Turismo de Portugal lança Programa Empresas Turismo 360

O Turismo de Portugal acaba de lançar o Programa Empresas Turismo 360, uma medida inscrita no Plano “Reativar o Turismo. Construir o Futuro” que pretende colocar as empresas no centro do processo de transformação sustentável do setor. A adesão ao projeto foi hoje formalizada por 19 parceiros, entre os quais, a Confederação do Turismo de Portugal, a Associação Portuguesa de Ética Empresarial, a Banca e a Ordem dos Contabilistas Certificados, numa sessão presidida pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, e que contou com a participação da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

O objetivo é acelerar o processo de incorporação dos indicadores ESG (Environmental, Social and Corporate Governance) nas respetivas organizações, desafiando as empresas a, ativamente, reequacionarem as suas práticas ambientais, sociais e de governança. O Programa Empresas Turismo 360 aposta no desenvolvimento de ações que incluem a capacitação das empresas do turismo para a incorporação dos indicadores ESG nos respetivos processos de gestão, a disponibilização de instrumentos de monitorização, de modelos de relatórios de sustentabilidade e a promoção do reconhecimento público das organizações.

Para tal, num primeiro momento, os parceiros do Programa Empresas Turismo 360 darão o seu contributo na definição dos indicadores que deverão ser adotados pelas empresas do turismo e que permitirão medir o compromisso de cada uma com as dimensões ESG.

A partir de janeiro de 2022, e uma vez definidos estes indicadores, o Turismo de Portugal compromete-se a capacitar o setor no que à sustentabilidade diz respeito, através de ações de formação periódicas que irão manter-se ao longo de todo o Programa. Prevê-se que, durante o próximo ano, cerca de 2.000 empresas frequentem estas ações de capacitação.

Para 2022 está também previsto o lançamento de uma plataforma Empresas Turismo 360, para permitir que as empresas consigam monitorizar diretamente o seu compromisso com os indicadores ESG definidos e, assim, obter o seu Relatório de Sustentabilidade.

Está ainda prevista a criação da distinção Empresa Turismo 360, um selo atribuído pelo Turismo de Portugal às empresas que demonstrem o seu compromisso com a sustentabilidade, em todas as suas vertentes, verificado por um Relatório de Sustentabilidade.

Para o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, “para a implementação e dinamização do Programa Empresas Turismo 360, é fundamental uma articulação em rede que permita o desenvolvimento de ações colaborativas ao longo das cadeias de valor que propiciem uma visão coletiva de transformação do setor e o seu posicionamento num patamar superior de desenvolvimento mais sustentável, responsável e capaz de gerar mais valor acrescentado. Este é, assim, mais um passo na construção do turismo do futuro”.

As tendências internacionais consubstanciam desafios à escala global relacionados com a sustentabilidade e com a responsabilidade social da atividade turística, para os quais importa alavancar iniciativas e dinâmicas que possam assegurar a divulgação de boas práticas, a recuperação responsável do setor e o reforço da sua resiliência e capacidade competitiva.

A própria visão subjacente à Estratégia Turismo 2027 (ET27) consiste na afirmação do turismo como hub para o desenvolvimento de todo o território, de modo a posicionar Portugal como um dos destinos turísticos mais competitivos e sustentáveis do mundo, um compromisso assumido com metas específicas de sustentabilidade, que impõem uma atuação nas suas dimensões económica, social e ambiental.

Enquanto autoridade turística nacional e responsável pela implementação da ET27 e do Plano “Reativar o Turismo. Construir o Futuro”, o Turismo de Portugal reforça os objetivos de sustentabilidade através do Plano Turismo + Sustentável 20-23 e, agora, com o Programa Empresas Turismo 360, que destaca a importância de evoluir na visão da responsabilidade das empresas turísticas enquanto agentes de criação de valor para trabalhadores, fornecedores, clientes, comunidade, território e ambiente.

A missão é mobilizar os agentes do setor para a promoção da sustentabilidade nos próximos anos com o objetivo de contribuir, não só, para o alcance das metas da ET27, mas também, reforçar o papel do turismo nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas, promover a transição energética e a agenda para a economia circular das empresas turísticas, e envolver os stakeholders num compromisso conjunto de estruturação de uma oferta cada vez mais sustentável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here