Lisboa é 3.º melhor destino de cruzeiros a partir das Ilhas Britânicas...

Lisboa é 3.º melhor destino de cruzeiros a partir das Ilhas Britânicas e Europa Ocidental

0

Lisboa é o 3.º melhor destino de cruzeiros com partidas das Ilhas Britânicas e da Europa Ocidental, subindo uma posição face ao ano anterior. Uma nomeação que é atribuída com base, exclusivamente, nos comentários escritos no site www.cruisecritic.com, por passageiros que realizaram cruzeiros entre 1 de julho do ano passado e 30 de junho de 2017.

Entre os 626 comentários que se podem ler sobre a capital portuguesa no site, encontram-se frases como “Lisboa é uma cidade encantadora, há muito para ver e fazer. Precisamos de voltar para ver mais da parte antiga da cidade” ou ainda “Lisboa é uma cidade muito glamourosa, lindas lojas e edifícios”.

No mesmo ranking encontram-se as cidades de Amesterdão na Holanda, Cork na Irlanda, St Peter Port em Guernsey e Greenock na Escócia

O site www.cruisecritic.com, o primeiro na Internet destinado a consumidores de cruzeiros, lançado em 1995 e adquirido pela TripAdvisor em 2007, possui uma grande comunidade online de cruzeiros do mundo, abrangendo cerca de 500 navios de cruzeiro, 90 linhas de cruzeiro e mais de 300 portos em todo o mundo, e permite a partilha de experiências e opiniões.

Importa ainda referir que, de acordo com a publicação International Cruise Market Monitor Q 2 – 2017, publicada em junho passado pela G.P. Wild International Limited, uma das prestigiadas consultoras internacionais em estudos do sector marítimo-turístico, o Porto de Lisboa ficou, em 2016, no 24º lugar do ranking dos principais portos europeus ao nível de passageiros de cruzeiro (29º em 2015), sendo o primeiro porto continental Atlântico a figurar neste ranking, e se excluírem os portos da região do Mediterrâneo e Ilhas Atlânticas, o porto de Lisboa surge na quinta posição, apenas ultrapassado por Southampton, Copenhaga, Hamburgo e Rostock-Warnemunde. A nível mundial o Porto de Lisboa foi, em 2016, o 61º com maior número de passageiros de cruzeiro, tendo subido cinco posições face ao 66º lugar ocupado em 2015.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply