Quinta-feira, Junho 20, 2019
Tags Post com a tag "BTL"

BTL

0

O Seixal vai acolher a sua primeira unidade hoteleira de quatro estrelas, ao que tudo indica, a partir de 2021, num investimento de mais de 7,5 milhões de euros. A novidade foi avançada pelo presidente daquela autarquia, Joaquim Santos, esta quinta-feira na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa.

Batizado de Hotel Mundet, dado vir a ficar instalado na antiga fábrica de cortiça que aí existia com o mesmo nome, o projeto foi atribuído, após concurso público, ao grupo imobiliário Libertas, sendo que o Stay UPon Hospitality Group é a marca que gere todos os hotéis da Libertas.

O primeiro empreendimento de quatro estrelas do Seixal, a ser construido na frente ribeirinha, em pleno espaço urbano, terá 84 apartamentos, piscina, bar, solário e zona lounge

Como não poderia deixar de ser, e devido à história do edifício, a cortiça dará o tema à unidade.

“O investidor está a aprimorar a proposta” para avançar com a construção que “deverá acontecer ainda este ano”, revelou aos jornalistas Joaquim Santos, à margem da apresentação.

O investimento “é só do promotor” apesar de “a Câmara Municipal deter o terreno, a visão da necessidade de existência de um estabelecimento hoteleiro no Seixal, sobretudo numa fábrica que muito diz às população do Seixal”, referiu.

Para além do Hotel Mundet, a autarquia do Seixal tem ainda mais dois projetos hoteleiros e turísticos em carteira. É o caso do Hotel Quinta da Trindade “uma espaço do município” para o qual o autarca diz estarem “à procura de parceiros” e afirma haver “alguns interessados, apesar de ainda não existir uma proposta em concreto”. Por outro lado, está ainda em perspetiva a construção de um Eco Resort, “o que tem gerado mais expetativa” e que virá a surgir “numa área de 90 hectares, reserva nacional, entre o Tejo e a Baia do Seixal”. Ao longo dos tempos o autarca garante que “têm surgido diversos interessados nacionais, mas na última segunda-feira de manhã surgiu um interessado internacional e na terça-feira à tarde um outro internacional, mas que no fundo é português”. Joaquim Santos afirma-se satisfeito com o “interesse do ponto de vista da procura”, mas alerta que “face à sensibilidade ambiental do território, todos os projetos têm que merecer um maturado estudo do ponto de vista ambiental, não só por parte da Câmara como também junto da comissão regional”.

O Seixal é o município convidado da 31.ª edição da BTL.

0

O operador turístico Sonhando, presente na BTL no satand da APAVT, aproveitou o primeiro dia do certame para apresentar a sua programação para o verão e também para o Réveillon.

Cuba continua a ser a “grande bandeira” da Sonhado, nomeadamente, como referiu José Manuel Antunes, director-geral da Sonhando, deixou claro que “Cuba é a grande bandeira” do operador e, “sobretudo, Cayo Coco.

Presente na ocasião este igualmente a nova embaixadora de Cuba em Portugal, Mercedes Martinez Valdés, que destacou o facto em 2018 “os portugueses terem conseguido atingir um recorde total”. Segundo a diplomata, viajaram para Cuba “31.869 portugueses”, num universo total de 4,7 milhões. Já este ano, “a 3 de março, já tinhamos registado o primeiro milhão de visitantes”, afirmou, adiantando que para 2019 “o objetivo será alcançar, pela primeira vez, os cinco milhões de visitantes”.

José Manuel Antunes, à parte da apresentação, disse aos jornalistas que as novidades deste ano da programação de verão são três. A primeira passa por Monastir começar a ser operado também à partida do Porto, dado que no ano passada era apenas à partida de Lisboa. No que respeita a São Tomé, o destino passa a estar disponível durante todo o ano e os voos para Malta passam de quinta-feira para domingo, “tornando o programa mais apetecível”, frisou.

Quando ao Réveillon, o responsável assegurou que as reservas antecipadas estão, cada vez mais, a surtir efeito, sobretudo para os destinos do Brasil e, em particular, para São Salvador, na Bahia. Para José Manuel Antunes, “curiosamente”, há mais reservas no momento para a “classe executiva”.

