XIII Convenção da GEA teve maior participação de sempre

XIII Convenção da GEA teve maior participação de sempre

0

Pelo menos 40% das agências de viagens (o correspondente a 130) que constituem o Grupo GEA marcaram presença na XIII Convenção da rede de agências independentes que decorreu em Viseu entre 13 e 15 de outubro, no Montebelo Hotel, e que reuniu mais de 200 agentes de viagens.

O número foi avançado por Pedro Gordon, diretor geral da GEA, que em jeito de balanço, sublinhou que esta foi “a maior participação de sempre numa Convenção nossa”, revelando a sua satisfação, porque segundo o mesmo mostra “que as agências estão envolvidas, interessadas, motivadas e dinâmicas em saber o que se está a passar e o qual vai ser o futuro mais imediato”.

“Preparados para o Futuro?”

Questionado sobre se os agentes de viagens serem capazes de responder ao tema da Convenção “Preparados para o Futuro?”, o mesmo responsável respondeu: “Vivemos um momento feliz, não é eufórico, mas é um momento de uma certa alegria de consumo e as agências de viagens de perfil GEA têm de se focar no cliente. A grande vantagem competitiva de uma agência pequena é a proximidade com o cliente, conhecê-lo bem. Um serviço que uma grande rede tem mais dificuldade, porque há mais rotação, porque há menos motivação, porque são funcionários. Aqui, o dono atende o cliente e está hipermotivado. Então, o serviço e manter o cliente é a nossa mais-valia.”

Vendas com bons resultados

Boas notícias também foram as vendas que até 31 de agosto apresentaram resultados “francamente satisfatórios”, como adiantou à Imprensa Pedro Gordon, acrescentando: “Podemos dizer que, a nível de pacotes turístico de operadores, se compararmos o Top12, de 1 de janeiro a 31 de agosto deste ano, com o mesmo período em 2016, crescemos mais 20%, o que significa mais de 90% dos pacotes vendidos pelas agências do Grupo. Já no que diz respeito à hotelaria, o aumento foi de 19% num Top6.”

Quanto a destinos o diretor geral da GEA explica que o destino Caraíbas foi o que mais faturou, seguido do Algarve, acrescentando que “Saïdia, Cabo Verde, Baleares, Canárias e Porto Santo” também apresentaram boas vendas.

Questionado sobre os operadores que mais venderam, o mesmo responsável adiantou que a Soultour, a Soltrópico, a Nortravel, a Jolidey e a Solférias foram os principais protagonistas.

Para 2018, Pedro Gordon acredita que “se continuar a haver confiança do consumidor na economia do país, esperamos continuar a crescer em termos de vendas”.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply