“2018 foi o melhor ano de sempre da Bestravel”

“2018 foi o melhor ano de sempre da Bestravel”

0

A afirmação foi de Carlos Baptista, administrador da Gecontur, proprietária daquela marca de agências de viagens, em conferência de imprensa à margem da XV Convenção Bestravel, que decorreu até hoje na Madeira.
De 2017 para 2018 o responsável adiantou que a rede cresceu 29% em vendas e 22% em margem, escusando-se no entanto revelar qual foi o volume de negócios atingido.
O administrador frisou que os resultados foram atingidos com 49 agências na rede, melhores do que em tempos quando tinham algumas mais. “Desde 2011, quando tínhamos 74 agências, crescemos 64% de produção média por loja, o que é uma evolução bastante significativa”, disse.
Portugal continental e ilhas está no topo dos destinos mais vendidos no ano passado pela rede, seguindo-se Espanha, Caraíbas, Ilha do Sal e alguns destinos do Brasil. “Em Portugal [continental e ilhas] faturámos entre nove a 10 milhões nos destinos portugueses”, revelou, num crescimento de “30% face a 2017”.
Os Açores foi o destino que maior crescimento conheceu e Carlos Baptista acredita que se deve ao facto de no ano passado a convenção da Bestravel se ter realizado naquele arquipélago, mais propriamente na cidade de Ponta Delgada. “Duplicámos a nossa produção nos Açores face a 2017 e acreditamos que possa ter a ver com o facto de termos realizado lá a nossa convenção”, mencionou. Para além dos Açores, disse que os destinos que mais cresceram no ano passado foram a Tunísia e Portugal Continental, seguidos de Espanha, Ilha do Sal e Baleares.
Na opinião de Carlos Baptista, o grande incremente de procura e venda pelo Turismo nacional deve-se ao “papel das agências de viagens no fomento do Turismo Interno e na economia do país, nem sempre valorizado, falando-se apenas do incoming”.

Quanto agências por ano e 65 no máximo

Em 2018 a Bestravel juntou à sua rede quatro novas agências em Lousada, Massamá, Santarém e Vila Nova de Gaia, e irá começar este ano a abrir uma outra já no dia 9 de fevereiro em Évora. No caso das recém inauguradas em Santarém e Vila Nova de Gaia trata-se de uma segunda franquia, demonstrando “um sinal de confiança pelo trabalho que temos desenvolvido e no próprio mercado”, considera.
Atualmente com 53 agências na rede, Carlos Baptista revelou que não é intenção da Bestravel abrir mais de quatro agências por ano e não pensam vir a ter mais de 65 agências no total, pois só assim afirmam poder vir a “potenciar e cuidar muito bem da marca, sem a pressão de ter que abrir agências só por causa do aumento do volume”.
A Gecontur para além da marca Bestravel é ainda detentora da rede de agências GPA e o seu administrador garante que é objetivo “fomentar também este negócio”, que atualmente conta com quatro agências e é por isso que este ano irão estar presente na BTL com as duas marcas, sendo que a convenção deste ano também já esteve aberta ao agrupamento GPA.

2019 a começar bem

Em relação ao futuro e ao que perspetiva para 2019, Carlos Baptista garante que “o ano está a começar bem e do ponto de vista de produção estamos estamos a cima do que vivemos no ano passado, mas não vê este bom momento como garantido para a resto do ano, dado poderem tratar-se de vendas antecipadas. “Pairam algumas dúvidas se todas as operações colocadas no mercado vão ser feitas como estão programadas ou se, à semelhança do ano passado, vão ser alteradas”, apontando ao dedo ao “estrangulamento do aeroporto de Lisboa”.
A XV Convenção Bestravel, subordinada ao tema “Empower The People”, realizou-se entre 31 de janeiro e 3 de fevereiro, no Savoy Saccharum Resort & Spa, e contou com a presença de 215 participantes oriundos de 50 agências, das quais 48 franchisadas e duas GPA, assim como de 41 parceiros. No último jantar, oferecido como já vem sendo habitual pela Travelport, foram atribuídos prémios e distinções às agências que mais se destacaram pelas vendas e performances em 2018.

SIMILAR ARTICLES

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply