Segunda-feira, Janeiro 21, 2019
Tags Post com a tag "Bolsa de Turismo de Lisboa"

Bolsa de Turismo de Lisboa

0

O Seixal vai ser o município convidado na edição deste ano da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que terá lugar de 13 a 17 de Março, na FIL, em Lisboa. A notícia foi avançada esta manhã pela diretora de Feiras da FIL, Fátima Vila Maior, durante um encontro com jornalistas.

Segundo a responsável, o Seixal é um município a sul de Lisboa “com muito para oferecer”, afirmando que este “nos vai surpreender”, tal como aconteceu com Viseu e Pampilhosa da Serra, destinos convidados respetivamente em 2017 e 2018.

Fátima Vila Maior adiantou ainda que este ano a BTL irá ocupar a totalidade dos quatro pavilhões do recinto feiral da FIL. Como vem sendo habitual, no Pavilhão 1 será ocupado pelas Regiões de Turismo e a profissional garante que “está no máximo da sua capacidade”, ao passo que no Pavilhão 2 ficarão os municípios, animação, uma área dedicada à nova BTL Cultural e ainda o espaço de gastronomia. O Pavilhão 3 irá acolher o alojamento, os serviços de equipamentos e hotelaria, a BTL Lab (espaço dedicado a startups e tecnologias), o auditório principal e um espaço para network, a BTL Village, com empresas que não façam parte do setor do Turismo, como é o caso de instituições bancárias, seguradoras e consultoras. Por último, no Pavilhão 4, ficará o maior stand da feira, o da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), que segundo Fátima Vila Maior “este ano terá um aumento de cerca de 20%”, assim como os destinos internacionais, com a participação pela primeira vez de destinos como Goa, Tanzânia, Seicheles, Jamaica e Catalunha.

O programa de hosted buyers continua a ser uma das grandes apostas da BTL e a diretora frisou que o objetivo passa por “cada vez mais ter melhores buyers em vez de apenas trazer por trazer”, sendo que este ano o programa “terá entre 300 e 400 participantes, nos quais estão incluidos os convidados pela ACISO (Associação Empresarial de Ourém Fátima).

0

A região de Lisboa estará em evidência na próxima edição da Bolsa de Turismo de Lisboa que irá decorrer de 13 a 17 de março na FIL, Parque das Nações.

Lisboa e a extensa região que envolve a capital portuguesa – 18 concelhos que se estendem numa área de 100 Km2 – irá estar representada no pavilhão 1 na 31ª edição da BTL enquanto Destino Nacional Convidado através da forte divulgação da Região De Lisboa. O espaço irá apostar forte na presença das caraterísticas diferenciadoras da região e das suas potencialidades turísticas que passam pela história, gastronomia, arte, património, enoturismo ou desporto, garantido várias atividades para o público. Outra das vertentes a destacar é a crescente capacidade de Lisboa em captar grandes eventos, afirmando a capital e a região como um dos locais de maior crescimento no segmento MICE.

A diretora Executiva da Associação de Turismo de Lisboa, Paula Oliveira, afirma que “a presença na Bolsa de Turismo de Lisboa, assegurada conjuntamente pela ATL e pela Entidade Regional de Turismo de Lisboa, é muito importante. A BTL é a maior montra de promoção turística a nível nacional e Lisboa, depois das várias distinções internacionais enquanto destino turístico, deve continuar a demonstrar aos vários tipos de público o que faz desta região um destino turístico de excelência e a não perder.”

Para Fátima Vila Maior, diretora de área de feiras da FIL responsável pela BTL “é sem dúvida um orgulho ter Lisboa como Destino Nacional Convidado, que em 2017 registou mais de 14 milhões de dormidas e 6 milhões de hóspedes. A capital apresentou um crescimento médio de turistas de 10,6% entre 2009 e 2017, sendo a região do país com mais crescimento em termos globais. A acrescentar aos números, o reconhecimento internacional, designadamente através de prémios como os World Travel Awards, torna Lisboa um fantástico cartão de visita para a BTL e uma excelente oportunidade para (re)descobrir este destino único no mundo. “

Lisboa, junta-se assim ao Centro de Portugal, à Madeira e ao Algarve, destinos nacionais convidados em 2018, 2017 e 2016 respetivamente.

 

0
Macau é uma vez mais o destino internacional convidados da BTL, após já ter recebido essa distinção em 2009, anunciou a diretora do certame, Fátima Vila Maior, no decorrer do 44º Congresso Nacional da APAVT, a decorrer em Ponta Delgada.
A edição de 2019 da BTL terá lugar de 13 a 17 de Março, na FIL, em Lisboa, e irá ocupar pela primeira vez, em sete anos, os quatro pavilhões do recinto feiral.
Durante o congresso, Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, anunciou ainda que Macau será igualmente Destino Preferido da associação no próximo ano.

