Crescimento (Turístico) Responsável

0
665

Revisitando Martins et al, 2007, os destinos e as cidades serão ambientalmente sustentáveis quando capazes de desenhar soluções de ordenamento, mobilidade e construção que permitam a redução do desperdício e aumentem a eficiência no uso de energias; serão socialmente sustentáveis quando capazes de integrar todos os seus grupos sociais nos benefícios do crescimento económico; e economicamente sustentáveis quando minimizarem ou eliminarem as externalidades negativas geradoras de custos para as empresas, para as famílias e para as administrações públicas.

Nos dias 26 e 27 de novembro de 2015, em Vitória – Gasteiz, realizou-se a Cimeira Mundial do Turismo Sustentável, ocasião para a celebração do XX Aniversário da Carta Mundial do Turismo Sustentável, organizada pelo Instituto de Turismo Responsável (ITR), o Conselho Mundial do Turismo Sustentável (GSTC) e a Agência de Turismo Basca. Este foi um evento que contou com o alto patrocínio da UNESCO, da Organização Mundial do Turismo e das principais organizações que se dedicam ao estudo do turismo sustentável.

A Carta Mundial do Turismo Sustentável irá agora orientar a ação do sector no quadro das metas de desenvolvimento sustentável definidas pelas Nações Unidas, e assenta em cinco princípios principais: Paz e Tolerância – o Turismo tem uma função vital na manutenção de um planeta mais pacífico; Conservação e Biodiversidade – um meio ambiente saudável é um recurso turístico crucial; Mudanças Climáticas – o Turismo deve responder de forma ativa e urgente; Recuperação Económica Mundial – o Turismo pode contribuir adotando estratégias de redução de emissão de carbono, com inovação na utilização de energia, recursos, transportes e sistemas de comunicação; Promotor de crescimento – o Turismo é um dos setores com mais futuro no crescimento da economia mundial.

Leia o artigo completo na Edição de Janeiro (nº 345) da revista VIAJAR – Disponível online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here