Quanto a novidades para o final de ano, Recife volta a entrar na programação da Sonhando com voo diretor, em voo Hi-Fly, a 27 de dezembro.

0

O Avis Budget Group aproveitou a sua presença na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa para celebrar os 60 anos de presença da marca em Portugal.

Presentes na ocasião estiveram Gianluca Testa, diretor geral do grupo para a Europa do Sul, e Francisco Farrás, diretor geral ibérico do grupo, que aproveitaram para simbolicamente apagar as velas do bolo comemorativo, na presença de parceiros e clientes da rent-a-car.

Gianluca Testa garantiu na ocasião que esta já longa presença do grupo em Portugal deve-se, sobretudo, a alguns elementos que considera primordiais. “Uma das principais razões prende-se com o nosso cuidado em prestarmos um elevado serviço de qualidade aos nossos clientes. Algo que sempre fez parte do nosso ADN e que pretendemos continuar a dar primazia. Por outro lado, apesar de termos efetuado diversas mudanças nos últimos anos, a atenção que tentamos prestar aos nossos colaboradores tem sido uma das nossas maiores preocupações. E, em terceiro lugar, está a relação que mantemos com os nossos parceiros”, explicou.

Já o diretor geral ibérico do grupo acrescentou que “sendo a BTL um evento de referência no setor do Turismo em Portugal, o Avis Budget Group não podia deixar de estar presente”. Para Francisco Farrás, “esta é uma oportunidade para estabelecermos contato com os nossos parceiros e clientes num ambiente mais informal e que nos permite trocar impressões e perceber verdadeiramente as suas necessidades”.

O Avis Budget Group está presente na BTL num espaço dinâmico onde estão presentes as quatro marcas com que o grupo opera no território português: Avis, Budget, Turiscar e Turisprime.

0
BTL 2019

A BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa irá participar em mais uma edição da FITUR – Feira Internacional de Turismo, que vai decorrer entre os dias 23 e 27 de janeiro em Madrid. A BTL 2019, que este ano apresenta uma imagem renovada, marca presença nesta edição da FITUR com um stand próprio no Pav.4, Stand 4G28.

“No ano em que a BTL se reinventa, inova e cresce, tendo como ponto de partida uma nova imagem, muito mais moderna, a presença na FITUR reveste-se ainda de maior importância. As feiras internacionais do sector são incontornáveis para a presença da BTL e a FITUR é sem dúvida uma feira impossível de passar ao lado. Esta feira é um espaço único de promoção internacional da BTL, em especial do Programa de Hosted Buyers, uma aposta crescente da Bolsa de Turismo de Lisboa, mas também de divulgação da inovação da feira nacional, a vários níveis.” salienta Fátima Vila Maior, diretora de áreas de feiras da FIL e responsável pela BTL.

“A divulgação do Programa de Hosted Buyers e da área dedicada à Meeting Industry é sempre uma das maiores prioridades da nossa presença na FITUR, dado que é uma plataforma excelente para a marcação de reuniões e desenvolvimento de negócio com os maiores compradores internacionais do sector. Para além deste foco, a BTL pretende também dar a conhecer a nova imagem da feira, destacar a grande novidade que é a BTL Cultural, posicionando-se como uma feira moderna, inovadora e internacional, é esta a aposta e a perceção que queremos que o público da FITUR retenha”, refere ainda Fátima Vila Maior.

0

O Seixal vai ser o município convidado na edição deste ano da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que terá lugar de 13 a 17 de Março, na FIL, em Lisboa. A notícia foi avançada esta manhã pela diretora de Feiras da FIL, Fátima Vila Maior, durante um encontro com jornalistas.

Segundo a responsável, o Seixal é um município a sul de Lisboa “com muito para oferecer”, afirmando que este “nos vai surpreender”, tal como aconteceu com Viseu e Pampilhosa da Serra, destinos convidados respetivamente em 2017 e 2018.