 

* por Sílvia Guimarães, em Ponta Delgada a convite da APAVT

0

No passado dia 7 de setembro, embora só agora tenha sido divulgado, a BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, assinou um protocolo com a Comissão Provincial de Desenvolvimento do Turismo de Shanxi da República Popular da China, de forma a promover o desenvolvimento e a cooperação entre as 2 entidades. Esta assinatura aconteceu numa cerimónia promovida pela província chinesa, no Hotel Four Seasons, em Lisboa.

De acordo com o Protocolo assinado, ambas as partes comprometem-se a colaborar no campo do Turismo promovendo o desenvolvimento mútuo. Este Protocolo prevê a promoção e presença em Feiras e Festivais do Setor esperando assim conseguir captar mais visitantes provenientes das diferentes partes do mundo.

A província de Shanxi é uma das mais antigas da China, com mais de 5 mil anos de história. Situada na região central do país, tem quase 37 milhões de habitantes. A província tem a maior produção de carvão mineral do país e nela podemos encontrar uma das maiores atrações turísticas mundiais, o Exército de Terracota, Património Mundial da UNESCO desde 1987.

0

A 30ª edição da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorreu na FIL, em Lisboa, foi avaliada por mais de 130 expositores, revelando dados importantes sobre os desafios e tendências do turismo em Portugal. Esta iniciativa da FIL visa avaliar o grau de satisfação da participação na BTL assim como as prioridades dos expositores face à presença na maior Feira de Turismo nacional.
A última edição da BTL registou um número total de 77.000 visitantes, o que confirma o crescimento face ao ano anterior, tendência que se afirma ano após ano. Particularmente durante os três primeiros dias, 39.000 profissionais estabeleceram novos negócios e parcerias, o que representou um aumento de 1.112 profissionais face a 2016. Já no fim-de-semana dedicado ao grande público, 38.000 visitantes aproveitaram as promoções e descontos exclusivos da BTL.

Dos vários setores de atividade presentes da BTL – Municípios, Alojamento, Operadores Turísticos, Animação Turística, Agências de Viagens, Equipamentos e Serviços, entre outros – os municípios sempre foram um dos setores de maior representatividade. Em 2017, em conjunto com as regiões de turismo ocuparam o primeiro lugar em termos de ocupação, com 23,5% da totalidade do espaço. Este ano, o alojamento ocupou este lugar com 26,9% do espaço, mais 11,5% que a edição anterior, revelando por um lado, o crescimento desta área no tecido turístico nacional e por outro, a forte aposta deste segmento na promoção dos seus serviços, sendo este o principal objetivo da sua participação na feira.

Os dados do inquérito permitem concluir que para a grande maioria dos expositores, cerca de 95%, a presença na BTL tem por objetivo a promoção da imagem, em segundo lugar destaca-se a angariação de novos clientes, com um valor de 70% seguido do reforço de relações com atuais clientes, referenciado por 60% dos expositores presentes na feira.
Quando questionados sobre o contacto preferencial, com profissionais (B2B), público (B2C) ou ambos, 65.6% dos expositores revelam ter como objectivo primordial a comunicação com ambos, registando uma subida 8.8% relativamente a 2017. 30.5% prefere o contacto profissional (menos 8.4%) enquanto apenas 3.9% privilegia o contacto com o público (menos 0.4%). Apesar destes números, foi possível registar um aumento exponencial de 84% nas vendas diretas realizadas durante os dias de público, relativamente às vendas realizadas no ano anterior. Resultado que superou todas as expetativas por parte dos expositores com pacotes e/ou promoções dedicadas em exclusivo ao público.

Os resultados do inquérito confirmam a importância da BTL no panorama do turismo português e 96,9% dos expositores afirma que tenciona participar na edição de 2019 da BTL.

0

O primeiro ministro, António Costa, mostrou-se, esta quarta-feira, satisfeito com os “bons resultados” do Turismo em Portugal no ano passado. O governante ressalvou que o setor deu um “contributo de excelência” para o crescimento do país, e sobretudo da Economia.

António Costa, que falava aos jornalistas, durante a inauguração da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre até ao próximo dia 4 de março, na FIL, em Lisboa, referiu que “se queremos continuar a crescer na nossa economia, se queremos continuar a ter exportações que tenham um peso acrescido na nossa economia, é absolutamente fundamental continuarmos a acarinhar o Turismo e a valorizar o melhor que o país tem”.

O governante considerou que “o Turismo é também um factor muito importante para a criação de emprego, para a dinamização de regiões do nosso país onde há menos actividade económica e onde o Turismo tem sido um grande factor de desenvolvimento”. Como exemplo deu o caso do impacto do Turismo na Região Autónoma dos Açores, sobretudo nos últimos 20 anos, assim como nas regiões do interior de Portugal Continental.

António Costa defende ainda que o Turismo é muito importante na afirmação de Portugal no estrangeiro, dado que este é um setor que “ajuda a projectar a imagem internacional de Portugal”.

O responsável fez um apelo aos portugueses para com a Região Centro de Portugal, na tentativa de amenizar os efeitos provocados pelos incêndios devastadores que assolaram aquela que é a maior região turística de Portugal.

“O apelo que faço é que todos aproveitemos este ano para visitar a região Centro. A todos os empresários – e estou a ver aqui alguns que procuram bons locais para investir – que invistam na região Centro, porque investir na região Centro é também uma forma de ajudarmos a dar nova vida e a revitalizar um território que foi massacrado pelas calamidades”, proferiu.

Sobre a lotação do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, o primeiro ministro disse que esse tema “deveria ter sido alvo de um acordo politico há 20 anos atrás” e adiantou que “se tive havido entendimento nessa altura”, já haveria “a capacidade aeroportuária que toda a gente se queixa que não há”.

Para o líder governamental, “as opções que o país tem que fazer, pela sua natureza estrutural, devem sempre ser objecto de um acordo o mais amplo possível” e referiu o Aeroporto de Lisboa como “um bom exemplo de que quando queremos planear infraestruturas, que têm impacto não para o próximo ano, não para a próxima década, mas seguramente para o próximo século, é desejável que haja um acordo político alargado”.

0

A Bolsa de Turismo de Lisboa já tem aplicação para telemóvel disponível nas lojas online com todas as informações sobre a edição de 2017.

Através da aplicação desenvolvida pela Proinov, é possível aceder aos horários, agenda de atividades, preços de entrada, expositores, produtos e ainda a algumas promoções. Disponível na AppStore e na Google Play, esta será uma ferramenta útil tanto para profissionais como para o público final. 

Para Paulo Belo, diretor geral da Proinov, a “manutenção desta parceria faz todo o sentido num mundo onde as ferramentas mobile são cada vez mais parte do quotidiano das empresas”, sendo usadas como apoio a diversos tipos de atividade.

Fátima Vila Maior, diretora de área de feiras da FIL responsável pela BTL, adianta: “Com esta aplicação, pretendemos estar cada vez mais próximos tanto dos nossos expositores como de quem nos visita. Queremos que as empresas e entidades presentes vejam esta aplicação como uma ferramenta que a organização da Feira disponibiliza para promoção da sua participação. Tanto as agências de viagens, como os hotéis, unidades de turismo rural, renta-a-car, etc, têm aqui uma ótima oportunidade para destacarem os seus stands, produtos e promoções.”

A Proinov, que irá aproveitar a BTL para apresentar o produto GUESTLY para Hotelaria, é a empresa responsável pela APP pelo terceiro ano consecutivo.

0

A BTL 2017 irá contar com um novo espaço de network, o BTL Village, nos dias dedicados ao público profissional e que foi criado essencialmente para empresas fora do setor do Turismo que pretendam estar presentes na maior feira de Turismo realizada em Portugal.

O BTL Village destina-se a empresas de diferentes áreas de atuação como seguradoras, instituições bancárias e consultoras, que podem optar por três modalidades distintas de participação: Main Sponsor, Sponsors BTL Village e Attendees.

Fátima Vila Maior, diretora de áreas de feiras da FIL e responsável pela BTL, explica o conceito deste novo espaço: “Éramos cada vez mais requisitados por empresas fora do eixo do Turismo que pretendiam ter uma oportunidade para mostrar os seus serviços e produtos, assim como interagirem de uma forma mais próximas com as empresas e profissionais do Turismo. Com a Village, abre-se, assim, uma fantástica janela de oportunidades que estou certa irá gerar muitos e bons negócios.”

“Neste espaço, com capacidade para cerca de 150 profissionais, as empresas têm acesso a uma mesa com possibilidade de convidarem os seus actuais e potenciais clientes, fornecedores ou parceiros para um almoço de negócios”, conclui Fátima Vila Maior.

O novo espaço da BTL 2017 estará localizado no Pavilhão Multiusos de 15 a 17 de março (dias reservados para o público profissional) e contará com 600m2.