Dados do Banco de Portugal apontados como “o prémio mais importante para...

Dados do Banco de Portugal apontados como “o prémio mais importante para o Turismo”

0

Os dados divulgados, esta segunda-feira, pelo Banco de Portugal, que revelam e comprovam que o Turismo é “o setor exportador mais importante de Portugal”, devem ser vistos como “o prémio mais importante para o Turismo”. A opinião é de Vítor Neto, antigo secretário de Estado do Turismo e presidente da Comissão Organizadora da BTL e foi expressada, esta manhã, em Lisboa, na conferência de imprensa de apresentação da próxima BTL, que terá lugar de 15 a 19 de Março, na FIL.

“O setor Turismo atingiu quase 17% das exportações de Portugal em Bens e Serviços, mais corretamente 16,7%, e atingiu os 12.680 milhões de euros, mais 1.200 milhões do que em 2015”, revelou o responsável, afirmando ainda que “se não existisse o setor do Turismo a balança comercial de Bens e Serviços seria negativa”.

Para Vítor Neto, estes números devem tornar-se na bandeira das entidades do Turismo português, estando a referir-se ao Turismo de Portugal e à Confederação do Turismo Português.

Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, que também marcou presença no encontro, referiu-se a estes resultados com “um prémio que nos deixa muito orgulhosos e deve deixar também orgulhosos os portugueses”.

O stand do Turismo de Portugal na BTL vai, segundo Luís Araújo, assentar em três temas distintos. São eles o Turismo de Natureza, por ser “uma das valências do nosso Turismo e pela curiosidade que existe no estrangeiro relativamente a Portugal nesta matéria”; a comemoração dos 25 anos de José de Guimarães, artista que criou o logótipo do Turismo de Portugal; e ainda sobre os resultados dos 17 desafios lançados pela campanha “Ponha Portugal no Mapa”.

Para o profissional a BTL é “a grande festa do turismo nacional e um argumento por si só para estimular o turismo interno”.

Durante a BTL, o presidente daquele instituto público avançou ainda que irão ser apresentados os resultados da Estratégia Turismo 2027. Este é o “corolário de um trabalho que foi feito durante 2016, cuja discussão pública foi lançada em Maio. Neste momento estamos a finalizar os estudos e a compilar todos os contributos, e foram muitos, para a Estratégia do Turismo nos próximos 10 anos”.

A Madeira foi avançada nesta conferência de imprensa como sendo o destino nacional convidado da edição de 2017 da BTL e fez-se representar por Eduardo Jesus, secretário Regional da Economia, Turismo e Cultura da Madeira, e por Rodrigo Santa Clara, diretor geral da Associação de Turismo da Madeira. Eduardo Jesus aproveitou para anunciar que durante o certame irão lançar o novo vídeo promocional do destino.

Conhecida era já a primeira cidade convidada de uma BTL, Viseu. O presidente daquela autarquia do Centro de Portugal, que contará com o maior stand das cidades presentes na BTL, deixou presente que durante a feira irão promover um “microcosmos” de ofertas, para além de contarem com a presença de muitos dos 30 parceiros que irão fazer parte da campanha “2017, Ano Oficial para Visitar Viseu”.

Este ano não haverá um destino internacional convidado, dado que a organização da BTL pretende “dar maior ênfase à oferta nacional”, de acordo com as palavras da sua diretora, Fátima Vila Maior.

O Zimbabué, a Colômbia e o estado brasileiro de Minas Gerais são os destinos internacionais que vão participar pela primeira vez na feira, estando já confirmado o regresso do Peru, da África do Sul, da Argentina, da Galiza e de Taipe.

São esperados mais de 75 mil visitantes no decorrer na 29ª edição da BTL, que contará com mais de 1200 expositores e 42 destinos internacionais, numa área de 37 mil metros quadrados, distribuídos pelos quatro pavilhões da FIL.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply