Fundo Revive Natureza: Lançada 2ª fase de concursos de estações ferroviárias

SAMSUNG CAMERA PICTURES

No âmbito do Fundo Revive Natureza, são hoje lançados, pela TF Turismo Fundos – SGOIC, SA, 10 novos concursos para atribuição dos direitos de exploração, sobre imóveis do Domínio Público Ferroviário, relativos a 12 estações. São elas a «Estação Freixo de Espada à Cinta», no distrito de Bragança e concelho de Freixo de Espada à Cinta; «Estação de Bruçó», no distrito de Bragança e concelho de Mogadouro; «Estação de Vilar do Rei», no distrito de Bragança e concelho de Mogadouro; «Estação de Mogadouro», no distrito de Bragança e concelho de Mogadouro; «Estação de Variz», no distrito Bragança e concelho de Mogadouro; «Estação de Urrós», no distrito de Bragança e concelho de Mogadouro; «Estação de Moncorvo», no distrito de Bragança e concelho de Torre de Moncorvo; «Estação do Carvalhal», no distrito de Bragança e concelho de Torre de Moncorvo; «Estação de Felgar e Estação de Fonte do Prado», no distrito de Bragança e concelho de Torre de Moncorvo; e «Estação de Ganfei e Estação de Senhora da Cabeça», no distrito de Viana do Castelo e concelhos de Valença e Monção.

Estas 12 antigas estações ferroviárias serão objeto de requalificação e valorização, promovendo o desenvolvimento regional e local, através de novas utilizações para fins turísticos, ficando sujeitas a várias regras de utilização e de gestão em rede, como o uso da marca Revive Natureza, o consumo de produtos locais, a sustentabilidade ambiental e a valorização do território.

Os interessados podem apresentar as suas candidaturas até ao próximo dia 21 de setembro de 2022.

Após a celebração do Protocolo de 29 de setembro de 2020, entre a IP Património e o Fundo Revive Natureza, foi assinado o acordo preparatório que regula a atribuição, pela IP Património ao Fundo Revive Natureza, dos poderes necessários para que seja possível lançar os concursos para a atribuição de direitos de subconcessão das estações de caminho de ferro com vista à sua requalificação e reabertura no contexto de atividades económicas relacionadas com o turismo.

A secretária de Estado do Turismo, do Comércio e Serviços, Rita Marques, destaca que «com estes 10 novos concursos, hoje apresentados em Valença, a Turismo Fundos já lançou, no âmbito do Fundo Revive Natureza, um total de 55 concursos, dos quais 39 respeitantes, essencialmente, a antigos postos fiscais e casas de guardas-florestais e 16 relativos a estações de caminho de ferro desativadas, revelando, assim, que este Fundo tem promovido a sua atividade de forma consistente, em resultado do interesse manifestado pelos privados». Rita Marques, acrescenta ainda que «o Revive Natureza permite que estas estações, que se encontram devolutas e inativas há décadas, ao serem requalificadas e promovidas de forma integrada na rede Revive Natureza para serviços de alojamento, restauração, equipamentos e atividades de animação e lazer, com características inovadoras e sustentáveis, irão contribuir para dar vida aos territórios, dinamizando as economias locais e regionais».

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here