Programa Portugal Events recebeu 158 candidaturas e estima captação de 1,8M de turistas

Lançado em 2021, com uma dotação anual prevista de 5 milhões de euros (provenientes das receitas próprias do Turismo de Portugal), o Programa Portugal Events recebeu 158 candidaturas que, maioritariamente, respeitam a projetos com execução prevista já em 2022. O valor total de investimento associado ascende a 157 milhões de euros, sendo o incentivo solicitado superior a 30 milhões de euros.

Das 158 candidaturas apresentadas foram aprovados 83 projetos, 62 dos quais são eventos associativos/corporativos.

Este mecanismo de apoio financeiro do Turismo de Portugal, cujo sucesso está patente na forte procura por parte das empresas, privilegia o apoio à realização de eventos que, pelo seu posicionamento, notoriedade e imagem internacional, contributo para a qualificação da experiência turística ou para o desenvolvimento da economia, demonstrem ser relevantes para a sustentabilidade do setor do turismo.

Os 83 projetos apoiados abrangem a totalidade do território nacional, destacando-se as regiões do Porto e Norte e de Lisboa. De acordo com os dados apresentados aquando da sua formalização, para além do seu óbvio e inegável contributo para a qualificação da experiência turística, existe uma expetativa de atração de turistas e visitantes para todo o território nacional superior a 1,8 milhões.

O Programa privilegia o apoio a eventos que pelo seu reconhecimento internacional, caráter diferenciador e grau de exposição mediática contribuam para o incremento da notoriedade de Portugal, enquanto palco de grandes eventos.

A sustentabilidade e a relevância turística intrínseca de cada evento, bem como o seu alinhamento com a estratégia no que se refere às tipologias de eventos prioritárias para a qualificação da experiência turística e para a adequada estruturação de produtos turísticos, foram os aspetos considerados como prioritários para a seleção dos projetos.

O Programa Portugal Events, agora suspenso por se ter ultrapassado a dotação prevista, contribui assim para a concretização das metas estratégicas da ET2027, através da promoção da coesão territorial e da mitigação da sazonalidade da atividade turística. De igual forma, é um importante impulso para a retoma do setor, conforme preconizado pelo Plano de Ação Reativar o Turismo | Construir o Futuro.

O programa será agora alvo de análise e avaliação, perspetivando-se que venha a ser reaberto para a apresentação de candidaturas a eventos a realizar em 2023.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here