CTP considera positivos novos apoios e pede rapidez para que cheguem às empresas

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) considera positivos os novos apoios ao Emprego e à Economia apresentados pelo Governo no âmbito do Plano de Desconfinamento e entende que as novas medidas vão encontro das suas reivindicações e das atuais circunstâncias da crise.

“Os novos apoios apresentados refletem as reivindicações que temos vindo a fazer em sede de Concertação Social e nos sucessivos diálogos que temos mantido com o Governo. O plano de desconfinamento mantém diversas restrições, que continuam a dificultar a atividade das empresas. Estas novas medidas poderão contribuir para minimizar o impacto das limitações ainda existentes”, afirma Francisco Calheiros, presidente da CTP.

Entre as várias medidas apresentadas pelo Governo, a CTP destaca a prorrogação do Apoio à Retoma Progressiva até setembro de 2021 e constituição de um apoio contributivo adicional para Turismo; o alargamento do lay off simplificado; o apoio simplificado às microempresas; o apoio à contratação nos termos do ATIVAR.PT e o alargamento dos programas Apoiar Rendas e Apoiar + Simples.

Acrescem ainda a linha de crédito para o Turismo no montante de 300M€, acessível as empresas de média e grande dimensão com quebras de faturação superiores a 25%, bem como a prorrogação por 9 meses dos períodos de carência das linhas de crédito com garantia de Estado.

“Apelamos ao Governo para que estes novos apoios cheguem rapidamente às empresas, que os entraves legislativos e procedimentais sejam rapidamente ultrapassados, para que estas possam manter a sua atividade e fazer face às inúmeras limitações com que ainda se deparam e vão continuar a deparar”, conclui o presidente da CTP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here