Bolsa de Turismo de Lisboa 2022 foi uma das melhores edições de sempre

A organização da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorreu entre 16 e 20 de março na FIL, faz um balanço muito positivo e tem a convicção que esta foi uma das edições onde foram concretizados mais negócios, segundo os vários indicadores preliminares. Esta foi a melhor resposta que o setor do turismo podia ter dado após dois anos de interregno da BTL, e foi demostrativa da resiliência e da enorme capacidade deste que é um dos mais importantes sectores da economia nacional.

De salientar que um dos objetivos estratégicos da BTL para os próximos anos é de se afirmar como o grande Marketplace do sector do turismo, pelo que Dália Palma, Gestora de Feira, destacou que “a sensação do dever cumprido” está “intimamente ligada ao elevado nível da satisfação dos expositores nas duas dinâmicas de negócio, B2B e B2C”, bem como “à opinião do público que visitou a BTL, e que cada vez mais se desloca com o intuito de comprar as suas férias”.

Assim, e apesar da previsível redução do número de visitantes, motivado pela situação pandémica à escala global, em que muitos países apresentam ainda um conjunto de restrições face às viagens, a BTL recebeu 45.569 visitantes entre profissionais e público geral  e contou com a participação de 1407 expositores (diretos e indiretos), um número superior ao da última edição, numa área de exposição de 45.000m2 dividida por quatro pavilhões. Em destaque ainda os 60 destinos internacionais presentes.

O Sucesso do Programa de Hosted Buyers

Outro dos objetivos da BTL e dos seus parceiros, Turismo de Portugal e TAP, para os próximos anos, é reforçar a qualidade e a representatividade dos diferentes segmentos do Programa de Buyers. Nesta edição a organização da feira concretizou várias iniciativas neste sentido e os números são reveladores da importância da qualificação dos buyers internacionais para a taxa de sucesso alcançada.

Nesta edição a BTL contou com a presença de 94 buyers provenientes de 18 mercados: Alemanha, Bélgica, Brasil, Canadá, Chéquia, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Países Baixos, Hungria, Índia, Israel, México, Noruega, Polónia, Reino Unido e Suécia. O número de expositores que participaram neste programa foi de 256 e as reuniões agendadas atingiu o número record de 1404.

Sobre estes números, Dália Palma, a responsável da feira, explica que “este ano a organização implementou uma ferramenta que possibilitou a avaliação do resultado de cada umas das reuniões, o que vai permitir medir o sucesso desta iniciativa, bem como perceber o potencial de negócio que vai gerar”. “Ainda estamos em fase de análise desta informação, mas os primeiros indicadores permitem-nos desde já afirmar que este programa está ao nível do que melhor se faz a nível internacional.

Na análise de satisfação efetuada aos visitantes profissionais e publico geral, com base num inquérito realizado durante o evento, destacam-se os seguintes resultados: entre o público profissional 98,3% recomendariam a visita à BTL a outros profissionais do Turismo; 95,4 % tenciona repetir a visita na próxima edição; 61,8 % deslocou-se à BTL com intenção de realizar negócios; 83,2% considera a BTL o evento mais importante no setor do turismo em Portugal; 83,8% afirma que a BTL contribui para a projeção do turismo a nível internacional; e 87,9% diz que a BTL vai permitir acelerar a recuperação económica do setor. Já entre o público geral, 91% dos inquiridos afirma que a visita correspondeu às suas expectativas; 96,6% recomendaria a visita à BTL a familiares e amigos;  92,6% tenciona repetir a visita; 51,4% deslocou-se à BTL com intenção de comprar férias; e 78,4% destes inquiridos efetuou compras no certame.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here