Medina quer mais passageiros nos transportes públicos de Lisboa

0
835

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, concorda com a medida do Governo em nomear novos conselhos de administração para a Metro Lisboa, que abarca ainda a Carris, a Soflusa e a Transtejo.

O autarca demonstrou a sua satisfação, ontem, à margem da apresentação dos dados de 2015 da ANA – Aeroportos de Portugal, num encontro que teve lugar no Aeroporto de Lisboa, e revelou a importância de as autarquias verem agora reforçadas as suas competências no setor dos transportes. “A decisão que o Governo anunciou é uma boa notícia para a cidade, porque vai permitir-nos trabalhar com o Governo um novo modelo dos transportes públicos, que permita uma gestão dos transportes de acordo com as necessidades de mobilidade daqueles que vivem, dos que trabalham na cidade e dos turistas que procuram Lisboa”, afirmou.

Para Fernando Medina, tendo em conta que nos últimos quatro anos os transportes públicos de Lisboa “perderam mais de 100 milhões de passageiros” e esta decisão do executivo “vai permitir repensar o modelo e fazer uma aposta no transporte público que seja complementar a todo o esforço que a cidade tem estado a fazer e que os outros operadores têm estado a fazer como por exemplo, o transporte aeroportuário, para podermos fazer crescer o número de turistas e a qualidade de vida de todos em Lisboa”.

O Conselho de Ministros aprovou ontem Tiago Lopes Farias para novo presidente do Conselho de Administração da Metro de Lisboa, que terá Luís Barroso, António Pires, José Realinho de Matos e Maria Helena Campos como vogais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here