0

A AHP – Associação da Hotelaria de Portugal irá realizar o 29.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo em Coimbra, de 15 a 17 de novembro.

Coimbra estreia-se como cidade anfitriã do congresso anual da AHP, sendo a terceira vez que a Região Centro é a escolhida para a realização do evento. Em 2003, o Congresso realizou-se em Viseu e em 2011 decorreu na Figueira da Foz.

Nos Paços do Concelho da cidade de Coimbra, o presidente da Câmara Municipal, Manuel Machado, recebeu no dia 19 de junho o presidente da AHP, Raul Martins, acompanhado por Pedro Machado, presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro.

Os três dirigentes começaram por dirigir palavras de condolências e de solidariedade para com as vítimas do grande incêndio que provocou uma tragédia na Região Centro durante o fim-de-semana. Raul Martins, aliás, anunciou que a AHP vai já entrar em contacto com os presidentes de câmara das localidades afetadas para no rescaldo desta calamidade apoiar, através do Programa de Responsabilidade Social da Associação, as populações atingidas. Raul Martins, presidente da AHP, declarou que “mesmo depois de controlada a situação, o apoio da Associação pode ser de grande impacto, permitindo equipar as habitações com material doado pelos hotéis como mobiliário, colchões, atoalhados, roupas de cama e banho, equipamentos e material de cozinha, entre outros.” Raul Martins sublinhou, ainda, que “através do Programa de Responsabilidade Social Corporativa da AHP já foram doados pelos hotéis associados da AHP mais de 26.000 bens e equipamentos a dezenas de instituições de solidariedade social, que equiparam casas e lares e melhoraram a vida de centenas de pessoas e famílias”. “É o nosso auxílio para que se possa mitigar o enorme prejuízo, humano e material, trazendo conforto e amparo aos mais desprotegidos”, concluiu o presidente da AHP.

Raul Martins anunciou depois a data e local do Congresso, declarando: “A cidade de Coimbra, capital de Portugal até 1255, é, pelas histórias que conta, pelo seu vastíssimo património cultural e arquitetónico, pelo desenho urbano e vida académica, um destino com enorme potencial turístico. Os números da Hotelaria e do Turismo mostram-nos isso mesmo, o crescimento sustentado dos últimos dois anos vem comprovar o interesse crescente dos turistas pela região. A par do excelente trabalho de promoção e afirmação que tem vindo a ser desenvolvido na região, o Convento São Francisco, onde se vai realizar o Congresso, é uma infraestrutura belíssima e totalmente equipada para receber este grande Congresso, como teremos oportunidade de demonstrar”.

“Temos todo o interesse em acolher este 29º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo no Convento São Francisco, um evento que decorrerá graças à articulação desenvolvida pela Associação da Hotelaria de Portugal, e o seu presidente, Raul Martins, a Entidade Regional de Turismo do Centro, e o seu presidente Pedro Machado, e demais colaboradores, como a Câmara Municipal.

Quero ainda evidenciar a importância, que começa a ser constatada, do equipamento que a Câmara Municipal de Coimbra recriou [Convento São Francisco], recuperou e preparou para acolher importantes congressos, nos mais diversos domínios. Tem sido um êxito e tem contribuído para o desenvolvimento da atividade económica, turística, cultural, cívica e de cidadania também.

Quero também reconhecer o valor do que a Associação da Hotelaria de Portugal tem feito para qualificar, melhorar e aumentar a oferta de acolhimento a todos os cidadãos, a todos os turistas. E afirmar também, em relação ao Turismo do Centro, a importância do trabalho que realizou neste campo, ao longo do tempo. Antes havia muito pouco para acolher turistas, fora de Lisboa.

A Associação de Hotelaria de Portugal deu, também para isto, um contributo notável, porque rompeu com uma visão que era preponderante, de haver um certo individualismo nas iniciativas, e criou uma nova, a da cooperação. Ao fazê-lo, fortalecemo-nos uns aos outros e ganhamos todos”, realçou, por sua vez, o Presidente da C.M. Coimbra, Manuel Machado.

Pedro Machado, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro, sublinhou o facto de esta ser “a primeira vez que o Congresso da AHP, o maior congresso de hotelaria em Portugal, se realiza em Coimbra”.

“Somos uma região que está a crescer em número de hóspedes, de dormidas e de proveitos. Os números mais recentes do INE mostram um crescimento de 37% em abril, relativamente a abril do ano passado. Maio vai ser igual ou superior”, disse Pedro Machado, realçando que um dos objetivos da entidade que tutela é “posicionar o Centro de Portugal como primeiro mercado interno”.

A dificuldade em receber congressos como este era, no entanto, “uma pecha na Região Centro”, considerou. Uma dificuldade ultrapassada com a abertura, em Coimbra, do Convento São Francisco. “Este equipamento permite posicionar o Centro no produto ‘congressos e incentivos’, e não apenas a nível nacional como internacional. Este posicionamento é importante para combater os problemas da sazonalidade e da baixa estadia média da atividade turística. Além que tem um efeito multiplicador na cadeia de valor do turismo, incluindo na restauração”, destacou.

O congresso da AHP, que faz parte da agenda anual do setor, reúne mais de 400 participantes, cerca de 6 dezenas de empresas parceiras, fornecedoras de bens e serviços para a hotelaria, consultores, estudantes e professores, responsáveis políticos e altos dirigentes da administração pública e privada. Conta com a presença de oradores nacionais e internacionais para debaterem temas de grande relevância para os profissionais da Hotelaria e Turismo.

Para o mês de julho, em Lisboa, está marcado o lançamento do tema e apresentação da imagem do Congresso.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply