CTP insatisfeita rejeita novo adiamento do projeto do aeroporto de Lisboa 

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) lamenta, que no âmbito da decisão da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) de indeferir o pedido de apreciação prévia de viabilidade da construção do aeroporto complementar no Montijo devido ao parecer desfavorável de duas autarquias, o Governo pondere a possibilidade de recuperar outras opções de localização que foram amplamente discutidas e abandonadas, como é o caso de Alcochete.

“A recuperação económica do país depende do aumento da nossa capacidade aeroportuária. Quantas mais avaliações e estudos vamos precisar para tomar uma decisão sobre uma obra essencial que o próprio Governo considera de interesse nacional e estratégico? Não podemos aceitar mais um adiamento, temos de avançar para a solução que melhor responde em termos de custos, competitividade e rapidez a um problema que se arrasta há mais de cinco décadas”afirma Francisco Calheiros, presidente da CTP.

Refira-se que o Ministério das Infraestruturas e da Habitação (MIH) informou ontem, em comunicado, que o Governo irá avançar, no quadro da expansão da capacidade aeroportuária da região de Lisboa, para a realização de um processo de Avaliação Ambiental Estratégica (AAE), que contemplará outras soluções. No mesmo comunicado, o MIH garante que irá rever a legislação no sentido de eliminar aquilo que configura um poder de veto das autarquias locais sobre o desenvolvimento destas infraestruturas de interesse nacional e estratégico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here