Fátima Vila Maior adiantou ainda que este ano a BTL irá ocupar a totalidade dos quatro pavilhões do recinto feiral da FIL. Como vem sendo habitual, no Pavilhão 1 será ocupado pelas Regiões de Turismo e a profissional garante que “está no máximo da sua capacidade”, ao passo que no Pavilhão 2 ficarão os municípios, animação, uma área dedicada à nova BTL Cultural e ainda o espaço de gastronomia. O Pavilhão 3 irá acolher o alojamento, os serviços de equipamentos e hotelaria, a BTL Lab (espaço dedicado a startups e tecnologias), o auditório principal e um espaço para network, a BTL Village, com empresas que não façam parte do setor do Turismo, como é o caso de instituições bancárias, seguradoras e consultoras. Por último, no Pavilhão 4, ficará o maior stand da feira, o da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), que segundo Fátima Vila Maior “este ano terá um aumento de cerca de 20%”, assim como os destinos internacionais, com a participação pela primeira vez de destinos como Goa, Tanzânia, Seicheles, Jamaica e Catalunha.

O programa de hosted buyers continua a ser uma das grandes apostas da BTL e a diretora frisou que o objetivo passa por “cada vez mais ter melhores buyers em vez de apenas trazer por trazer”, sendo que este ano o programa “terá entre 300 e 400 participantes, nos quais estão incluidos os convidados pela ACISO (Associação Empresarial de Ourém Fátima).

0

Uma das grandes apostas da 31ª edição da BTL é a BTL Cultural, um espaço que tal como o nome indica, é dedicado à cultura e à divulgação dos agentes culturais enquanto promotores do setor turístico. BTL Cultural – where culture meets tourism. 

Esta área da BTL estará localizada no pavilhão 2 e irá permitir uma experiência imersiva ao panorama e agentes culturais do nosso país. Desenvolvida em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, uma das instituições mais importantes da cultura em Portugal, a BTL posiciona-se este ano  como uma feira mais abrangente, alargando setores e propostas para os diferentes tipos de público. 

A BTL Cultural apresenta-se como um espaço de discussão e reflexão sobre o setor com foco no posicionamento destes agentes face aos desafios do turismo nacional. Esta nova área da maior feira de turismo em Portugal terá programação B2B nos dias dos profissionais e uma programação específica para o público no fim de semana. 

A participação na BTL Cultural será feita através de convites diretos a cada organização ou agente cultural, que vão poder reservar antecipadamente um módulo que inclui também a divulgação através de imagens. Os módulos estarão dispostos em círculo, em torno de um espaço que permitirá apresentações de iniciativas, pequenos espetáculos e integrará ainda uma zona lounge. 

Fátima Vila Maior, diretora de Feiras da FIL, destaca “um dos grandes desafios da BTL, ano após ano, é inovar. Nesta edição apostamos numa área dedicada à cultura e à divulgação da oferta cultural e dos seus agentes promotores, Cultura como alavanca de outros tipos de turismo e de público que são necessários atrair para Portugal.  Cultura como forma de afirmação de identidade e daquilo que nos distingue de outros destinos no mundo”.

0

A região de Lisboa estará em evidência na próxima edição da Bolsa de Turismo de Lisboa que irá decorrer de 13 a 17 de março na FIL, Parque das Nações.

Lisboa e a extensa região que envolve a capital portuguesa – 18 concelhos que se estendem numa área de 100 Km2 – irá estar representada no pavilhão 1 na 31ª edição da BTL enquanto Destino Nacional Convidado através da forte divulgação da Região De Lisboa. O espaço irá apostar forte na presença das caraterísticas diferenciadoras da região e das suas potencialidades turísticas que passam pela história, gastronomia, arte, património, enoturismo ou desporto, garantido várias atividades para o público. Outra das vertentes a destacar é a crescente capacidade de Lisboa em captar grandes eventos, afirmando a capital e a região como um dos locais de maior crescimento no segmento MICE.

A diretora Executiva da Associação de Turismo de Lisboa, Paula Oliveira, afirma que “a presença na Bolsa de Turismo de Lisboa, assegurada conjuntamente pela ATL e pela Entidade Regional de Turismo de Lisboa, é muito importante. A BTL é a maior montra de promoção turística a nível nacional e Lisboa, depois das várias distinções internacionais enquanto destino turístico, deve continuar a demonstrar aos vários tipos de público o que faz desta região um destino turístico de excelência e a não perder.”

