Norwegian Cruise Line quer ter mais cruzeiros a passarem por Portugal

0
58

A Norwegian Cruise Line (NCL) está empenhada em continuar a crescer no mercado português e, apesar de neste ano, ter apenas quatro cruzeiros previstos com passagem por Portugal, em novembro, a companhia tenciona aumentar as frequências, sobretudo em Lisboa, nos próximos anos. A garantia foi dada esta tarde, dia 23 de fevereiro, por Kevin Bubolz, managing director da NCL Europa, em conferência de imprensa virtual.

“Este ano não temos muitos cruzeiros previstos a passarem por Portugal, mas tencionamos crescer no futuro e ir a Portugal numa base muito mais regular”, garantiu, adiantando que, com o crescimento turístico da capital portuguesa e da sua atratividade, a ideia será “crescer em número de navios a passarem por este porto”.

Durante 2021, e se a pandemia assim o permitir, a NCL tem previstos quatro cruzeiros a passarem por Lisboa, dos quais três para novembro em itinerário Lisboa-Lisboa e outro que fará Lisboa-Rio de Janeiro, com passagem pelos Açores, a bordo do Norwegian Star, de acordo com informações avançadas por Jürgen Stille, senior director Business Development da NCL para a Europa, também presente na conferência de imprensa online.

Apesar de não adiantar números, Kevin Bubolz esclareceu que o mercado português estava no foco da NCL antes do início da pandemia, quer como mercado emissor de passageiros quer como destino promissor, com campanhas muito direcionadas para este mercado, realizadas em conjunto com os parceiros locais, e assim irá continuar a ser no futuro, embora ainda não tenham certeza de quando irão poder recomeçar a operar devido à pandemia.

“Em Portugal estava tudo a correr muito bem antes da pandemia. Agora, como sabemos, é um tempo difícil para todos, mas estamos confiantes que podemos voltar onde estávamos antes da pandemia, assim que esta terminar, porque a tendência é muito positiva”, afirmou.

Retoma de operações é uma incerteza, mas tripulação será vacinada

A NCL tem vindo constantemente a adiar o recomeço de operações devido à pandemia, estando agora previsto para 31 de maio, mas Kevin Bubolz garante que mesmo essa data “ainda é uma incerteza”. Segundo o Managing Director da NCL Europa a companhia está “ansiosa de dar o próximo passo, mas ainda não há uma data oficial”, apesar de estar confiante de que “possa acontecer até ao verão”, tudo depende “de aprovação política” para poderem reiniciar operações, até porque estão “a preparar tudo para que haja plena segurança a abordo” dos navios.

Para uma segurança mais completa, a NCL está a tentar garantir a vacinação contra a COVID- 19 de toda a sua tripulação o mais rapidamente possível, assegurou Kevin Bubolz.

Apesar de não pensarem exigir a toma da vacina, pelo menos no retomar das operações, aos passageiros antes da realização de uma viagem, o responsável disse que em relação à tripulação a companhia pensa diferente.

Estamos a estudar a possibilidade de vacinar toda a tripulação. Esse é outro passo de segurança que podemos adicionar e já encomendámos vacinas e, dentro de pouco tempo, a sua toma poderá tornar-se obrigatória para a tripulação que trabalha nos navios”, frisou.

Lançadas duas ferramentas para agentes de viagens

E como já passaou quase um ano em que tiveram esta paragem forçada de operações, a NCL aproveitou para trabalharm em duas plataformas digitais que têm por finalidade ajudar e facilitar o trabalho dos agentes de viagens.

No início de dezembro de 2020, tal como a VIAJAR MAGAZINE noticiou na altura, a companhia lançou o “NCL Air”, uma plataforma revolucionária para reservas Fly-Cruise que está integrada no Book Norwegian, motor de reservas para agentes e que, segundo Kevin Bubolz “tem tido muito sucesso”.

Jürgen Stille afirmou ainda que esta nova plataforma, e dando como exemplo Portugal, já contempla voos  partida de todos os aeroportos nacionais, ao passo que a anterior apenas disponibilizava à partida de Lisboa.

“Antes já oferecíamos voos, mas através de um processo mais difícil e onde apenas tínhamos alguns aeroportos selecionados e agora todos estão incluídos no novo sistema, para assim facilitarmos a vida dos agentes de viagens”, explicou, mas isto sem que os agentes de viagens tenham acesso à comissão total sobre o valor do pacote.

Já a 26 de janeiro, a NCL lançou outra ferramenta digital, a Norwegian Central Platform, que permite aos agentes de viagens, através de um único login, aceder, por exemplo, reservarem pacotes a incluirem cruzeiro e voo, obterem informação sobre as reservas, fazerem cursos de formação da companhia e acederem a ferramentas de marketing.

A plataforma Norwegian Central vai ser apresentada aos agentes de viagens portugueses e espanhóis através de um webinar que a NCL vai organizar no próximo sia 4 de março.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here