Património árabe no Algarve vai ser valorizado

0
572

A Carta de Compromisso – Projeto Umayyadm, que prevê a valorização do património árabe no Algarve, vai ser assinada em Alcoutim na próxima sexta-feira, dia 22. A iniciativa junta o Município, o Turismo e a Cultura na concretização de um conjunto de ações de valorização e dinamização da Rota Omíada, um itinerário que irá percorrer o legado da dinastia árabe omíada na cultura e no património de sete países ligados ao mediterrâneo, incluindo Portugal, no Algarve.

A sessão contará com intervenções do presidente da autarquia local, Osvaldo Gonçalves, além do presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva, e da diretora regional de Cultura do Algarve, Alexandra Gonçalves, parceiros nacionais de um projeto que se estende pela Itália, Tunísia, Egipto, Jordânia, Líbano e Espanha (Andaluzia).

No Algarve, a presença da dinastia omíada fez-se sentir por mais de três séculos (711 a 1031) e entre os bens inventariados na região encontram-se jogos islâmicos de tabuleiro, expostos no castelo de Alcoutim, e o castelo velho do município, património que também será revisitado nesta ocasião.

A Rota Omíada é liderada pela fundação El Legado Andalusí e financiada pelo programa European Neighborhood and Partnership Instrument (ENPI), no âmbito dos projetos de cooperação transfronteiriça na área do Mediterrâneo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here