Para Fátima Vila Maior, diretora de área de feiras da FIL responsável pela BTL “é sem dúvida um orgulho ter Lisboa como Destino Nacional Convidado, que em 2017 registou mais de 14 milhões de dormidas e 6 milhões de hóspedes. A capital apresentou um crescimento médio de turistas de 10,6% entre 2009 e 2017, sendo a região do país com mais crescimento em termos globais. A acrescentar aos números, o reconhecimento internacional, designadamente através de prémios como os World Travel Awards, torna Lisboa um fantástico cartão de visita para a BTL e uma excelente oportunidade para (re)descobrir este destino único no mundo. “

Lisboa, junta-se assim ao Centro de Portugal, à Madeira e ao Algarve, destinos nacionais convidados em 2018, 2017 e 2016 respetivamente.

 

0
Macau é uma vez mais o destino internacional convidados da BTL, após já ter recebido essa distinção em 2009, anunciou a diretora do certame, Fátima Vila Maior, no decorrer do 44º Congresso Nacional da APAVT, a decorrer em Ponta Delgada.
A edição de 2019 da BTL terá lugar de 13 a 17 de Março, na FIL, em Lisboa, e irá ocupar pela primeira vez, em sete anos, os quatro pavilhões do recinto feiral.
Durante o congresso, Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, anunciou ainda que Macau será igualmente Destino Preferido da associação no próximo ano.

 

* por Sílvia Guimarães, em Ponta Delgada a convite da APAVT

0

No passado dia 7 de setembro, embora só agora tenha sido divulgado, a BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, assinou um protocolo com a Comissão Provincial de Desenvolvimento do Turismo de Shanxi da República Popular da China, de forma a promover o desenvolvimento e a cooperação entre as 2 entidades. Esta assinatura aconteceu numa cerimónia promovida pela província chinesa, no Hotel Four Seasons, em Lisboa.

De acordo com o Protocolo assinado, ambas as partes comprometem-se a colaborar no campo do Turismo promovendo o desenvolvimento mútuo. Este Protocolo prevê a promoção e presença em Feiras e Festivais do Setor esperando assim conseguir captar mais visitantes provenientes das diferentes partes do mundo.

A província de Shanxi é uma das mais antigas da China, com mais de 5 mil anos de história. Situada na região central do país, tem quase 37 milhões de habitantes. A província tem a maior produção de carvão mineral do país e nela podemos encontrar uma das maiores atrações turísticas mundiais, o Exército de Terracota, Património Mundial da UNESCO desde 1987.

0

A 31ª edição da BTL já tem data marcada e realiza-se de 13 a 17 de março de 2019!
A última edição da BTL registou um número total de 77.000 visitantes, o que confirma o crescimento face ao ano anterior, tendência que se afirma ano após ano. Particularmente durante os três primeiros dias, 39.000 profissionais estabeleceram novos negócios e parcerias, o que representou um aumento de 1.112 profissionais face a 2016, demonstrando o interesse crescente de buyers não só nacionais, como internacionais que vêem no Programa de Hosted Buyers da BTL uma oportunidade única de networking e negócio. No horário de público, no fim-de-semana, 38.000 visitantes aproveitaram as promoções e descontos exclusivos da BTL.
A BTL, a maior Feira de Turismo do país, para corresponder ao incremento do setor do Turismo em Portugal (cuja tendência tem sido a subida a dois dígitos todos os anos, dados INE), verá aumentada a sua área exposicional com a utilização do quarto pavilhão na sua totalidade – serão mais de 40 000m2 de BTL!

O futuro do Turismo em Portugal passa pela BTL!

Quem o disse foi Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo, que reconheceu que “a BTL vai servir de palco para a discussão do futuro do turismo em Portugal”. Para isso, torna-se imperativo a aposta na continuação dos novos espaços de sucesso da ultima edição da BTL: BTL LAB&Trends e Meeting Industry (MI).