Agências de viagens já têm linha de apoio de 100M€ para poderem reembolsar clientes

0
64

O Turismo de Portugal, em parceria com o Banco Português de Fomento, as Sociedades de Garantia Mútua e os Bancos, lança uma linha de crédito de apoio à tesouraria, com uma dotação de 100 milhões de euros, destinada a agências de viagens e operadores turísticos.

Esta medida de apoio à Economia visa ajudar na recuperação de uma das atividades mais afetadas pelos efeitos da pandemia de COVID-19, traduzindo-se em empréstimos bancários exclusivamente para o financiamento de necessidades de tesouraria de Agências de Viagens e Operadores Turísticos, face à obrigação de reembolso relativo a viagens que não foram efetuadas ou foram canceladas devido ao contexto pandémico.

Com uma dotação total de 100 milhões de euros, e um prazo de vigência até 30 de junho, podem candidatar-se Micro, Pequenas e Médias Empresas (PME), bem como Small Mid Cap Mid Cap, que desenvolvam atividades de agências de viagens e operadores turísticos.

As operações de crédito beneficiam de uma garantia autónoma à primeira solicitação, prestada pelas SGM, até 90% do capital de cada um dos empréstimos garantidos a Micro e Pequenas e, até 80% do capital de cada um dos empréstimos garantidos a Médias Empresas, Small Mid Cap Mid Cap.

Para a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, “há que assegurar o rigoroso cumprimento dos direitos dos consumidores sem colocar em causa o equilíbrio financeiro das nossas empresas”.

Segundo a governante, “esta nova linha ajudará as agências de viagens e turismo a proceder ao reembolso aos seus clientes dos valores já recebidos, correspondentes a viagens que não foram realizadas ou que foram canceladas em virtude da pandemia da doença COVID-19. Esta linha contribuirá indubitavelmente para restabelecer a confiança dos consumidores, e, bem assim, para estimular futuras reservas junto das agências de viagens e turismo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here