DST pede a visitantes para adiarem intenção de viajar para Macau

DST pede a visitantes para adiarem intenção de viajar para Macau

0

A Direção dos Serviços de Turismo (DST) apela aos visitantes com intenção de viajar até Macau para ponderarem a hipótese de não o fazerem, uma vez que a situação de abastecimento de água e eletricidade ainda não se encontra normalizada depois da passagem do Tufão Hato pelo país, permanecendo alguns hotéis e pensões com dificuldades de regressar à normalidade.

Por outro lado, algumas artérias da cidade foram encerradas depois do tufão e houve danos em infraestruturas, obrigando os trabalhadores da linha da frente e voluntários a lidar com um grande volume de trabalho no rescaldo da intempérie, tendo a cidade entrado já em fase de trabalho de recuperação pós-catástrofe.

A DST convocou ainda esta manhã de sexta-feira, uma reunião de urgência com representantes de associações de agências de viagem, tendo solicitado a estas últimas, a suspensão da organização de grupos turísticos a Macau (de 25 a 30 de agosto), de modo a reservar recursos para os trabalhos pós-catástrofe.
Até ao momento, a DST recebeu 19 casos de inquéritos, queixas e sugestões referentes a itinerários turísticos, a devolução de bilhetes de espetáculo, a serviços de transporte, agências de viagem e hotéis, entre outros, de entre os quais, uma queixa sobre preços de quartos de hotéis.
A DST já averiguou a situação dos preços dos quartos de hotéis e pensões, não tendo detetado até ao momento estabelecimentos hoteleiros a praticar preços mais elevados do que os reportados à DST pelos hotéis e pensões, mas detetou no entanto alguns portais de reservas de quarto online com subidas de preços. A DST irá continuar a verificar os preços dos quartos praticados pelos hotéis e caso detete infrações, sancionará de acordo com os regulamentos.
Os balcões de Informações Turísticas sob a alçada da DST localizados no Edifício Ritz, no Largo do Senado, no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto Exterior; nas Portas do Cerco, no Aeroporto Internacional de Macau e no Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa, mantêm-se em funcionamento para prestar serviço aos visitantes

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply