Dulce Morales: “Portugal e os portugueses estão no coração dos cubanos”

Dulce Morales: “Portugal e os portugueses estão no coração dos cubanos”

0

Cuba está na ordem do dia, sobretudo, depois da recente visita de Barack Obama ao país, a 20 de março deste ano, tendo-se tornado no primeiro líder dos Estados Unidos a visitar Cuba nos últimos 88 anos. Com as relações diplomáticas reatadas em 2014 entre os dos países os receios são muitos, mas as perspetivas também. Há quem diga que o turismo naquela ilha das Caraíbas ficará muito caro dentro de alguns anos e que o destino perderá um pouco da sua essência. Dulce Morales, conselheira do Turismo de Cuba em Portugal e Espanha, esteve à conversa com a Viajar e esclareceu algumas questões neste âmbito. Quanto aos portugueses, o interesse pelo destino tem vindo sempre a ser crescente e nem nos anos de maior crise deixaram de viajar até Cuba.

Viajar – Quantos turistas portugueses recebeu Cuba em 2015? Como tem sido a evolução e quais as perspetivas para este ano?

Dulce Morales – Em 2015 recebemos 19.110 turistas portugueses em Cuba, contra 14.626 em 2014 e 9440 em 2013. Para este ano perspetivamos continuar a crescer, sobretudo com as operações charter da Sonhando para Varadero e Cayo Coco.

Qual a importância do mercado português para Cuba?

Portugal e os portugueses estão no coração dos cubanos e, no sentido contrário, também os portugueses adoram Cuba e os cubanos. O mercado portugueses procura-nos procurar durante todo o ano e é, por isso, de extrema importância. Embora o verão seja a sua altura do ano preferida dos portugueses para viajarem até Cuba, talvez pela existência de charters, na verdade é que não se cingem apenas a viajar nessa altura, muito pelo contrário, chegam até nós durante dos 12 meses, 365 dias. Depois são um tipo de turista muito repetente e fiel, que gosta dos nossos costumes e tradições, e que tenta misturar-se com os locais.

Não nos podemos esquecer que Cuba é um destino muito seguro e a sua gente é muito autêntica, hospitaleira e sempre de sorriso na rua, o que agrada muito aos portugueses. Estão sempre com Cuba nos bons e nos maus momentos. Mesmo nos anos de crise na Europa não deixaram de viajar até Cuba.

Neste momento Portugal é o 33º mercado turístico em Cuba, o que é excelente tendo em conta a dimensão e população do país. Canadá é o primeiro destino e logo de seguida vêm três países europeus, Itália, França e Reino Unido, quase ao mesmo nível.

Portugueses querem mais que praia

Havana, Varadero e Cayo Coco são os destinos que mais tradicionalmente atraem os turistas portugueses. No entanto, por que outros mostram igualmente interesse?

O turista português gosta muito de praia, mas também gosta imenso de visitar outros lugares. Cuba tem muito para oferecer quer a partir de Varadero quer a partir de Cayo Coco. A nível de cidades, algumas com mais de 500 anos e até Património da Humanidade, as mais atraentes são, como é claro, Havana, Trinidad, Santiago, Santo Domingo, Cienfuegos, Camaguey e Remedios.

Em Cuba temos mais de 10 lugares declarados Património da Humanidade, quer sejam da vertente cultural, imaterial ou natural, e são o local perfeito para quem gosta de história e cultura.

Já que prefere a Natureza, não pode deixar de visitar a Lagoa do Tesouro ou os parques naturais de Zapata e Topes de Collantes, e todos os restantes Cayos.

Há sempre a possibilidade de fazer algo mais do que ficar restringido apenas à praia durante a sua estada de férias por Cuba.

Leia o artigo completo na Edição de Maio (nº 349) da revista VIAJAR – Disponível online

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply