Gastronomia de Phuket reconhecida pela UNESCO

0
1066

A ilha de Phuket, conhecida pelos seus magníficos resorts e praias paradisíacas, acaba de integrar a lista das “Cidades Criativas” da UNESCO na rúbrica gastronomia.

O segundo destino mais importante da Tailândia, depois de Banguecoque, foi uma das 47 cidades dos 33 países que integraram recentemente a Rede de Cidades Criativas da UNESCO cujas distinções se repartem por sete categorias: Artesanato e Arte Folclórica, Design, Cinema, Gastronomia, Literatura, Media Arte e Música.

Phuket, frequentemente intitulada “Pérola do Mar de Andaman”, é mundialmente conhecida pelas atividades ligadas ao mar. Nos últimos anos têm surgido nesta ilha, vários resorts com produtos inovadores e diferenciadores, especialmente nas áreas da saúde e bem-estar e hotéis boutique. A gastronomia tem merecido especial atenção por parte dos investidores e Phuket é já uma referência gastronómica na Ásia.

Hoje em dia existem inúmeras ligações aéreas com voos diretos dos Continentes Asiático, Europeu e, mesmo, do Médio Oriente pelo que o destino tem-se vindo a afirmar cada vez mais, não só como destino de férias, mas também de fins–de-semana prolongados.

Em 2014, o número total de visitantes de Phuket foi de 11,958,603, (Tailandeses 3,499,187; Estrangeiros 8,459,416) gerando receitas de turismo na ordem dos 260 biliões de baths (cerca de 6,6 mil milhões de euros)

Segundo o governador da Autoridade de Turismo da Tailândia, Yuthasak Supasorn, “Phuket deixou de ser visto apenas como um destino de resorts de praia. Tornou-se num destino de férias multiproduto, que oferece uma enorme diversidade de atrações culturais e incentivos. Este reconhecimento por parte das Nações Unidas é sem dúvida uma mais-valia a acrescentar à variedade de atrações que temos para oferecer” e acrescentou ainda “Phuket já é mundialmente famosa pelo seu marisco pelo que sai ainda mais reforçada com esta distinção. Promover a gastronomia tailandesa é uma das principais prioridades da TAT porque a gastronomia é um elemento fortemente diferenciador e indispensável à experiência de quem está a viajar”.

Lançado em 2004 e composto atualmente por 116 cidades membro, a Rede de Cidades Criativas da UNESCO visa incentivar a cooperação internacional entre destinos empenhados em investir na criatividade como motor do desenvolvimento urbano sustentável, da inclusão social e da vitalidade cultural.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here