Turismo de Portugal participa em debate na Assembleia Geral das Nações Unidas

Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, está hoje em Nova Iorque para participar num debate temático promovido pelo Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, Abdulla Shahid, sobre o tema “Turismo sustentável e resiliente no centro de uma recuperação inclusiva”.

Organizado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em colaboração com a Organização Mundial do Turismo, com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (UNDP), com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP) e com a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), este debate reúne representantes dos Estados Membros  e parceiros públicos e privados, entre outros atores relevantes, constituindo uma oportunidade para a discussão de estratégias e a partilha de boas práticas e experiências no setor do turismo.

Organiza-se em três mesas redondas dedicadas aos temas: For People: Leaving no one behind through inclusive tourism; For Planet: Accelerating a climate friendly transformation; For Prosperity: Re-invigorating investments in sustainable tourism

De acordo com Luís Araújo, “esta é uma excelente oportunidade de partilhar o trabalho de Portugal nestes domínios e conhecer experiências a nível internacional, desenhando soluções e criando caminhos comuns que permitam aos Estados Membros das Nações Unidas recuperar a atividade turística, sem deixar de ter em atenção os requisitos a que o futuro obriga: sustentabilidade, foco nas pessoas, responsabilidade – ambiental, social e económica.”

O Turismo de Portugal tem vindo a desenvolver um importante trabalho no âmbito da sustentabilidade que considera ser um dos pilares de construção do turismo do futuro. É aliás este o propósito do Plano Turismo +Sustentável 20-23 que identificou áreas de atuação relevantes que visam contribuir para uma resposta do turismo aos urgentes desafios da sustentabilidade, em alinhamento com a Estratégia Nacional de Turismo 2027 e com os objetivos do Fundo Ambiental, em matéria de economia circular e sustentabilidade.

Também o recentemente lançado plano de ação – “Reativar o Turismo | Construir o Futuro”, propõe ações e estabelece metas em consonância com este contexto, visando a construção de um turismo mais sustentável, responsável e resiliente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here