorpora as tecnologias mais recentes, incluindo motores de última geração e asas com dispositivos Sharklet, o que permite uma poupança de mais de 15% de combustível, valor que aumentará para 20% a partir de 2020 com as futuras inovações de cabine. Com quase 4.800 encomendas recebidas de 87 clientes desde o seu lançamento em 2010, a Família A320neo capturou quase 60% de quota de mercado.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply